É praticamente um consenso no mercado de que vale mais a pena criar ações para manter o engajamento dos colaboradores do que criar um ciclo vicioso de rotatividade. Por isso, muitas empresas estão levando em conta a relação turnover e benefícios para funcionário.

Não à toa um estudo da Kronos e da Future Workplace mostrou que 87% dos líderes de RH reconhecem que a retenção de talentos é a grande prioridade das empresas. Isso porque a continuidade de um funcionário é sinônimo de resultados.

Portanto, há uma grande relação turnover e benefícios para funcionário. Já que os empregados são as engrenagens da empresa e quanto mais felizes e motivados eles estiverem maiores as chances de entregarem bons resultados a organização.

Atualmente o salário já não é suficiente para atrair ou reter um talento. 

Um bom pacote de benefícios é de fato um diferencial. Inclusive para 90% das pessoas é ele que faz com que elas decidam ficar ou não numa determinada empresa, revelou uma pesquisa da Insper.

Quer saber mais sobre a relação turnover e benefícios para o funcionário? Como, por exemplo, os custos entre os dois, opções de benefícios e como diminuir a rotatividade? Siga neste artigo e saiba como manter seus colaboradores felizes e motivados.

A taxa de turnover

A taxa de turnover ou rotatividade indica o tempo em que os funcionários costumam ficar na empresa. Se o valor for alto, a tendência é que a empresa venha tendo gastos excessivos com tempo e recursos para novos recrutamentos e treinamentos.

Para calcular esse índice é só relacionar admissões e desligamentos, conforme a fórmula abaixo.  

É necessário, porém, que o valor fique abaixo dos 5%. Caso ele seja maior que isso é preciso entender o que está impedindo seus colaboradores de se engajarem com a empresa. Em muitas situações há uma relação turnover e benefícios para funcionários.

A falta dos benefícios pode estimular o colaborador a buscar novos ares ou um ambiente onde ele possa se sentir bem e valorizado.

Custos do Turnover

De acordo com o Work Institute até 2020 mais de 47 milhões de empregados sairão do trabalho voluntariamente. Nos EUA são gastos mais de 2,9 milhões de dólares por dia na busca por novos empregados.

A rotatividade custa em torno de um terço dos ganhos anuais de um profissional, segundo o Instituto do Trabalho Americano e 33% são gastos com trabalhadores temporários e processos de recrutamento.

No Brasil a realidade não é diferente, já que o país é o campeão do turnover, com um aumento de 82% desde 2010, revelou pesquisa Global da Robert Half. Podemos destacar entre os principais problemas causados pelo turnover:

  • custos com demissão;
  • custos com nova admissão;
  • gastos com novos treinamentos;
  • redução da produtividade;
  • diminuição dos resultados.

Por isso, é tão importante entender a relação turnover e benefícios para funcionário. Toda ação estratégica pode fazer com que o colaborador se sinta satisfeito no ambiente de trabalho e desista de sair de uma empresa.

O uso de benefícios na retenção de talentos

Para entender a relação de turnover e benefícios para funcionário é preciso conhecer o desejo dos empregados. No mercado atual, mais de 40% dos profissionais valorizam e se dizem atraídos por um bom pacote de benefícios, segundo pesquisa da Catho.

Ou seja, há uma relação turnover e benefícios para funcionário que deve ser considerada nos planos estratégicos de atração e retenção de talentos

Isso porque quando profissional é valorizado, ele tende a aumentar sua produtividade e satisfação com a empresa. Até porque um funcionário feliz eleva em 31% sua produtividade, revelou um estudo da Universidade da Califórnia.

Com um bom pacote de benefícios a empresa tende a: 

  • potencializar a produtividade da equipe
  • elevar os resultados; 
  • aumentar a satisfação dos colaboradores; 
  • reduzir a taxa de turnover; 
  • atrair e reter talentos.

Mas quais benefícios eu posso oferecer aos meus colaboradores? Conheça alguns deles abaixo. 

Dicas de benefícios: o que posso utilizar 

A relação turnover e benefícios para funcionário também pode ser vista em uma pesquisa realizada pelo Ziegler Investment Banking, onde para 79% dos executivos, o recrutamento e a retenção de talentos é a maior preocupação.

Neste sentido, algumas estratégias podem ajudar na relação turnover e benefícios para funcionário. Onde um pacote atrativo pode ser um diferencial para criar uma relação justa e amistosa entre empregado e empregador.

Conheça alguns dos benefícios mais atrativos do mercado.

 

Home-office

As facilidades do home-office podem sanar possíveis atritos na relação turnover e benefícios para funcionário. Uma vez que esse tipo de vantagem é extremamente atrativa no mercado.

81% dos profissionais do país gostariam de ter essa flexibilidade no trabalho, para trabalhar de casa ou em outro ambiente externo, indicou uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

 

Treinamento

“Reconhecimento é a melhor forma de estimular alguém” Mário Sérgio Cortella

Treinamento, estímulo aos estudos e muito mais. A relação turnover e benefícios para funcionário passa necessariamente por uma análise minuciosa da valorização dos seus empregados. 

E assim, é fundamental levar em conta benefícios como de formação e treinamento.

Quando o colaborador reconhece que a empresa está apostando e acredita no seu crescimento profissional, tende a trabalhar mais motivado. Porém, no Brasil o cenário de investimento em benefícios direcionados a treinamento é bem baixo.

Uma pesquisa recente da Associação Brasileira de Treinamento sinalizou que as empresas no país investem apenas R$ 788 por funcionário ao ano, enquanto nos EUA a média de investimento por colaborador é de US$ 1,2 mil, mais de R$ 4 mil.

 

Planos de saúde

O sistema de saúde no país não é nada bom, por esse motivo os planos médicos são vistos como um dos principais benefícios no mercado.

Cerca de 74% dos empregados, segundo uma pesquisa da Catho, veem o convênio como um item motivador dentro de um bom plano de benefícios, passando a ser um fator diferencial e determinante na contratação e retenção de talentos.

 

Política de cargos e salários

Qualquer colaborador deseja não só ser valorizado pela empresa que trabalha, mas também ter um plano de carreira em que possa ter o direcionamento necessário para evoluir na empresa.

Esse inclusive pode ser um grande estímulo para manter sua alta produtividade. Nessa relação turnover e benefícios para funcionário, um bom plano de cargos e salários pode, portanto, contribuir com a retenção de talentos.

Já que o colaborador saberá exatamente qual caminho ele deve seguir a curto, médio e longo prazo. Tendo uma exata noção do que precisa percorrer para ascender na empresa e quanto tempo isso deve levar. 

 

Salário Sob demanda

O salário sob demanda é o mais novo benefício que reduz o turnover e beneficia o funcionário, porque são raras as empresas que se preocupam com o bem-estar financeiro de seus colaboradores. 

O benefício permite o funcionário antecipar o salário quando e onde quiser, evitando os juros abusivos do cheque especial, ou juros rotativo do cartão de crédito. 

Portanto, o Xerpay é a plataforma que permite que os colabores de uma empresa façam adiantamento do salário por um preço muito mais em conta do que os juros

A importância de investir em um plano de benefícios 

Um estudo da Universidade de Warwick revelou que empregados felizes e satisfeitos com o trabalho se dedicam cerca de 12% a mais do que aqueles que estão insatisfeitos. 

Parte dessa satisfação, no mercado atual, tem a ver com um bom pacote de benefícios que as empresas oferecem. 

92% dos empregados colocam os benefícios como determinantes para sua satisfação no trabalho, mostrou uma pesquisa da Society for Human Resource Management (SHRM).

Sendo assim, é fundamental que as empresas deem uma grande atenção na relação turnover e benefício para funcionário. Pois, quanto mais os empregados estiverem felizes, maiores as chances de retê-los na organização.

E não só isso, com a diminuição da rotatividade aumentam as chances de resultados e de crescimento do profissional e da própria empresa. Já que assim ela terá um time mais experiente e engajado.

No mercado atual os benefícios não só se tornaram parte importante e complementar do salário, mas sim uma vantagem quase que obrigatória para as empresas que querem vencer a concorrência.

Quer mais dicas sobre como reduzir o turnover na sua empresa? Leia nosso artigo dedicado ao assunto clicando aqui.