Confira 7 dicas para ter um RH estratégico e alavancar o sucesso da sua empresa!

O RH estratégico faz parte de um modelo de gestão que adota inúmeras ferramentas para alcançar a motivação dos funcionários e a efetividade dos processos.

Neste artigo vamos falar sobre o papel decisivo do RH estratégico para o futuro da empresa. Iremos apresentar algumas dicas que podem oferecer maior efetividade organizacional aos processos e bem-estar social no ambiente da empresa. Confira nossas dicas.

 

A importância de um RH estratégico para os resultados

As empresas mudam e, diante disso, o modelo de gestão para um RH estratégico também precisa acompanhar essas mudanças, atendendo as exigências de um mercado volátil.

Os profissionais de RH precisam compreender os passos que a empresa necessita dar em direção ao futuro. Com o objetivo de desenvolver a equipe nessa direção.

Atuar nessa linha é se voltar mais para o desenvolvimento do profissional. No sentido de proporcionar a ele um comportamento estratégico. Ou seja, um RH estratégico pode utilizar ferramentas como iniciativas e o interesse no que acontece globalmente na organização e no envolvimento direto com a empresa.

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre como um formato de RH estratégico pode trazer efetividade organizacional e bem-estar social na empresa. Confira as dicas:

 

Mapeamento de toda a empresa

Para que ocorra a implantação de um modelo de RH estratégico se faz necessário um diagnóstico bem detalhado da situação atual em que se encontra esse setor.

Com esse diagnóstico, consegue-se identificar a situação atual internamente e externamente. Focando no que se deve dar mais atenção. Assim, há a possibilidade de utilizar essa análise como uma “âncora” para avançar com o modelo.

Identificando assim, os acertos e erros, desde situações consideradas mais simples como a de contratações de profissionais, até as tidas como mais complexas.

É o momento de organizar tudo e praticar as mudanças necessárias, visando esse modelo de RH estratégico. Isso só será possível se você conhecer bem a empresa e suas necessidades. Já que cada uma valoriza ou prioriza um processo específico.

 

Delimitar o foco de atuação

As estratégias organizacionais que você irá adotar em sua empresa devem ser claras, objetivas e de fácil compreensão. Para gerar sentido para as pessoas.

Visões estratégicas muito amplas podem perder sua riqueza de conteúdo. Por isso a importância de que tais visões atendam os interesses e necessidades da sua empresa.

Por si só, o modelo não garante o sucesso se não estiver em sintonia com pessoas comprometidas e competentes. São elas as responsáveis pela evolução dos projetos.

O RH estratégico precisa buscar criar uma conexão entre as pessoas e a estratégia da empresa. Isso é uma gestão eficaz de pessoas dentro de uma organização. Essa conexão, nada mais é do que o alinhamento entre o planejamento do RH com o da organização.

 

Criação e retenção de talentos

Como em qualquer time de futebol, que perde seus bons jogadores para outros times, é preciso ficar atento com os colaboradores da empresa e estimular seus talentos.

Faz-se necessário que a estrutura organizacional de uma empresa tenha uma política interna de benefícios para a criação e retenção de talentos. Não basta apenas proporcionar um ambiente que incentive o talento do colaboradores. É preciso fazer com que ele permaneça interessado em contribuir com o crescimento da empresa.

É imprescindível conhecer qual o perfil desses colaboradores e lançar estratégicas que possibilitem a retenção desses talentos para a organização.

Essa política de RH estratégico, sendo incorporada na empresa, irá impactar diretamente nos estímulos para que profissionais qualificados sejam contratados.

 

Quer saber mais como reter talentos na sua empresa? Baixe nosso Guia de Retenção de Talentos e obtenha sucesso. É só você responder o formulário:


 

Análises críticas constantes

É preciso estar atento a reavaliações e novas alternativas desse modelo constantemente. Diante disso, é importante que reuniões sejam feitas, de acordo com o tamanho e perfil da empresa, visando que toda a equipe contribua na análise crítica do RH na empresa.

Aliada a formação e a dedicação, a humildade também é uma palavra-chave para quem busca ter sucesso em seus projetos. Ser humilde no diagnóstico das críticas que irá receber nessas reuniões é fundamental. Isso irá permitir que você possa avaliar melhor suas ações e seus resultados.

As competências da sua equipe também precisam ser ininterruptamente avaliadas e a importância de você se manter, junto com essa equipe, atualizado. Buscar novas ideias e aprofundar-se no tema são sempre úteis para que o RH estratégico. Eventualmente, coloque-as em prática quando julgar necessário.

 

Acompanhar os resultados

Mensurar os resultados é importante para que eles estejam em função dos objetivos gerais da empresa. Diante disso, para o RH estratégico, fica muito mais fácil traçar metas e escolher melhor as decisões a serem tomadas, em diferentes opções.

Faça a opção de adotar indicadores-chave de desempenho, as famosas KPIs, justamente para avaliar o andamento da gestão pessoal na empresa. Isso irá contribuir ainda mais com a política de retenção de talentos, por exemplo, trazendo um ambiente melhor para o local de trabalho.

Esses indicadores permitem conhecer o perfil do colaborador e até mesmo ajudar para contribuir que o ambiente de trabalho esteja mais apto para o sucesso de toda a empresa.

Alguns desses indicadores são:

  • Headcount: Métrica que avalia o número de colaboradores, separando-os por faixa etária, nível salarial, entre outros. Obtendo assim informações mais precisas de cada funcionário;
  • Absenteísmo: Métrica que quantifica as faltas de cada funcionário, criando um percentual comparativo de faltas e horas trabalhadas. Indicador ideal para identificar possíveis problemas em um setor específico, por exemplo;
  • Turnover: Comparativo feito da quantidade de funcionários que saíram da empresa com a quantidade atual de colaboradores. É um mecanismo eficaz para identificar se há perda de profissionais da empresa para a concorrência e contribui no desenvolvimento de uma política específica de retenção de talentos.

 

Formação da equipe

É necessário ter prudência e saber formar o grupo que fará parte da sua equipe neste novo modelo implantado de um RH estratégico. Todas as atividades ligadas à área de Recursos Humanos devem ser feitas com dedicação desses profissionais, fomentando o trabalho de coletividade.

Quando cada membro dessa equipe sabe o que o outro faz, isso torna a produtividade muito mais crescente neste ambiente. Isso possibilita que cada um compreenda que todos estão no mesmo time. Ou seja, todos são responsáveis pelo sucesso ou fracasso desse time.

As etapas para a formação de qualquer equipe são básicas e todos sabem. Primeiro se contrata o profissional para depois treiná-lo para a função que lhe será confiada. O grande desafio de um líder está em não apenas treinar esse profissional, mas promover conhecimento para o crescimento do mesmo e, consequentemente, da equipe toda.

 

Importância do ambiente de motivação

Devidamente qualificados, é importante a motivação estar presente nesse ambiente de trabalho. É uma tarefa difícil, mas não impossível de ser realizada.

É possível criar condições para que o ambiente seja motivacional para a equipe, através de projetos que criem lideranças capazes de exercitar o comprometimento das pessoas.

Faz-se necessário que um RH estratégico consiga estabelecer objetivos com clareza, apontando os caminhos para que a equipe saiba o que fazer para a empresa.

Criar um ambiente motivador é também estimular o aperfeiçoamento das aptidões de cada colaborador, delegando aos mesmos, tarefas que contribuam para isso e também os treinando constantemente em suas áreas, aliando-se com as necessidades da empresa.

 

O papel decisivo do RH estratégico

O RH estratégico é responsável por promover o crescimento e a solidez do negócio por meio de pessoas competentes e motivadas.

Mais do que apenas ser o responsável pela contratação e demissão de profissionais, o RH estratégico é um setor que interage com os demais setores da empresa, compartilhando ideias e informações.

Tal modelo de RH consegue trazer uma contribuição eficaz para toda a empresa, permitindo que ela possa ser mais competitiva no mercado. Assim, o RH estratégico pode administrar melhor seus recursos, sejam eles financeiros ou materiais.Quer saber mais sobre como fazer a diferença nos resultados da sua empresa? Leia nosso artigo “Dicas para o RH ser visto como um setor decisivo nos resultados”, clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *