Como um software de Auditoria Digital pode ajudar a conquistar mais clientes

software de auditoria digital

Um bom profissional está sempre em busca de inovações para atender melhor seus clientes. Na área contábil isso é ainda mais forte, visto que as novidades não param.

Pensando nisso, separamos algumas dicas infalíveis para o profissional fiscal, contábil ou trabalhista alavancar ainda mais seu negócio e captar mais clientes.

Com essas dicas, a chance de aumentar sua receita mensal e ainda se tornar um profissional de maior sucesso são muito altas! Vamos a elas:

 

Preste assessoria aos seus clientes

É muito importante se mostrar presente, este pode ser um diferencial.

A auditoria digital proporciona ao contador maior tempo para focar na assessoria, uma vez que o tempo antes gasto com a auditoria, será feito por um software que lhe dará as informações necessárias para garantir o sucesso da empresa contratante.

Estar junto, acompanhando os acontecimentos que envolvem o negócio do seu cliente, conhecendo a fundo os problemas e soluções que o envolvem, passa confiança para ele e faz com que seu trabalho seja a referência. De tal modo o cliente fica bem amparado e seguro.

 

Auditoria mensal

Audite as contradições nas declarações acessórias dos clientes mensalmente. Aponte os erros e qual caminho deve ser seguido para solucionar o erro e/ou fazer com que ele não mais ocorra.

Assim o retrabalho é evitado, os documentos ficam melhor organizados e o cliente tem menos chances de ser multado, já que as análises estão sendo feitas antes da própria fiscalização.

 

Conheça bem a empresa para qual presta serviço

Monte um plano de trabalho em cima de quais obrigações o cliente deve entregar e quais são os arquivos que devem ser auditados.

Assim tanto o seu trabalho, quanto os documentos do cliente ficam resguardados e organizados.

 

Dica extra: Mostre que não é mais do mesmo

A auditoria do arquivo puro do SPED FISCAL é muito comum, não mostra nenhum diferencial de seus negócios.

Utilize ferramentas que possam cruzar Notas Fiscais e Conhecimentos de Transporte; com a GIA e com a GIA-ST, para verificar os valores de ICMS; e com a DCTF, para verificar valores de IPI.

Monitore, também mensalmente, o estoque, observando saldos negativos e omissões de entrada e de saída.

 

Os arquivos são de sua responsabilidade, então saiba a procedência deles

É possível que, a empresa para a qual é prestado o serviço, um funcionário ou mais sejam responsáveis pelos documentos.

Entre em contato com o seu cliente e obtenha carta-branca para entrar em contato direto com os responsáveis pela documentação. Assim, você poderá cobrar os devidos prazos e documentos para atender seu cliente com perfeição.

 

Monte um plano de ação

Chegando até aqui, você viu que o foco é a organização.

Com todos os documentos e obrigações acessórias em mãos, obtenha um software que permita cruzar as informações e lhe dar o diagnóstico da empresa para qual presta serviço.

Atenção: Ter um software de Auditoria Digital, mas apresentar somente os problemas para o cliente não é uma solução. Você deve apresentar a análise e o caminho para a melhoria, como descrito nas dicas anteriores.

 

Crie um plano de melhoria contínua

O software lhe proporcionará todas as informações que necessita, mas cabe ao contratado pela empresa solucionar suas questões fiscais e contábeis, a relação de erros e acertos e como podem melhorar e crescer.

Selecione os problemas e soluções e, mês a mês, anote o que foi melhorado e o que ainda precisa de mais atenção, informe tudo ao cliente, mostrando que está mesmo comprometido com a saúde fiscal da empresa.

 

Cumpra os prazos

Os prazos curtos são um dos maiores problemas para a solução das obrigações acessórias.

Somente com um software de auditoria digital o profissional consegue auditar rapidamente os arquivos e, com isso, ter tempo para fazer as devidas análises e apresentar seu bom empenho e resultado.

 

Previna multas para a empresa

Organize e faça a auditoria de arquivos anteriores ao ano no qual está prestando serviço, como os de cinco anos atrás.

Dessa forma consegue-se perceber erros e acertos e ter uma base com dados sólidos para iniciar suas tarefas com a empresa e evitar multas futuras por erros que não foram listados anteriormente.

 

Revise o estoque

Muitos problemas podem ser solucionados se um cuidado maior for dado à conferência de estoque.

A revisão do acervo é uma das maneiras mais eficazes de detectar sonegação fiscal. Fique atento à saída e entrada de mercadorias.

Organize! O contador só necessita enviar o Inventário e todo o movimento de entradas e saídas através das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), o Auditor Digital faz o resto e, o profissional, o controle e análise das informações.

 

Pericie as áreas fiscal e contábil da empresa

A Auditoria Digital também é uma excelente ferramenta para confronto de informações, tais como laudos de Fiscalização.

A partir do diagnóstico feito pela Fiscalização eletrônica é possível elaborar um laudo com provas cabíveis para construir uma linha de defesa, caso seja necessária.

 

Proponha melhorias

Os arquivos antigos, de cinco anos atrás, já foram auditados eletronicamente. Sabe-se como encontrar os erros e acertos e quais são eles.

Agora é a hora de propor o caminho a ser seguido para que a melhoria realmente aconteça.

Como diriam, o contador tem “a faca e o queijo na mão”, basta pegar todas as informações que o Auditor Digital fiscalizou, analisar e apresentar à empresa contratante.

Isso mostra o quão comprometido com a melhoria do local o contador está, mostra que quer realmente resultados que conduzam a empresa para o sucesso, sendo mais um diferencial.

 

Feito tudo isso, o contador tem a confiança do contratante, pois a Auditoria Digital possibilitou a ele o maior tempo para pensar em soluções, pois os problemas já foram apresentados pelas ferramentas de fiscalização.

Com o aval do seu cliente, basta executar seus planos conforme faça a empresa crescer. Tanto o contador, quanto o contratante, irão colher os bons frutos da Auditoria Digital.

 

Quer ver mais dicas como essas? Acesse o blog da e-Auditoria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *