tendências de gestão

Tendências de gestão: descubra como serão as empresas do futuro

Empresas do futuro antecipam as demandas e se mostram mais competitivas ainda no presente. E para isso, é fundamental que elas saibam como analisar as principais tendências de gestão, que são fundamentais para colocar um passinho na realização de objetivos em curto prazo — antes mesmo de se popularizarem entre a concorrência e outros setores.

 

Menos burocracias e mais flexibilidade para lidar com o trabalho emergente, proposto pela transformação digital. Pensando assim, todas as empresas devem considerar que as tendências de gestão devem ser aplicadas ainda hoje — que é o caminho para alcançar as grandes “empresas do futuro”.

Sua empresa está em busca de inovação e melhorias significativas nos seus processos e na relação com o seu colaborador? Então, convidamos que siga com esta leitura!

Afinal, nos tópicos abaixo, nós reunimos algumas dicas fundamentais para você conhecer as tendências de gestão que já estão ditando os rumos do futuro em curtíssimo prazo. Confira!

O que são as empresas do futuro?

No geral, são empresas que têm prestado atenção nas transformações sociais e tecnológicas capazes de influenciar (direta ou indiretamente) nos seus respectivos desenvolvimentos.

Assim, o pioneirismo das organizações coloca-as em uma vanguarda de mais reputação e respaldo para ditar os rumos dos seus negócios. É o mesmo que ocorre, por exemplo, com as empresas que já fazem uso da automação de processos por meio de softwares de gestão.

Sem falar em outras tecnologias ou mudanças de comportamento e atitudes que ajudam a reter os seus talentos, atrair as novas gerações — como a geração Z e os millennials — e a agregar resultados melhores para cada setor.

Neste caso, estamos falando diretamente de tendências de gestão que têm tudo para contribuir com o crescimento da empresa e, ainda, com a qualificação gradual do seu modelo de trabalho. Vamos a elas?

Quais são as principais tendências de gestão?

Não dá para virar o rosto para o profundo impacto que as soluções tecnológicas têm causado em nossas rotinas. E isso inclui a maneira com a qual nos relacionamos com as pessoas e também com os processos.

Para ajudar você a saber por onde começar ou fortalecer ainda mais as suas estratégias, confira quais tendências de gestão estão em alta aqui, no Brasil, e país afora!

 

1. Análise preditiva

Metodologia capaz de avaliar padrões e, assim, melhorar a tomada de decisão, a análise preditiva faz uso extenso de uma tecnologia já aplicada constantemente em nossas vidas: o Big Data.

Caso você não saiba, é o mesmo modelo que ajuda-nos a reunir os dados e métricas para diagnosticar oportunidades e carências em tempo hábil. 

Assim, todo o objetivo pode ser monitorado com eficácia, bem como sua gestão adquire mais certezas para seguir por um caminho em detrimento de outro.

 

2. Internet das Coisas

Também conhecida como IoT (do inglês Internet of Things), a Internet das Coisas tem invadido os lares e também as organizações por meio da automação de dispositivos. 

Em diversos setores corporativos, ela tem oferecido um auxílio extra para a tomada de decisão e também para manter os seus recursos humanos em áreas mais analíticas e estratégicas.

Não à toa, a Internet das Coisas é comumente associada à inteligência artificial. Assim, esse uso estratégico e combinado de soluções faz com que os seus colaboradores se ocupem cada vez mais de programações e análises, e não de processar as tarefas mais mecânicas e repetitivas do fluxo produtivo.

 

3. Armazenamento em nuvem

Uma das principais tendências de gestão e, possivelmente, uma das mais antigas já, o que mostra o poder e flexibilidade que o armazenamento em nuvem trouxe às empresas.

Afinal, com a possibilidade de ter os dados da empresa salvos em um ambiente acessível de qualquer lugar, e a qualquer hora (com os devidos acessos, é claro), muito se agregou à rotina corporativa. Inclusive, agregou outras tendências de gestão que veremos adiante.

 

4. Experiência humana

Em vez de experiência do colaborador, as tendências de gestão têm agora apontado para a experiência humana, que é muito mais focada na manutenção e no desenvolvimento do bem-estar das pessoas.

Dessa maneira, o RH e os gestores podem se ocupar mais em promover a satisfação deles em estarem ali, e não apenas em oferecer boas condições de trabalho. Como resultado, aumenta-se:

Como anda a sua empresa, nesse sentido?

 

5. Mobilidade

Com base no que havíamos adiantado sobre o Big Data e o armazenamento em nuvem, temos mais mobilidade nas empresas — uma das grandes tendências de gestão.

Afinal, isso permite que as empresas não necessitem mais de grandes estruturas físicas para serem mantidas. Você pode gerenciar uma organização inteira do seu lar, de pijamas, e realizando videoconferências e alimentando os sistemas com dados por meio de softwares de gestão.

Não à toa, estamos diante de novos modelos de trabalho cada vez mais populares e acessíveis — e quem vem experimentando essas variações pode atuar com um pioneirismo inovador em curto e médio prazo.

 

6. Responsabilidade socioambiental

A preocupação com a sustentabilidade é tão elevada quanto a atenção às soluções tecnológicas mais importantes para o crescimento das empresas, sabia?

Em parte, porque chegamos em um ponto do qual não podemos mais ignorar o impacto das organizações na manutenção do meio ambiente. E também porque o consumidor está de olho em quais empresas se preocupam com essa pauta — e é o certo a ser feito, convenhamos.

 

7. Automação de processos

A automação cresceu e, hoje, é um caminho sem volta para as empresas que já experimentaram a delegação de atividades repetitivas à inteligência artificial e outros recursos da automação de processos.

Para tanto, é importante identificar a melhor solução que integre esse tipo de recurso para garantir as funcionalidades mais adaptáveis à sua rotina, objetivos e necessidades.

No caso do software de gestão, por exemplo, certifique-se de que a automação vai desburocratizar o seu setor de RH, que é possível cruzar informações e, inclusive, integrá-la a outras plataformas. E, assim, oferecer muito mais conveniência e produtividade aos seus especialistas.

Como resultado disso, o seu setor vai ter:

  • mais controle;
  • mais precisão na tomada de decisões;
  • melhor gestão de benefícios e outras atividades inerentes ao seu departamento;
  • processos automatizados, gerando mais poder analítico aos colaboradores;
  • melhor acompanhamento de métricas.

Big Data, BI (Business Intelligence) e inteligência artificial trabalhando em uníssono harmônico para que o RH cresça, cada vez mais, como um elemento estratégico da organização, e não puramente burocrático.

 

Está em busca de mais tendências de gestão e, principalmente, como aplicá-las na realidade do seu dia a dia? Então, venha conosco e curta a nossa página no Facebook — e não se esqueça de seguir-nos, também, no Instagram e LinkedIn para saber, em primeira mão, todas as nossas dicas para o seu setor de RH!

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.