Inscreva-se

Como montar um programa de desenvolvimento na empresa
Cultura da Empresa

Como montar um programa de desenvolvimento na empresa

Um programa de desenvolvimento é uma ferramenta estratégica que visa o crescimento profissional dos colaboradores da empresa. Tudo isso é feito através do aprimoramento de suas competências e habilidades. Esse é uma importante recurso no que se refere à Gestão de Talentos, sendo uma parte essencial dessa estratégia.

 

Diferentemente do que ocorre na Gestão de Pessoas tradicional — que, em geral, concentra seus esforços apenas em treinamentos técnicos —, um Programa de Desenvolvimento busca investir nos mais diversos meios de capacitação, visando criar equipes mais qualificadas.

Continue acompanhando o post de hoje e saiba mais sobre como o RH deve montar um Programa de Desenvolvimento na empresa:

 

Benefícios do Programa de Desenvolvimento

Como foi dito, um dos principais benefícios trazidos pelo Programa de Desenvolvimento é o investimento e aprimoramento profissional dos talentos da empresa. E isso vai além das capacitações de curto prazo, que trarão resultados imediatos.

As capacitações personalizadas são as ferramentas ideais para desenvolver habilidades específicas. Dessa forma, é possível formar profissionais aptos a ocupar cargos-chave dentro da empresa. Assim, a empresa consegue suprir as necessidades de forma muito mais completa.

O desenvolvimento de talentos acarretado pelo Programa está diretamente relacionado à construção de times de alta performance, outro benefício fundamental. Isso porque, com colaboradores bem-treinados, tanto individualmente quanto em grupo, as equipes se tornam mais sinérgicas e eficientes, com uma atuação mais focada e maior produtividade.

Com isso, os resultados globais da empresa sofrem impactos positivos significativos. Isso também influenciará na experiência do cliente, trazendo maior retorno financeiro para o empreendimento.

Também vale lembrar que, nos dias atuais, as possibilidades de desenvolvimento e crescimento profissional são extremamente valorizadas pelos profissionais que buscam uma colocação no mercado. Diante disso, oferecer um Programa de Desenvolvimento de excelência se torna um diferencial competitivo quando o assunto é atração e retenção de talentos.

Após finalizar a leitura, recomendamos que você baixe esse eBook gratuito. Nele você irá entender quais são as estratégias eficazes para reter talentos! Responda o formulário e receba agora mesmo:


Programa de desenvolvimento: do planejamento à implementação

Assim como qualquer projeto ou novo processo a ser implementado dentro da empresa, existem algumas etapas básicas que devem ser seguidas para montar um Programa de Desenvolvimento na empresa:

  1. Análise de cenário;
  2. Mapeamento das necessidades;
  3. Abordagem e metodologia;
  4. Ferramentas e recursos;
  5. Divulgação e acompanhamento.

Esses cuidados garantem a eficiência do programa e uma menor margem de erro, evitando o desperdício de recursos financeiros e o tempo despendido pelo time de Recursos Humanos.

Abaixo, listamos detalhadamente as etapas, mostrando o que deve ser considerado em cada uma delas. Confira:

 

1. Análise de cenário

O passo inicial para o desenvolvimento da estratégia do Programa de Desenvolvimento é fazer uma análise realista do cenário atual da empresa.  Nesta etapa, é importante verificar o nível de performance dos colaboradores, objetivos gerais e individuais, resultados e principais gargalos.

Isso exige um olhar individualizado para cada colaborador e também para cada time. Portanto, neste momento, é importante contar com o apoio dos líderes e gestores das equipes. Afinal, eles são as pessoas que lidam diretamente com cada um dos membros da empresa.

 

Mapeamento das necessidades

Após o estudo do cenário atual, é hora de mapear os principais gargalos e necessidades a serem supridas.

Essa etapa também exige uma análise individualizada, bem como deve levar em conta as necessidades e objetivos globais da empresa. Assim, a estratégia do programa de desenvolvimento será equilibrada.

Uma forma bastante eficaz de mapear as necessidades de desenvolvimento das equipes é usar ferramentas de coleta de informação. Por exemplo: ao aplicar formulários com questões direcionadas para o diagnóstico que o RH deseja realizar. Lembre-se, nessa hora, de considerar não apenas as demandas de capacitação, mas também o estilo de aprendizagem e preferências.

 

Abordagem e metodologia

A abordagem adotada no Programa de Desenvolvimento deve ter foco no aperfeiçoamento contínuo dos colaboradores. Tudo isso, levando em consideração necessidades de curto, médio e longo prazos.

É importante também investir em métodos que unam capacitação interna – Universidade Corporativa e treinamentos – e externa – bolsas de estudo e viabilização da participação da equipe em eventos específicos da área.

A abordagem do Programa de Desenvolvimento também deve levar em conta os diferentes perfis de colaboradores. Assim, a estratégia irá contemplar capacitação para todos eles: especialistas, generalistas, técnicos e líderes.

E lembre-se: não só de competências técnicas se faz um profissional de alta performance. Portanto, o desenvolvimento de habilidades interpessoais também deve fazer parte da abordagem do Programa.

 

Ferramentas e recursos

Após a etapa de mapeamento, o próximo passo é realizar um levantamento do que será necessário para colocar a nova estratégia em prática. Ou seja, quais são as ferramentas, métodos e recursos necessários para a implementação do Programa de Desenvolvimento?

O mais recomendável é buscar um instrumental que permita a flexibilidade nos treinamentos, como plataformas de ensino EAD. Além disso, a abordagem deverá fomentar a autonomia do aluno no aprendizado. Entretanto, vale lembrar que os cursos e capacitações presenciais ainda são bastante eficientes.

É interessante mesclar abordagens e métodos de acordo com os diferentes estilos de aprendizagem dos colaboradores, levando em consideração que as preferências costumam variar — especialmente, de acordo com a geração à qual eles pertencem.

 

Divulgação e acompanhamento

Após o desenvolvimento do Programa, é necessário divulgá-lo aos colaboradores — e isso não se restringe a comunicar horários e datas. Cabe ao RH desenvolver uma campanha de divulgação que mostre os benefícios do Programa de Desenvolvimento, visando estimular os profissionais a participarem.

 

Não esqueça de avaliar os resultados

Ao longo do processo de implementação da estratégia, também é essencial realizar o acompanhamento dos resultados, de forma a corrigir possíveis erros que venham a ocorrer, bem como mensurar os impactos positivos de cada recurso aplicado.

Após a criação e implantação do Programa de Desenvolvimento na empresa, é vital que os participantes possam avaliar seu funcionamento, resultados e desempenho. Os feedbacks colhidos da equipe serão indispensáveis para fazer os ajustes necessários e tornar o Programa de Desenvolvimento mais eficiente e alinhado às demandas e objetivos da organização.

 

E se você ainda tem alguma dúvida ou sugestão sobre o tema tratado no nosso post de hoje, aproveite para compartilhar conosco na caixa de comentários! Queremos saber a sua opinião!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *