senso de pertencimento

Senso de pertencimento: o que é, importância e dicas para fortalecê-lo!

O senso de pertencimento é o resultado contínuo da valorização que a empresa dá ao colaborador, e vice-versa. Com isso, o engajamento e a motivação vão ser constantemente maiores, já que o profissional se sente parte elementar do desenvolvimento da empresa, e o seu sucesso vem acompanhado dos bons resultados obtidos na organização.

 

Seus colaboradores não precisam — e tampouco devem se sentir deslocados no dia a dia corporativo. Quanto mais integrados à cultura da empresa, identificados com os processos e por dentro dos rumos da organização, mais eles vão assumir um senso de pertencimento em suas respectivas carreiras.

E, com isso, devemos te perguntar: você sabe o que é o senso de pertencimento, quais são os seus benefícios e, principalmente, o que fazer para fortalecê-lo continuamente?

Para todas as questões acima, o nosso artigo de hoje tem todas as respostas. Siga com esta leitura, e entenda o valor que o senso de pertencimento pode agregar à sua marca e à satisfação (pessoal e profissional) do seu quadro de funcionários!

O conceito do senso de pertencimento

Sabe o tipo de profissional que “veste a camisa” e se emociona, junto com a empresa, independentemente dos resultados obtidos? Isso é, sem dúvidas, um exemplo evidente de senso de pertencimento na empresa!

Afinal de contas, essa sensação contínua surge quando o colaborador se sente parte fundamental da organização. E isso só se obtêm quando existem esforços reais de reconhecimento e valorização dos seus profissionais.

Em outras palavras: o senso de pertencimento é uma resposta natural da valorização que a empresa dá ao seu profissional, e vice-versa. Um ciclo contínuo, portanto, que pode ser constantemente evoluído.

Os benefícios em incentivar o senso de pertencimento na empresa

Se existe um esforço em aproximar o colaborador das conquistas de uma empresa, isso só tende a melhorar o clima organizacional, como um todo.

É só pensar, por exemplo, nas relações pouco produtivas entre gestores e funcionários, quando o primeiro colhe para si todos os frutos de uma conquista coletiva. Agora, quando o mero esforço já é reconhecido em cada um, o semblante é diferente — bem como o esforço em alcançar novos objetivos e metas, futuramente.

Dessa maneira, ao trabalhar o senso de pertencimento em sua empresa, diversos benefícios podem fazer parte do seu dia a dia, como:

 

Redução de conflitos

Fazer com que todos entendam os seus propósitos, na empresa, contribui para uma distribuição mais harmônica de responsabilidades.

Sem falar que, assim, todos sabem como desempenhar um papel fundamental em sua etapa do processo, angariando resultados melhores, continuamente, até conseguir almejar uma nova posição internamente.

 

Comunicação mais fluída e objetiva

Essa valorização individual e coletiva se traduz, também, em menos ruídos na comunicação corporativa. Todos sabem para onde a empresa vai, por exemplo, quais são os seus conflitos e objetivos, e o que ela espera dos seus colaboradores para o desenvolvimento contínuo da marca.

Por sua vez, é claro para eles, também, quais são as recompensas obtidas com esse esforço em enriquecer o valor agregado promovido pela empresa.

 

Mais engajamento

Como uma boa relação, o senso de pertencimento oferece vantagens para todas as partes envolvidas. Aqui, o ideal é entender o que os seus colaboradores buscam, e quais são os seus objetivos e necessidades.

Por consequência, tudo o que a empresa faz, para auxiliar na conquista desses objetivos, é revertido em empenho e dedicação. E esse é o grande trunfo do senso de pertencimento: promover as pessoas a partir da realização dos seus desejos pessoais e profissionais, garantindo que ambos serão realizados quando se empenharem em suas atividades na empresa.

Vale destacar, ainda, que a motivação e a produtividade vão ser também melhoradas, nesse processo. E isso agrega mais resultados (e lucros) para a organização, que nem precisa investir em mais equipamentos e mão de obra para isso. Mais, portanto, com a mesma quantidade de elementos na equação.

As 5 dicas para estabelecer e aprimorar o senso de pertencimento

Abaixo, reunimos algumas dicas pontuais para você desenvolver e manter o senso de pertencimento vívido no perfil dos seus colaboradores. Confira!

 

1. Melhore a comunicação interna da empresa

É por meio de uma implementação eficiente de comunicação, que as empresas transmitem e recebem as mensagens sem obstáculos.

Isso ajuda a entender melhor as demandas dos colaboradores (objetivos, interesses, frustrações e desafios, por exemplo) e a traduzi-las em ações eficientes para que se empenhem mais a fim de solucioná-las.

 

2. Defina os pilares institucionais da empresa

Sem o estabelecimento dessa questão, a empresa não consegue exigir o mesmo perfil de seus profissionais e, consequentemente, fica difícil associar a cultura da empresa aos objetivos e necessidades das pessoas.

Ao ter uma visão estabelecida, portanto, ambos os lados entendem o que é esperado de si, permitindo um alinhamento gradual e enriquecedor para que os resultados apareçam para todos. E, com isso, o senso de pertencimento se fortalece no seu profissional, que vai ser mais e mais engajado aos resultados.

 

3. Crie um plano de carreira

Além do reconhecimento que muito profissional espera dos seus gestores, o senso de pertencimento pode ser melhor desenvolvido quando o indivíduo tem, muito bem definida, toda a sua jornada dentro da empresa.

E isso pode ocorrer com a consolidação de um plano de carreira, que é todo o mapeamento dessa jornada. Em curto, médio e longo prazo, o colaborador entende o resultado e as consequências de suas ações, permitindo a avaliação precisa de como, quando e onde eles podem evoluir junto com a organização.

 

4. Crie momentos de descontração

Junto com o plano de carreira, o senso de pertencimento pode ser valorizado a partir da criação de momentos de descontração. Nem tudo se define no trabalho, afinal de contas.

Crie happy hours, integre as equipes, promova competições saudáveis e estabeleça uma rotina menos estressante e mais recompensante. Com isso, cada um vai saber de sua responsabilidade, e do cuidado que a organização tem em não sobrecarregar os seus recursos humanos nesse processo.

 

5. Use o endomarketing

Com base em tudo o que foi falado, até aqui, o endomarketing pode ser o diferencial para a geração de um perpétuo senso de pertencimento na sua empresa. Isso porque, a técnica pode ser aplicada de múltiplas formas, como:

Quer dar um passo além, no estabelecimento de um senso de pertencimento aos seus colaboradores? Então, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais, e marque os colegas de RH que vão se entusiasmar com a elaboração desse projeto na empresa onde trabalham!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.