tensão financeira dos funcionários

Por que a tensão financeira dos funcionários está afetando a sua empresa?

Não há dúvida alguma que estamos vivendo momentos de intensa instabilidade econômica e isso gera uma grande tensão financeira nos funcionários de qualquer empresa. Pois, os índices de desemprego sobem a cada dia, em paralelo a uma expectativa cada vez menor de uma melhora na situação do mercado. 

Sendo assim, aqueles colaboradores que continuam empregados também sentem-se desconfortáveis e inseguros em seus postos de trabalho. 

Em meio a tantos problemas é comum que a produtividade desses funcionários caia por causa dessa instabilidade. Afinal, a mente cheia de preocupações os impede de focar e manter a atenção nas tarefas, o que consequentemente os faz trabalhar menos e demorar mais tempo para concluir as suas demandas. 

Nesse cenário, é muito importante que as empresas demonstrem preocupação não apenas com a queda no nível de trabalho, mas também com as situações individuais de cada colaborador, bem como forneça o suporte necessário para resolver a situação. 

Sabendo disso, criamos aqui um guia completo para que você entenda tudo sobre porque a tensão financeira dos funcionários está afetando a sua empresa e as melhores maneiras de lidar com essa situação. Ficou curioso para saber mais? Continue acompanhando e descubra tudo sobre esse tema!

O que é tensão financeira?

Em linhas gerais, podemos definir a tensão financeira como uma espécie de estresse relacionado a causas monetárias, comumente advindo de problemas relacionados a falta de dinheiro.

Em outras palavras, a tensão financeira é aquele mal-estar e ansiedade que sentimos quando percebemos que o nosso pagamento será insuficiente para quitar as contas ou que teremos um gasto muito maior que o planejado no começo do mês. 

Comumente, esse problema costuma gerar consequências físicas e mentais, as quais podem ser sentidas de diferentes formas em cada indivíduo. 

Dores na parte frontal da cabeça, problemas com insônia, mau-humor, estresse, taquicardia e tremores são apenas alguns sintomas comuns em quem está passando por esse tipo de situação. 

Quais as principais causas da tensão financeira dos funcionários?

Sabendo o que é tensão financeira, fica evidente que esse é um problema que pode surgir pelos mais variados motivos. Afinal, cada indivíduo administra e lida com suas finanças de maneira particular, o que a longo prazo pode resultar nas mais variadas consequências.

Na grande maioria dos casos, a tensão financeira dos funcionários é resultado de problemas relacionados a dívidas. 

Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o percentual de famílias brasileiras endividadas em 2019 chegou a 65,6%.

Até então esse foi um dos maiores números da história da pesquisa, que tende a mostrar níveis ainda mais alarmantes em 2020. Nesse cenário de dívidas, os principais problemas apontados pelos consumidores foram: 

No entanto, ao contrário do que muitos pensam, nem sempre a tensão financeira dos funcionários advém de uma situação de completo caos no âmbito econômico. Em alguns casos o cidadão está com todas as suas contas em dia, mas o sentimento de insegurança o faz sofrer com o mal tanto quanto aqueles que estão endividados. 

Esse, por sua vez, está se revelando um dos maiores problemas da atualidade dentro do ramo empresarial. A atual crise financeira, unida aos crescentes índices de desemprego, está diminuindo a produtividade dos colaboradores, que se sentem inseguros em seus cargos, mesmo estando com as finanças em ordem.

Tensão financeira x produtividade: uma relação direta

Como citamos anteriormente, não é de hoje que as empresas têm notado diferenças na produtividade de seus funcionários em tempos de tensão financeira. Afinal, o excesso de problemas possui influência direta na concentração de cada colaborador, impedindo-o de realizar as demandas com a mesma agilidade e qualidade e afetando todas a produtividade da companhia. 

Segundo a pesquisa The Employer’s Guide to Financial Wellbeing 2018-19, realizada no Reino Unido, a tensão financeira dos funcionários pode reduzir em até 15% a produtividade dos colaboradores. 

Já no Brasil, a Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), em uma pesquisa com os setores de RH de empresas localizadas em diversos estados do país, constatou que 96% dos profissionais dessa área sabem e reconhecem que colaboradores com dificuldades financeiras automaticamente trabalham menos. 

Nesse cenário fica evidente o quão grande é o papel das empresas no auxílio e resolução de problemas financeiros de seus colaboradores. Com esse ato é possível não apenas apresentar uma ajuda aos profissionais, mas também aumentar o lucro da companhia, ganhando em produtividade e credibilidade no mercado!

Confira abaixo alguns problemas diretamente causados pela tensão financeira dos funcionários e que podem ter grande impacto dentro das organizações!

Perda de foco e atenção 

Como citamos anteriormente, a perda de foco é um dos fatores de maior influência na baixa de produtividade em casos de tensão financeira dos funcionários. Quando os colaboradores estão preocupados com os seus problemas econômicos, dificilmente conseguirão concentrar toda a atenção na demanda a ser realizada. 

É comum que a mente migre para as dificuldades, tornando a realização de tarefas muito mais demorada que o comum. Além disso, a perda de foco muitas vezes também se deve aos altos níveis de ansiedade, os quais são comuns quando nos encontramos frente a um problema de difícil solução. 

Queda de energia devido a insônia

Um dos sintomas mais comuns do estresse com toda a certeza é a falta de sono. A ansiedade e a inquietude com a situação fazem com que o indivíduo não consiga desligar sua mente quanto deita para dormir, o que automaticamente resulta em um cansaço excessivo no dia seguinte. 

Consequentemente, o funcionário que está cansado realiza suas tarefas com menos energia, ou seja, de maneira mais lenta. 

Além disso, o excesso de sono pode deixar o raciocínio lento, atrapalhando fortemente o rendimento de quem trabalha em áreas que exigem maior foco mental.

Baixo rendimento devido ao cansaço

Quando alguém está passando por um período de tensão financeira é bem comum que seja iniciada uma procura por fontes alternativas de renda. Ou seja, um segundo trabalho, estágio, realização de freelas e até mesmo revenda de determinados produtos ou alimentos. 

Com isso, o funcionário dá início a uma dupla jornada de trabalho, o que o deixa excessivamente cansado. Desse modo, evidentemente o seu rendimento cai, também atrapalhando a produtividade ao longo do dia na empresa. 

Além disso, em todos esses cenários é importante destacar que, em grande parte dos casos, o próprio colaborador tem ciência do fato de que está produzindo menos. Isso, por sua vez, pode resultar em uma tensão financeira ainda maior, devido ao temor de ser demitido de seu emprego fixo e perder a sua maior fonte de renda mensal. 

O papel da empresa no estado psicológico dos seus funcionários

Como vimos até aqui, um funcionário que está preocupado com a sua situação econômica trabalha menos e com menos qualidade. Evidentemente esse cenário não é nem um pouco positivo, pois pode implicar em uma baixa significativa nos lucros da empresa.

Sendo assim, pensando tanto em seu local de mercado quanto no bem-estar social de seus colaboradores, é fundamental que a companhia tome medidas para ajudar a reduzir a tensão financeira de seus funcionários.

Sem dúvidas, encontrar o melhor caminho para trabalhar esses problemas não é uma tarefa fácil. 

No entanto, existem diversas medidas que a corporação pode tomar para ajudar seus profissionais a se livrarem das preocupações econômicas e voltarem a desempenhar suas tarefas com qualidade e agilidade. Confira algumas ideias abaixo! 

Fornecimento de maiores benefícios aos colaboradores 

Muitas vezes a situação financeira negativa dos funcionários se dá não apenas pelo recebimento de salários muito baixos, mas pelos gastos excessivos que saem desse valor

Ou seja, o rendimento mensal se torna insuficiente para suprir com as suas contas e aquisição de produtos de necessidade básica. Nesse cenário, uma dica muito bacana para reduzir a tensão financeira dos funcionários é as empresas fornecerem maiores benefícios para os seus colaboradores. 

Um plano de saúde, por exemplo, pode reduzir bastante os gastos com médicos e exames, os quais costumam ser bem altos. 

Além disso, fornecer uma ajuda de custo com o transporte e locomoção, vale alimentação e uniformes também são ótimos exemplos de benefícios que não possuem grande peso para a empresa, mas podem mudar completamente o orçamento mensal dos funcionários. 

Criação de uma cultura de educação financeira 

Como citamos anteriormente, nem sempre a tensão financeira advém da falta de dinheiro. Em grande parte dos casos, a “bola de neve” se forma por conta de uma má administração do salário, que acaba tendo uma divisão desigual entre contas a pagar e novas compras. 

Dentro desse contexto, nada pode ser mais útil aos colaboradores que uma cultura de educação financeira. Ela pode ser implementada através de aulas, cursos online, palestras, workshops, reuniões e todos os demais caminhos que a empresa achar necessários para ajudar com a situação. 

Desse modo, os funcionários aprenderão não apenas sobre como solucionar sua situação atual, mas também a não se comprometer no futuro, tendo sempre um planejamento financeiro.

Além disso, com o passar do tempo a tensão financeira dos funcionários diminuirá automaticamente, tendo em vista que os colaboradores aprenderão mais sobre temas como investimentos e economia, o que os fará ter uma reserva para situações de emergência. Desse modo, não se sentirão tão preocupados com possíveis instabilidades. 

Sempre mantenha a comunicação interna muito bem alinhada 

Muitas vezes a tensão financeira dos funcionários advém da insegurança do próprio colaborador em relação a seu cargo ou permanência na empresa. Afinal, em tempos de crise as demissões costumam vir em massa, o que pode criar um clima bem pesado na corporação. 

Portanto, para solucionar esse problema a melhor opção é manter uma comunicação interna limpa, alinhada e livre de ruídos. Com um diálogo aberto os funcionários compreendem a situação da empresa e se tornam mais empáticos com ela, trabalhando com mais motivação em suas rotinas. 

Para que esse ponto realmente se torne efetivo, o mais indicado é que a hierarquia da empresa seja rompida e que os gestores de maior parte falem diretamente a todos os funcionários. Caso contrário, as dúvidas podem permanecer, bem como a insegurança dos profissionais. 

Sendo assim, caso a tensão financeira de sua empresa esteja chegando em níveis extremos, uma ótima dica é organizar uma reunião geral, na qual todos os colaboradores possam ouvir de seus diretores sobre a atuação conjuntura do negócio. 

Com isso, sentimentos como senso de responsabilidade são trazidos a tona, o que aumenta a produtividade e motiva todos a trabalhar melhor. 

Incentive a conscientização financeira dos funcionários

A partir do momento em que a empresa percebe que a comunicação e o ambiente estão saudáveis, é possível implementar a conscientização financeira. Tanto para a empresa quanto para o colaborador.

Para a empresa é importante entender o contexto financeiro geral de suas equipes. Onde vivem, quantas pessoas dependem dos rendimentos daqueles colaboradores, quais são seus objetivos a curto, médio e longo prazo. E todas as percepções neste sentido. 

A partir de uma conscientização macro da empresa, ela deve começar a incentivar a conscientização também do colaborador. 

Esse processo pode ser iniciado com palestras e treinamentos para identificação do estilo de vida financeiro de cada um e de quais os sonhos que querem realizar nos próximos anos.  

Elabore um programa de bem-estar financeiro

Em linhas gerais, um programa de bem-estar financeiro pode ser definido como um projeto que a empresa trás para a prática visando melhorar a vida econômica de seus colaboradores. Ou seja, ele costuma envolver diferentes ações, as quais podem unir desde benefícios trabalhistas até mesmo dinâmicas em equipe. 

O principal objetivo desse programa é promover a educação financeira, sendo assim, é bacana que ele seja criado em paralelo com o tópico já citado neste artigo. Desse modo, as chances de que os projetos tenham sucesso crescem consideravelmente. 

Agora que você já descobriu por que a tensão financeira dos funcionários está afetando sua empresa, pode começar a colocar em prática essas medidas sugeridas e acabar completamente com esse problema. 

 

E se você deseja continuar por dentro dos melhores conteúdos relacionados ao mundo corporativo, nos siga em nossas redes sociais! Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn. Nelas postamos materiais exclusivos para você que deseja ver sua organização crescendo cada vez mais no mercado