Planejamento financeiro para solteiros

Planejamento financeiro para solteiros: por onde começar?

Muita gente não se preocupa em se organizar financeiramente antes de casar ou ir morar sozinho. Porém, lá na frente, isso pode fazer toda a diferença, pois correr atrás do prejuízo é sempre uma tarefa ingrata, principalmente quando o assunto é dinheiro.

Para evitar esse problema, é preciso dedicar-se desde cedo a um planejamento financeiro para solteiros. Dessa forma, você se acostuma a poupar, aprende a controlar os gastos e garante uma certa estabilidade para o futuro que o aguarda.

Pensando nisso, listamos neste post algumas dicas valiosas para você começar a se planejar financeiramente. Se interessou? Confira a seguir!

Qual é a importância de se organizar financeiramente?

A forma como lidamos com o dinheiro tem grande influência no nosso dia a dia. Quando não conseguimos ter as coisas ou experiências que desejamos, nos sentimos frustrados, estressados e insatisfeitos.

Se a pessoa tiver dívidas, a situação é ainda pior. Com elas vêm as cobranças, os momentos de aperto e, em casos mais extremos, o nome sujo.

Por outro lado, quando as finanças vão bem, é possível viver de forma mais despreocupada, com mais possibilidades de garantir as necessidades básicas e cuidar do próprio bem-estar.

É aí que entra a importância de se organizar financeiramente: esse é o primeiro passo para começar a controlar os gastos, criar novos hábitos e ter segurança em caso de imprevistos.

Quanto antes você começar, melhor. Pense bem: uma pessoa que mora com os pais tem um custo de vida muito menor que alguém que mora sozinho. Este, por sua vez, tem menos despesas que uma pessoa casada e com filhos. Então, se você é solteiro, que tal aproveitar essa grana que sobra para pensar no seu futuro?

Se você já está na casa dos 20 e poucos anos e ainda não fez isso, não se preocupe: nunca é tarde para começar. Basta seguir as nossas dicas e começar a colocar tudo em ordem agora mesmo.

>> Quer mais dicas para lidar melhor com o dinheiro? Confira este outro post do blog: Como conquistar a liberdade financeira? Veja dicas para alcançar esse sonho! <<

Como fazer um planejamento financeiro para solteiros?

Um bom planejamento financeiro para solteiros envolve montar um orçamento mensal, definir objetivos e pensar no futuro. Não sabe por onde começar? Confira o passo a passo para colocar a ideia em prática do jeito certo:

  • Anote seus ganhos e gastos;
  • Separe suas despesas por categorias;
  • Controle seus gastos;
  • Defina metas financeiras;
  • Monte uma reserva de emergência;
  • Comece a investir.

Anote seus ganhos e gastos

O primeiro passo do planejamento financeiro para solteiros é saber exatamente quanto dinheiro entra e quanto sai da sua conta.

Para começar, coloque no papel a sua renda: pode ser a mesada dos pais, a bolsa do estágio ou o salário do seu emprego. Tenha em mente que esse deve ser o seu gasto total máximo no mês. Afinal, a principal regra das finanças pessoais é: nunca gaste mais do que recebe.

Depois, vá anotando todos os seus gastos. Não deixe nada de fora, nem mesmo os cafezinhos que toma depois do almoço. Acredite: eles podem te surpreender no final do mês.

Separe suas despesas por categorias

Anotar os gastos e ganhos é só o início do planejamento financeiro para solteiros. O passo seguinte é organizar o orçamento e avaliar o seu padrão de consumo.

Para isso, utilize uma planilha ou aplicativo e divida as despesas em categorias como: moradia, alimentação, transporte, lazer e economias. 

Depois, defina um teto de gastos para cada uma delas, de acordo com as suas necessidades e a sua realidade. Por exemplo:

  • 30% da renda para moradia;
  • 15% para transporte;
  • 15% para alimentação;
  • 20% para lazer;
  • 20% para economias.

Por último, coloque os gastos que você anotou em suas respectivas categorias e avalie se eles estão abaixo ou acima dos limites estabelecidos.

Esta é uma ótima forma de ter uma visão detalhada do seus gastos, permitindo que você crie um plano de ação para cortar custos e usar o seu dinheiro de forma mais consciente.

Controle seus gastos

Economizar também é essencial no planejamento financeiro para solteiros. Quando não se tem tantas obrigações, a liberdade para gastar com lazer é maior, mas é preciso tomar cuidado para não haver descontrole.

Por isso, antes de fazer uma compra, pergunte-se: isso cabe no meu orçamento? Minhas contas básicas já estão pagas? Eu já poupei uma parte do meu salário neste mês? 

Se as suas prioridades já estiverem resolvidas, não há problemas em fazer o que bem entender com o dinheiro que sobrou.

Outra boa dica para economizar é aproveitar promoções, sobretudo em compras maiores. Vai trocar de celular? Pesquise em várias lojas físicas e online para descobrir qual delas tem o melhor custo-benefício. E não deixe de usar aplicativos de cupons e descontos: eles podem fazer você economizar um bom dinheiro!

Fique atento também aos seus programas aos fins de semana. Tudo bem ir naquela balada super cara de vez em quando, mas não precisa ser toda sexta-feira. 

Ao invés disso, diversifique suas saídas com opções mais baratas, como parques, esportes ao ar livre e reuniões na casa de amigos (ou na sua mesmo). Assim você se diverte e mantém uma vida social ativa sem gastar muito.

Defina metas financeiras

Estabelecer metas é fundamental para ter sucesso no planejamento financeiro para solteiros. São elas que farão você ter a disciplina necessária para poupar todo mês e chegar ao valor necessário para atingir os seus objetivos.

Primeiro, pense no que você quer: trocar de carro? Viajar para o exterior? Comprar uma casa? Depois, defina um prazo e o valor exato que você precisa juntar. 

Por exemplo: se o seu objetivo for comprar um carro de R$ 40 mil daqui a dois anos, terá que reservar R$ 1.750 por mês. Vai dar? Ótimo. Não vai dar? Tente aumentar o prazo ou reduzir o valor da meta para que ela se encaixe na sua realidade.

Cuidado para não traçar metas impossíveis, senão você vai se frustrar e desistir facilmente. Se o seu objetivo for muito caro, divida-o em metas menores, e não se esqueça de determinar um prazo realista. Ao invés de buscar o primeiro milhão, pense nos primeiros R$ 10 mil, depois nos R$ 20 mil e assim por diante.

Monte uma reserva de emergência

Construir uma reserva de emergência é indispensável para manter o equilíbrio no planejamento financeiro para solteiros. Afinal, imprevistos acontecem com todo mundo, então é melhor estar preparado para eles.

A quantia ideal para essa reserva é de 6 a 12 vezes o seu custo vida mensal. Dessa forma, você estará coberto por um bom tempo em casos de longos períodos de desemprego, sem que haja necessidade de apertar o cinto até se recolocar no mercado.

Outra vantagem é ter dinheiro para gastos extras sem precisar recorrer ao cheque especial, ao cartão de crédito ou a outros tipos de empréstimos. Dessa forma, você não precisará se endividar se tiver que comprar um remédio ou levar o carro ao mecânico, por exemplo.

Comece a investir

Tão importante quanto poupar é saber onde deixar suas economias. Nessa hora, muita gente recorre à poupança, mas a verdade é que existem opções muito melhores para fazer o seu dinheiro render.

E não estamos falando só da Bolsa de Valores, não. Títulos do Tesouro Direto e de renda fixa privada, como  os CDBs, são investimentos de baixíssimo risco com retornos maiores que o da poupança, sendo ótimas opções para você aplicar o seu dinheiro.

Conforme você for estudando o mercado financeiro e adquirindo conhecimento, poderá se aventurar em outros tipos de investimentos, como debêntures e ações. 

Mas não tenha pressa: construir patrimônio é algo a ser feito ao longo do tempo, não do dia para a noite. Para se tornar um bom investidor, vá com calma, diversifique sua carteira aos poucos e faça aplicações sempre de acordo com o seu perfil.

Agora que você já sabe como começar um planejamento financeiro para solteiros, que tal colocar o que aprendeu em prática? 

Reserve um tempo para montar um orçamento detalhado, com tudo o que você precisa para controlar seus gastos e planejar o futuro. Assim você terá mais chances de chegar aos próximos anos com a liberdade financeira garantida!

 

Se você gostou do artigo e quer aprofundar no assunto, dê uma olhada neste outro post do blog: Como economizar no dia a dia: um guia completo.

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.