Inscreva-se

Tipos de avaliação de desempenho: otimize a performance de sua equipe
Cultura da Empresa

Tipos de avaliação de desempenho: otimize a performance de sua equipe

Avaliação de desempenho é um processo realizado pelas empresas para medir a produtividade de seus colaboradores. Trata-se de uma estratégia de gestão de pessoas que avalia a atuação de cada membro da equipe com tipos de avaliação de desempenho para que esteja sempre de acordo com o esperado pela organização.

Esse tipo de avaliação é uma das principais ferramentas do RH para realizar a gestão de pessoas. Por meio dela, é possível diagnosticar e analisar o comportamento de cada funcionário por um período de tempo determinado para saber se seu desempenho está melhor ou pior do que nos meses anteriores.

Há diferentes tipos de avaliação de desempenho que podem ajudar uma corporação nessa missão. Graças à avaliação, é possível manter uma equipe competente e capaz de atingir seu potencial máximo para alcançar todas as metas e resultados esperados.

A avaliação tem um papel estratégico dentro das organizações,  já que consegue mensurar a performance de toda equipe tornando claro para a empresa o quanto cada profissional contribui para os negócios.

E sua empresa? Conhece quais tipos de avaliação de desempenho existem? Já utiliza algum para acompanhar o desenvolvimento do time interno? Continue a leitura desse artigo e confira as melhores opções para colocar em prática na sua empresa!

O que é uma avaliação de desempenho

Os diferentes tipos de avaliação de desempenho já são utilizados há tempos pelas organizações. Eles têm ganhado um espaço importante por auxiliar no crescimento dos colaboradores e empresas como um todo.

A avaliação mensura o quanto os seus colaboradores estão contribuindo e se desenvolvendo em suas funções. Por meio dela, você consegue determinar qual é o nível de conhecimento técnico de cada um e ainda a qualidade do relacionamento de todo o time com seus colegas de trabalho e líderes.

Dessa forma, a empresa consegue determinar se o profissional está cumprindo com todas as funções designadas a ele quando foi contatado.

Formas de avaliação de desempenho

A avaliação de desempenho é feita por meio da identificação, diagnóstico e análise do comportamento e postura dos colaboradores durante um certo intervalo de tempo.

O RH é responsável por determinar a metodologia a ser seguida e realizar o processo ou pode auxiliar os gestores das equipes durante a avaliação.

Para colocar em prática algum dos tipos de avaliação de desempenho, é necessário seguir os seguintes passos:

  • fazer análises diárias do perfil comportamental do funcionário, considerando suas limitações, sucessos e fracassos;
  • identificar problemas rapidamente e buscar pelas melhores soluções. Além disso é preciso conversar com toda a equipe para manter a motivação de todos;
  • realizar entrevistas formais periodicamente com os colaboradores;
  • dar feedbacks sobre o desempenho de cada um.

É importante que a empresa defina um período para realizar os tipos de avaliação de desempenho escolhidos para estimular os colaboradores a sempre buscarem formas de melhorarem e se manterem produtivos.

Benefícios da avaliação de desempenho

Há diversos tipos de avaliação de desempenho com abordagens diferentes que podem ajudar sua empresa. Todas elas trazem benefícios significativos para os negócios.

Os resultados da avaliação auxiliam a sua empresa a manter uma equipe integrada e eficiente. Por meio dela, é possível avaliar se os profissionais estão de acordo com a cultura organizacional, valores e missão de sua organização.

Além disso, ela ajuda na descoberta de novos talentos, na definição dos cargos e funções da empresa, se os trabalhos estão efetivamente bem distribuídos e muito mais.


Quais são os tipos de avaliação de desempenho

É difícil definir qual dos tipos de avaliação de desempenho é o mais indicado para cada empresa. Essa decisão irá depender dos objetivos, especificidades e política de pessoal da organização.

Portanto, cabe ao RH e gestores decidirem qual a melhor opção para o contexto de sua organização. Porém, para tomar a decisão, é preciso entender como funciona cada uma dessas metodologias.

Para ajudar nessa tarefa, abordamos os principais tipos de avaliação de desempenho a seguir:

Tipos de avaliação de desempenho: otimize a performance de sua equipe

 

1. Autoavaliação

Como o próprio nome diz, a autoavaliação é um dos tipos de avaliação de desempenho em que o próprio colaborador faz sua análise.

Ele avalia seu desempenho conforme alguns critérios definidos pela empresa, como suas reações a determinadas situações, como ele responde às demandas dos gestores e atividades do dia a dia, entre outras.

Esse tipo de avaliação deve ser realizado em duas etapas. Primeiramente, o funcionário deve refletir e se autoavaliar. Em seguida, ele e seu superior devem discutir sobre essa avaliação para buscar pelas melhores formas de eliminar os pontos negativos e otimizar os positivos.

A vantagem dessa abordagem é que permite ao colaborador pensar a respeito de seu desempenho de forma sincera. Assim, ele consegue reconhecer aqueles pontos que precisa melhorar e ser mais suscetível a sugestões.

Caso sua organização opte pela autoavaliação deve se atentar aos problemas que ela pode gerar também. O colaborador pode se decepcionar com o feedback do avaliador, havendo incompatibilidade de opiniões e dificuldade de se chegar a um consenso.

 

2. Avaliação direta (ou de 90º graus)

Muito utilizada, nesse tipo de avaliação de desempenho, o gestor é quem realiza a avaliação, por intermédio do auxílio do RH. Ele é responsável pela análise de sua equipe e também de dar o feedback a cada um.

Trata-se de uma avaliação direta, em que o líder conversa com cada funcionário para dar um parecer sobre seus resultados e pontos negativos.

O principal benefício da avaliação de 90º graus é a sua eficiência. Já que o líder imediato é quem melhor pode dizer algo sobre o trabalho de seu time. É ele quem convive diariamente com os subordinados.

Para que ela seja efetiva, é necessário estabelecer quais serão os indicadores de desempenho esperados de cada membro de sua equipe. Além disso, é preciso que o gestor tenha muito cuidado para não estremecer seu relacionamento com seu time. Isso pode atrapalhar o clima do ambiente.

 

3. Avaliação conjunta (ou de 180º graus)

Esse tipo de avaliação de desempenho é feita pelo avaliador e avaliado simultaneamente, ou seja, o colaborador avalia seu líder, ao mesmo tempo que é avaliado por ele. Isso acontece enquanto eles discutem sobre o feedback.

A avaliação conjunta é mediada pelo RH e representa uma abertura na comunicação entre líderes e subordinados. É uma ótima opção para as empresas que querem a participação de seus colaboradores na discussão sobre os resultados encontrados.

Ela incentiva uma cultura de feedback bem estruturada e, para as empresas que não estão preparadas para isso pode gerar alguns conflitos na comunicação.

 

4. Avaliação 360º graus

Nesse método, a avaliação é realizada por todos os colaboradores que possuem alguma interação no trabalho com o avaliado. Portanto, não é apenas o líder do profissional que dará sua opinião.

A avaliação 360º visa revolucionar a avaliação de desempenho para que não haja nenhum tipo de influência sobre seus resultados, já que mais de uma pessoa irá dar seu ponto de vista. Dessa forma, ela dá mais credibilidade em seus resultados.

No entanto, pode ser um processo demorado, tomando tempo de toda a equipe. Portanto, aquelas empresas que forem apostar nessa opção, devem estruturar bem o processo, para que não atrapalhe a produtividade do ambiente de trabalho.

Como recompensar os colaboradores pelo bom desempenho? Garanta o bem-estar financeiro!

Vivemos em uma época em que o RH deve assumir, de vez, o seu lado multifuncional e estratégico para a qualificação da força de trabalho de suas empresas.

Muitas vezes, assumindo as rédeas de condições externas ao ambiente de trabalho, mas que impactam na rotina profissional. É o caso do bem-estar financeiro aos funcionários.

E como exemplo desta prática, uma nova modalidade chegou ao mercado brasileiro – o salário sob demanda

A pesquisa CareerBuilder, conduzida em 2017, atestou que 78% dos entrevistados mal conseguem liquidar as contas com o seu ordenado.

Além disso, dos mais de 3 mil entrevistados, cerca de ¾ deles também atestaram que estão com uma ou mais dívidas acumuladas. Sinal claro de que algo precisa ser mudado, concorda?

O salário sob demanda é uma modalidade que vem ganhando força no mercado e visa agregar a flexibilidade para que os colaboradores recebam pelas horas trabalhadas, mas ainda não pagas. Algo que alivia muitos dos problemas financeiros — e aqueles gerados pelos desafios em fechar as contas.

Vamos analisar um exemplo simples: se a empresa tem o costume de fazer os pagamentos dos seus recursos humanos apenas no dia 30, ou no quinto dia útil de cada mês, os profissionais estão limitados a isso.

Se uma conta pendente vai vencer os juros nesse período em que já não há mais dinheiro em conta, as dívidas se acumulam. Porém, com a oferta do salário sob demanda o profissional pode receber o pagamento dos dias já trabalhados quando quiser. E o melhor, ele tem flexibilidade para planejar o seu mês.

Recomendamos que você leia esse artigo para entender melhor sobre o salário sob demanda. Nele você entenderá as funcionalidades do Xerpay, um benefício corporativo de pagamentos sob demanda.

 

Esses são apenas alguns dos tipos de avaliação de desempenho que sua empresa pode aplicar em seu time.

O importante é que a empresa realmente aproveite os resultados encontrados nas avaliações para gerar melhorias na performance de todos. Os benefícios de uma avaliação bem-sucedida pode influenciar diretamente nos resultados dos negócios.

Ficou alguma dúvida sobre os diferentes tipos de avaliação de desempenho? Deixe seu comentário para gente!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *