Blockchain: o que é, como funciona e mais!

O bitcoin revolucionou o mercado financeiro ao possibilitar transações sem intermediações, rápidas e totalmente online. Devido ao Blockchain — uma cadeia inteligente de blocos que sustentam o sistema — é possível fazer movimentações de qualquer lugar do planeta em segundos.

Esse mecanismo tem atraído cada vez mais empresas do Brasil e do mundo por ter menos burocracia e oferecer um serviço de qualidade.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, acompanhe e saiba os benefícios dessa tecnologia que veio para ficar.

O que é Blockchain?

O Blockchain é um registro público que garante agilidade, eficiência e transparência nas operações financeiras. Ele é uma estrutura de dados que faz as transações sem intermediações e não necessita de uma instituição ou autoridade central para validar as movimentações.

Existem vários tipos de Blockchain, mas o modelo mais comum é o utilizado para a moeda virtual (bitcoin). Ele pode ser compreendido também como um livro-razão, no qual constam todas as operações contábeis de uma determinada empresa.

O diferencial é que os dados são compartilhados com todos que participam do sistema de criptomoedas, por exemplo, e são irreversíveis.

Essa tecnologia tem feito tanto sucesso que diversos segmentos estão sendo atraídos por ela, como seguradoras, corretoras de ações e empresas de segurança. Ela também pode ser utilizada em sistemas financeiros, comerciais, governamentais, eleitorais e muitos outros.

Quais são as vantagens do Blockchain?

As informações inseridas no Blockchain são criptografadas e exigem uma assinatura digital. Portanto, a segurança das transações é maior, o que garante a integridade e proteção contra possíveis ameaças.

Qualquer pessoa participante desse imenso banco de dados tem acesso a todas as transações. Porém, é importante ressaltar que elas não podem ser alteradas ou adulteradas depois de serem processadas.

Além disso, o Blockchain pode ser acessado de qualquer local e permite que o sistema seja distribuído em milhares de computadores. Isso faz com que uma atualização feita crie cópias sincronizadas em segundos.

Como funciona o Blockchain?

Existem algumas etapas que precisam ser compreendidas quando falamos em Blockchain, é o vamos explicar agora. Confira!

1. Registrando a transação

O registro de uma transação é armazenado no Blockchain de maneira descentralizada e distribuída.

Vamos pensar em uma planilha do Excel com informações simples, como origem, destino e valor do procedimento, que ficam armazenadas no sistema e uma cópia pode ser acessada por qualquer participante do bloco.

É interessante destacar que ninguém tem acesso às pessoas envolvidas nas operações já que todos os dados são sigilosos.

2. Tornando a transação anônima

Por meio de chaves privadas ou também chamados de endereços, os usuários realizam as transações de forma privada. O ideal é que para cada movimentação se utilize um endereço diferente, que é composto de números, letras e outros caracteres.

Dessa forma, a identidade dos participantes é preservada e apenas eles têm controle dos procedimentos ali expostos.

3. Tornando a transação “oficial”

Não basta apenas enviar os bitcoins para o destino para realizar uma transação financeira. A principal característica e vantagem do Blockchain é que os dados precisam ser validados para tornar uma movimentação “oficial” e ser incluída no sistema.

Para fazer isso, é utilizado o chamado miner, um computador que verifica as informações a cada 10 minutos. Em seguida, se tudo estiver correto, ele retira o status de pendente do procedimento e gera um código criptografado que o oficializa.

4. Tornando a transação imutável

Se cada usuário recebe uma cópia da planilha com os dados da transação, como fazer com que nada seja adulterado? Essa questão de movimentação imutável é um dos principais benefícios do Blockchain.

Ele utiliza um mecanismo chamado hash, no qual cria uma sequência de números e caracteres diferentes para qualquer conjunto de informações digitais. Portanto, se algo for modificado no texto, até mesmo uma vírgula, ele gera outro hash. Em virtude disso, a operação final não será validada, pois houve modificação no documento inicial.

Qual é o impacto do Blockchain para o mercado financeiro?

As transações realizadas por meio do Blockchain têm ganhado cada vez mais espaço no mercado financeiro e não é à toa.

Uma pesquisa realizada pela Infosys Finacle mostrou que mais de 80% dos profissionais da área financeira esperam trabalhar com o Blockchain até 2020. Além disso, quase metade das organizações em que eles atuam já estão investindo ou planejam investir nesse método em 2017.

Ainda segundo o estudo, o investimento médio em projetos com essa tecnologia deve ser de aproximadamente 1 milhão de dólares somente esse ano.

Esse tipo de operação tem diversas vantagens e a principal delas é o modelo peer-to-peer (ponto-a-ponto), no qual as informações podem ser compartilhadas sem a necessidade de um servidor central. Isso faz com que haja uma redução de custos significativa.

Esse benefício também permite que não haja limitações de valores, já que qualquer quantia pode ser transferida em questão de segundos, ou melhor, quase instantaneamente. Essa questão elimina as dificuldades que muitos usuários enfrentam devido às restrições impostas pelos bancos e instituições financeiras.

Portanto, as movimentações mais comuns realizadas pelo Blockchain são as internacionais.

Quais são os principais desafios dessa tecnologia?

Um dos maiores problemas do Blockchain é a falta de padronização no seu uso, o que gera enormes desafios e até mesmo dificuldades para pessoas e empresas.

Outro fator é a necessidade de depender de uma colaboração geral para implementá-lo em alguma empresa. Para isso, é preciso envolver funcionários, tecnologia da informação, operadores e outras instituições para melhorar a usabilidade.

O Blockchain surgiu para revolucionar as transações financeiras no mundo. Por meio dele, as movimentações são realizadas com rapidez, segurança e transparência. Esse sistema permite realizar as operações quase em tempo real, priorizando a privacidade com informações sigilosas: e o mais interessante é que tudo pode ser feito de qualquer lugar do planeta pela internet.

E aí, você já conhecia as vantagens do Blockchain? Ele pode ser extremamente vantajoso e eficiente para o seu negócio. Afinal, gerir uma empresa não é nada fácil, não é mesmo? Por isso, utilizar mecanismos inteligentes pode ser um benefício incalculável.

Se você gostou do artigo sobre Blockchain, aproveite e confira mais um de nossos posts: Saiba como descontar faltas não justificadas!

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *