sair da poupança

5 passos para sair da poupança e começar a investir!

Sair da poupança pode ser um desafio e tanto para o brasileiro — especialmente, porque uma série de fatores interfere nessa decisão, como a praticidade e conveniência desse modelo financeiro. Só que existem muitas outras modalidades que podem mudar o seu perfil e garantir um rendimento continuamente melhor, como:

  1. Possibilidade de mudar de hábitos;
  2. Alinhamento do investimento com os seus objetivos;
  3. Conheça mais a respeito de outras formas de investimento;
  4. Planeje a média de investimento periódico;
  5. Procure por uma boa corretora de investimentos.

 

Embora seja uma das modalidades mais populares de investimento do país, muitas pessoas estão sendo orientadas a sair da poupança para valorizar ainda mais os seus rendimentos.

E o motivo que você pode se perguntar é: por quê?

Neste post, vamos justamente responder a essa pergunta, apontando algumas dicas para você sair da poupança e assumir mais o controle de sua renda — o que permite uma aproximação mais qualitativa dos seus objetivos financeiros!

Boa leitura!

Por que sair da poupança?

Quando se percebe que boa parte dos brasileiros dá preferência pela poupança por conta da sua facilidade e praticidade, percebemos que falta, apenas, conhecimento sobre o assunto.

Isso porque, embora seja realmente prática, ela não é a melhor maneira de valorizar os seus rendimentos —  especialmente, em médio e longo prazo.

Quer ver, então, alguns motivos interessantes para você considerar também outras formas de investimento? Aqui vão!

 

1. Possibilidade de mudar de hábitos

Embora as pessoas tenham medo de embarcar em mudanças e o desconhecido acelere uma série de receios, sair da poupança pode ser uma maneira de investir em novos objetivos também.

Para tanto, é importante avaliar qual modalidade tem mais a ver com você, mas só de transformar a sua rotina em algo novo, e com melhores perspectivas, já deveria ser um bom motivo para impulsionar você a essa jornada.

 

2. Alinhamento do investimento com os seus objetivos

Com base no que falamos acima, não adianta sair da poupança sem um planejamento prévio. E isso começa com o seu autodiagnóstico: o que você pretende, ao poupar dinheiro?

Isso influencia, e muito, a sua decisão porque existem investimentos para diferentes perfis — alguns são melhores para curto prazo, como a própria poupança, enquanto existem outras modalidades que têm tudo a ver com o investidor que pensa em poupar para o futuro — como os investimentos para a aposentadoria.

 

3. Conheça mais a respeito de outras formas de investimento

Não há investimento sem risco. E isso inclui a própria poupança. O que existe, por sua vez, são investimentos com baixos, médios e elevados riscos para o investidor.

Só que, quando você entende quais são esses riscos, e aprende a contorná-los por meio de uma boa estratégia de investimento, você equilibra-se sobre uma rotina mais controlada e imune a imprevistos.

Portanto, vá ao fundo de cada modalidade de investimento. Conheça-as e avalie qual tem mais a ver com o que você tem definido para a sua renda. Isso faz toda a diferença.

Em geral, você deve saber que existem os investimentos em renda fixa, como:

  • Tesouro Direto;
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB);
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI).

Os de rendas variáveis, como o mercado de ações e o câmbio, costumam oferecer valores maiores, bem como riscos também. E é aí que entra o cuidado com o que você procura, e o conhecimento que tem de cada um desses modelos de investimentos.

 

4. Planeje a média de investimento periódico

Para complementar o que falamos acima, sair da poupança pode ser uma maneira inspiradora de alcançar as suas metas com mais facilidade. Por isso, comece avaliando os seus gastos e rendimentos para, em seguida, definir uma média que será poupada todos os meses.

Por que fazer isso? Simples: você assume um compromisso consigo e cria mais disciplina e foco para conquistar as suas metas, com o menor número de obstáculos pelo caminho.

 

5. Procure por uma boa corretora de investimentos

Poucas pessoas conseguem sair da poupança e embarcar em diferentes investimentos sem uma série de percalços. E é aí que a corretora de investimentos pode ajudar você a navegar por águas menos turbulentas.

Isso porque, esse tipo de empresa atua como uma intermediária entre você e o mercado, promovendo mais assertividade, precisão e consciência nos melhores investimentos para o seu perfil, objetivos e necessidades.

O que levar em consideração ao sair da poupança?

Os motivos acima já foram suficientes para motivar você a sair da poupança? Então, veja também o que pode ajudar na sua tomada de decisão assim que você tiver o seu dinheiro em mãos para ingressar em uma nova forma de investimento!

 

Liquidez

Liquidez baixa significa que você pode sacar o investimento sem perdas em menos tempo. Liquidez altas, por sua vez, tendem a ser aquelas opções que exigem um longo prazo para a retirada dos recursos investidos.

É um dos fatores, inclusive, que coloca a perder os planos de muitas pessoas, que acreditam que não vão mexer nos recursos por um bom tempo, e se veem na necessidade diante de algum imprevisto.

 

Fundo Garantidor de Crédito

Renda fixa, nos investimentos, tende a ser um elemento de caráter conservador, mas isso não impede os riscos como havíamos adiantado. 

Vale, por isso, sempre se atentar à existência do FGC, o Fundo Garantidor de Créditos, que é uma entidade cujo propósito consiste em proteger os investidores caso exista uma intervenção qualquer — como a quebra da instituição financeira que você se relaciona. 

Assim, todo e qualquer investidor tem proteção para o limite de R$ 250 mil, uma cobertura válida para as modalidades de renda fixa.

Quando sair da poupança?

E então, agora que você já tem algumas informações interessantes para sair da poupança, que tal colocar os seus planos em prática imediatamente?

Afinal de contas, o planejamento é em curtíssimo prazo, enquanto os seus grandes objetivos financeiros podem ser pensados para o longínquo futuro. Mas, convenhamos: é melhor começar hoje, não concorda?

 

Se você precisar de mais ficas para sair da poupança e fugir do estresse financeiro começando a ter mais consciência a respeito da valorização dos seus investimentos, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e a seguir-nos no Instagram e LinkedIn! Lá, você vai ficar por dentro de todas as nossas novidades em primeira mão!

 

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.