saude-masculina-e-prevencao

Como conscientizar colaboradores sobre saúde masculina e prevenção

Cuidar do bem-estar dos colaboradores é dever de toda empresa que deseja manter uma equipe engajada, produtiva e satisfeita. Nesse sentido, há um tema que merece ser discutido mais a fundo: a saúde masculina e prevenção a doenças. A razão disso é que muitos homens costumam negligenciar a própria saúde. 

Em um estudo do Centro de Referência em Saúde do Homem em São Paulo, 70% das pessoas do sexo masculino que procuraram um médico, só o fizeram por pedido da esposa ou dos filhos. Dentre eles, mais da metade adiaram a ida ao consultório e já chegaram com doenças em fases avançadas.

Na última pesquisa do IBGE, o número de consultas médicas realizadas por mulheres superou em 80 milhões as feitas por homens. Pensando nisso, listamos neste post algumas dicas para conscientizar colaboradores sobre a saúde masculina e prevenção a doenças:

  1. crie campanhas de conscientização;
  2. faça parcerias com consultórios;
  3. estimule a prática de esportes;
  4. promova alimentação saudável;
  5. fale sobre saúde mental.

Quer saber mais sobre essas ações? Confira os detalhes a seguir!

1. Crie campanhas de conscientização

Campanhas de conscientização são sempre uma boa maneira de abrir diálogo sobre saúde masculina e prevenção a doenças, pois atingem um grande número de pessoas.

Uma dica interessante é aproveitar grandes campanhas como o Novembro Azul, que tem como foco a prevenção ao câncer de próstata. No Brasil, um a cada seis homens é alvo da doença, que é o o segundo tumor maligno mais comum entre os homens, como confirmou o instituto World Cancer Research Fund

Uma data como essa, dedicada a falar sobre um tema tão relevante, não pode passar em branco nas empresas. Por isso, vale a pena programar um mês cheio de eventos e ações para colocar o assunto em discussão. Veja abaixo alguns exemplos do que pode ser feito:

  • materiais gráficos, como cartilhas e panfletos;
  • decoração especial;
  • stickers de WhatsApp;
  • vídeos com histórias inspiradoras de colaboradores;
  • desafios, games e atividades interativas.

Vale lembrar que essas ideias não se aplicam só ao Novembro Azul. Elas podem ser utilizadas em campanhas espontâneas ao longo de todo o ano, ligados à saúde não só masculina, mas também a prevenção em geral.

2. Faça parcerias com consultórios

Para promover a saúde masculina e prevenção a doenças, é possível oferecer aos colaboradores consultas com descontos ou até mesmo gratuitas. Tudo vai depender do tipo de parceria que a empresa fizer com os consultórios médicos.

Algumas organizações, inclusive, alocam equipes médicas de hospitais parceiros dentro do prédio, para facilitar ainda mais o acesso a consultas e exames. Ter o acompanhamento de saúde no dia a dia, pode contribuir para que os homens façam check ups mais constantes e não ignorem a própria saúde.

3. Estimule a prática de esportes

O sedentarismo atinge 70% dos brasileiros, de acordo com um levantamento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. E a influência desse problema na saúde das pessoas é péssima: a falta de atividade física contribui para problemas cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de câncer, entre outras doenças.

Portanto, quando se fala em saúde masculina e prevenção, o sedentarismo é um ponto de atenção importante. Apesar de se exercitarem mais que as mulheres, a taxa de homens que não praticam nenhuma atividade física ainda é alta: 57,3%, segundo o Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional.

Apesar disso, as empresas têm algo a seu favor para reverter essa situação: muitos homens são altamente ligados ao esporte, nem que seja só acompanhando pela TV. Então, que tal promover iniciativas para colocá-los em ação neste universo que eles tanto gostam?

Crie eventos para prática esportiva na equipe, como encontros para jogar futebol ou grupos de corrida. Além de estimular o cuidado com o corpo, existe o benefício de aumentar a interação e o vínculo entre os colegas de empresa.

Parcerias com academias ou academia na empresa, se houver estrutura, também são ótimas dicas. Quanto mais fácil for o acesso à atividade física, maior é a chance de o colaborador começar a praticar.

4. Promova alimentação saudável

O cuidado com a nutrição também é parte importante do diálogo sobre saúde masculina e prevenção. Por se preocuparem menos com a saúde que as mulheres, muitos homens acabam tendo hábitos alimentares ruins, como consumir muita junk food, frituras e comidas gordurosas em geral.

Porém, tudo o que comemos influencia no nosso corpo. Portanto, uma alimentação desregrada pode, a longo prazo, causar doenças crônicas, como obesidade, colesterol alto e problemas cardíacos, entre outras.

É importante educar os colaboradores nesse sentido, com palestras e eventos internos dedicados ao assunto. 

Também é papel da empresa facilitar o acesso à alimentação saudável, com cardápio equilibrado no refeitório, snacks de qualidade à tarde e acompanhamento com nutricionistas. 

Com conscientização e prevenção, os resultados podem ser muito positivos na alimentação dos homens da empresa.

5. Fale sobre saúde mental

Se os homens já são resistentes aos cuidados com a saúde física, quando se trata de saúde mental o problema é ainda maior.

Muito disso se deve à questão cultural: o machismo enraizado transmite a ideia de que o homem precisa se mostrar sempre tempo. Por isso, problemas como o estresse, a ansiedade e a depressão são tratados por eles como “fraqueza” ou “frescura”.

Porém, pesquisas revelam a verdade sobre o tema. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a média de suicídios entre homens no Brasil é de 13,7 para cada 100 mil habitantes. Entre as mulheres,o número cai para 7,5.

Pode parecer radical, mas isso serve para ilustrar o quanto os homens sofrem calados e não reconhecem que têm um problema de saúde. E, quando reconhecem, muitos se recusam a buscar tratamento ou falar sobre isso.

Por isso, falar sobre saúde mental é fundamental na conscientização dos colaboradores sobre saúde masculina e prevenção. Realize campanhas e ações que quebrem esse tabu e deixe as pessoas confortáveis para falar sobre isso no trabalho, sobretudo os homens, que costumam ter mais dificuldade em se abrir.

>> Para saber mais sobre o assunto, confira este outro post do blog:
Por que preservar a saúde mental dos seus colaboradores? <<

 

Agora que você já sabe como conscientizar os colaboradores sobre saúde masculina e prevenção, que tal colocar o que aprendeu em prática? Fique sempre atento aos temas mais importantes para discussão e não hesite em abrir esse diálogo na empresa. Isso com certeza vai aumentar muito a qualidade de vida de todos na sua equipe!

Gostou do artigo? Conte pra gente nos comentários como a sua empresa lida com a saúde masculina no dia a dia. Estamos a disposição para conversar sobre qualquer dúvida que você tenha sobre o assunto.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.