Uma boa gestão de negócios depende e muito do acompanhamento de métricas. Um dos principais indicadores do mercado é o chamado ticket médio. 

O ticket médio mensura os gastos do cliente com os produtos/serviços oferecidos pela organização. Essa métrica contribui para que a empresa avalie o que está dando certo e o que não está. 

O chamado ticket médio é um indicador fundamental para a saúde financeira da empresa e permite que os setores tenham uma visão ampla do comportamento do consumidor. 

Quer saber mais sobre o tema? Neste artigo vamos te contar todos os detalhes do ticket médio e ensinar sua empresa a calculá-lo. Confira! 

O que é ticket médio 

O ticket médio é uma KPI (Key Performance Indicator) ou indicador de desempenho, que mede os gastos dos clientes em relação aos serviços oferecidos pela empresa. 

Para entender melhor o que é KPI, temos um artigo sobre: “Indicadores de desempenho: o que são e por que usa-los?

Esse valor médio, concedido pelo ticket médio, permite a empresa que planeje seus investimentos e ações para aumentar a margem de lucro. Ou seja, ele dá aos gestores uma visão ampla sobre os clientes e as vendas. 

Determinado produto é vantajoso ou faz sua empresa perder dinheiro? O ticket médio é essencial para que a organização encontre a resposta para essa pergunta, que inclusive pode impactar diretamente nos resultados. 

Como calcular o ticket médio

Para calcular o ticket médio a empresa precisa fazer uma divisão entre o faturamento pelo número de pedidos. A fórmula é a seguinte: 

  • Ticket médio = faturamento total / número de pedidos 

É importante antes de calcular o ticket médio definir um período para a análise. Escolha, portanto entre dia, semana ou mês para fazer a conta. 

 

Exemplo

Determinada loja fez 6 vendas em um dia nos valores de R$200, R$250, R$ 500, R$750, R$ 1000 e R$ 1200, ou seja, alcançou um faturamento total de R$ 3900.

Dividindo esse valor total (R$ 3900) pelo número de vendas (6), o ticket médio da loja neste dia foi de R$ 650. Esses valores tendem a oscilar bastante. Assim sendo, se torna fundamental que a empresa avalie essa média mês a mês.

Colocando na balança quais produtos/serviços foram mais lucrativos. Para que assim, os investimentos em ações e estratégias sejam mais assertivos. Porém, como é possível aumentar o ticket médio? Abaixo vamos falar sobre algumas possibilidades para elevá-lo.

Como aumentar o ticket médio 

Agora que você já sabe o que é ticket médio e como calculá-lo, elencamos algumas ações que são extremamente eficazes na estratégia de elevar essa métrica no seu faturamento. Conheça quais são elas! 

 

Tenha uma boa variedade de produtos/serviços

Variedade de produtos é uma das boas alternativas para aumentar o ticket médio. Se você dá um leque de opções para o seu consumidor escolher, a tendência é que ele sempre leve um algo a mais para casa ou contrate um serviço extra.

Se você tiver um nicho focado em apenas um produto/serviço é bem possível que os complementos aliados ao que você tem sejam oferecidos pelos seus concorrentes. Ou até mesmo ele pode oferecer o serviço completo.

Então, sempre que puder oferecer algo que complemente a venda, pode estimular o consumidor a comprar mais. 

Por exemplo, lojas que oferecem capinhas de celular assim que você adquire um ou que recomendam a comprar um cinto quando você compra uma calça e etc. Cada detalhe, neste sentido, faz toda a diferença na experiência do consumidor.

 

Aproveite as datas sazonais

Uma pesquisa do Serasa Empreendedor revelou que 63% das empresas apostam em vendas nesta época do ano para aumentar o faturamento. Sendo assim, as datas sazonais podem contribuir para que a empresa feche o ano no azul e com o ticket médio alto.

É comum até que empresas de determinados ramos dobrem ou até mesmo tripliquem o seu ticket médio durante esses períodos. 

Portanto, é importante que dentro do planejamento já estejam contempladas essas datas, até para que tudo saia de forma organizada e planejada.

Aposte na experiência do cliente

Sabe a expressão “a primeira impressão é a que fica”? Pois é, ela tem muito valor para empresas que desejam aumentar seu ticket médio por meio de uma fidelização de seus clientes.

Neste cenário muitas empresas buscam estreitar laços com aqueles clientes que mais consomem os serviços ou produtos. Seja oferecendo descontos ou enviando brindes. Muitas empresas até se aproveitam para criar programas de fidelização.

Os bancos são um exemplo, já que muitos deles oferecem pontos pelo uso do cartão que podem ser trocados por produtos, viagens, entre outras opções.  

 

Ofereça descontos

Seja na compra de produtos ou de serviços qual consumidor não gosta de um desconto? Todos, não é mesmo? É por isso, que a estratégia dos descontos pode funcionar como uma luva na busca pelo aumento do ticket médio.

Loja de roupas costumam se aproveitar bem dessa realidade com descontos progressivos onde quanto mais peças você levar mais desconto irá receber. Os descontos, portanto, são uma excelente atrativo para aumentar as vendas e o ticket médio.

 

Destaque sua marca no mercado

Fica difícil aumentar seu ticket médio se muita gente não conhece seu produto/serviços. Portanto, as redes sociais, e-mail marketing e até mesmo newsletters podem destacar sua marca no mercado.

Com a evolução da tecnologia toda empresa tem em mãos um leque imenso de opções para se divulgar e alcançar um bom número de consumidores. 

E neste sentido é importante também não só prospectar novos clientes apresentando sua marca, mas ressaltar para os seus clientes atuais possíveis lançamentos, resultados e novidades da empresa.

 

Invista em treinamento

Todo consumidor final deseja receber um bom atendimento daquela empresa que ele compra produtos ou serviços. Isso vale para empresas de qualquer ramo. Se o cliente é maltratado a tendência é que haja uma ruptura na boa relação com a empresa em questão.

Por isso, é fundamental que a empresa invista pesado no treinamento dos vendedores e atendentes, já que esse contato com o potencial comprador fará toda a diferença. Impactando inclusive na sua decisão de compra.

Dessa forma, não economize na hora de treinar seu time de vendas. Pois, o atendimento faz toda a diferença para construir “representantes da marca”.

 

Faça precificação

Custo-benefício e preço têm papel decisivo no aumento do ticket médio. Logo, a empresa precisa conhecer seu cliente e o que a concorrência vem oferecendo. Uma vez que, assim é possível precificar melhor os produtos e serviços com base numa avaliação de mercado.

Afinal, quem pratica valores competitivos tende a se destacar e a atrair mais clientes. 

Portanto, todo valor estipulado de produto/serviço precisa seguir um critério que leva em conta os seus custos de produção e a prática de valores dos concorrentes.

A relação margem de lucro e o ticket médio

Nesse planejamento de vendas é importante que a empresa saiba exatamente quanto deseja faturar em cima de cada produto. Neste sentido, podemos citar a chamada margem de lucro que está intimamente ligada ao ticket médio.

Isso porque para aumentar o ticket médio é importante fazer uma relação entre receita total, custos de produção e o lucro. 

Com esse resultado é possível mensurar a margem de lucro da empresa e descobrir se você vem estabelecendo um percentual justo e que faça jus aos seus gastos no processo.

Vamos supor que a empresa citada anteriormente tenha faturado R$3900 diários num total de R$ 117 mil no mês e que seu custo de distribuição e produção foi de R$ 90 mil. A conta para saber a margem de lucro é a seguinte:

  • Faturamento total – custos de produção = resultado
  • 117 mil – 60 mil = 57 mil

 

  • Resultado/faturamento total
  • 57000/117000 = 0.48 x 100 = 48%

Ou seja, no mês avaliado a empresa teve 48% de margem de lucro. Com base nesse dado é possível reaver as estratégias para aumentar o ticket médio e principalmente traçar qual a margem de lucro que a sua empresa deve perseguir todos os meses.

Os impactos do ticket médio na empresa

O ticket médio tem total impacto sobre os resultados de uma organização. Se ele vai bem à curva de crescimento da empresa está sempre no alto. Entretanto, se não há uma avaliação precisa e minuciosa dele, fica difícil mensurar o retorno financeiro dos produtos/serviços.

E não só isso, com o ticket médio é possível até mesmo fazer uma análise do perfil do cliente e o comportamento de compra dele em relação aos seus produtos/serviços. Assim, fica mais fácil saber no que vale investir e o que pode ser deixado de lado.

Deste modo, o ticket médio é uma métrica simples, como pudemos ver, mas extremamente eficaz e necessária para que a empresa tenha maior controle sobre o diagnóstico de suas vendas e finanças de uma forma geral.

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nas redes sociais e facilite a vida de muitos gestores que não sabem da real importância no seu dia a dia.