O que internalizo primeiro: folha de pagamento ou área contábil da minha empresa?

folha de pagamento

As áreas de recursos humanos e de contabilidade compõem a espinha dorsal de qualquer organização. Por esse motivo, explorar formas de gerenciamento mais eficazes da folha de pagamento e das responsabilidades contábeis são fundamentais para que a empresa seja ainda mais competitiva.

No entanto, decidir pela internalização ou terceirização dessas funções requer muita pesquisa, tanto de campo, verificando a reputação das empresas que possam vir a se tornar fornecedores, quanto internamente, analisando os recursos necessários para esse tipo de administração.

Neste artigo, você descobrirá quais são as vantagens da terceirização e em quais momentos é mais vantajoso optar pela internalização. Confira!

Quais são as vantagens da terceirização?

É sabido que estar em dia com as obrigações contábeis e trabalhistas de uma empresa exige muita cautela. Qualquer detalhe que passar despercebido pode gerar muita dor de cabeça no futuro. Uma das saídas encontradas pelas empresas para evitar esse tipo de situação é o outsourcing, conhecido no Brasil como terceirização.

O principal benefício de transferir as responsabilidades legais para um fornecedor é contar com uma equipe especializada e unicamente concentrada nesses dois aspectos. Isso permite que você e sua empresa direcionem todos os seus esforços para o cumprimento das metas organizacionais, enquanto garantem o funcionamento do negócio perante a lei.

Outra vantagem que você deve levar em consideração é a redução de custos, uma vez que, ao investir em terceirização, você poderá economizar em processos trabalhistas e nos encargos decorrentes da manutenção de uma equipe própria.

No entanto, cabe aqui fazer uma ressalva: é essencial analisar a estrutura de uma empresa antes de contratá-la como fornecedora. É importante averiguar a sua idoneidade, organização interna (quais são os profissionais que compõem o time, por exemplo) e o tipo de assistência que ela oferece.

Lembre-se de que, como cliente, será sua função monitorar o trabalho da prestadora de serviços para que tudo saia como o planejado. Sabendo como escolher o parceiro para a terceirização, você conseguirá se prevenir dos riscos oriundos da má gestão de pagamento e de contabilidade.

Quando devo internalizar esses processos?

O autoconhecimento é a bola da vez quando se trata de alta performance, seja de um profissional ou de uma empresa. Quanto mais a organização se conhece, mais chances ela tem de tomar decisões assertivas para o seu progresso. Nesse sentido, muitas empresas têm optado pela internalização da contabilidade e da folha de pagamento para extrair melhores índices de produtividade.

A internalização de processos, ou insourcing, é o inverso da terceirização, ou seja, é a equipe interna da empresa que assume a linha de frente do gerenciamento de recursos humanos e da área contábil.

Apesar de a demanda de investimentos ser um pouco maior do que na opção anterior, a internalização pode trazer resultados significativos para a organização. Um bom exemplo de sucesso é a Natura, que presenciou uma diminuição da taxa de turnover após internalizar o departamento de RH.

Os assuntos ligados à contabilidade também ganham em eficiência, sobretudo sob o ponto de vista profissional. Com os colaboradores tendo de se responsabilizar pelas obrigações fiscais, haverá um aumento expressivo no senso de comprometimento com suas atividades e, consequentemente, com a empresa no geral.

Essa dedicação se refletirá não somente na redução de custos com processos legais, como também na expertise da empresa sobre seus pontos fortes e fracos, sabendo como administrá-los de uma maneira mais eficaz.

Qual área eu internalizo primeiro: folha de pagamento ou área contábil?

Não existe uma resposta definitiva para essa pergunta. Na realidade, a decisão pela internalização ou não de um processo dependerá da necessidade atual da empresa.

A organização não consegue acompanhar o prazo para envio de dados no eSocial? A jornada de trabalho dos colaboradores fugiu do controle e você não sabe se está pagando as horas extras corretamente? Pense nesses e em outros aspectos que são mais urgentes para, então, saber qual problema deve aparecer no topo da sua lista.

Tenha em mente que cada assunto demandará uma atenção exclusiva, o que significa que você não poderá lidar com pendências de contabilidade e de folha de pagamento ao mesmo tempo, sob o risco de não alcançar o resultado desejado.

Vamos supor que, após fazer essa análise, você tenha decidido resolver primeiro as questões ligadas à folha de pagamento. A principal vantagem que você obterá com a conclusão dessa atividade é a transparência nos processos perante seus colaboradores, que terão mais confiança quanto ao trabalho desempenhado pela referida área, e se sentirão mais motivados no seu dia a dia.

Por outro lado, ao deixar as dívidas fiscais em segundo plano você contará com uma sorte que não sabe se tem. A qualquer momento essa bomba poderá explodir e os estragos serão difíceis de serem reparados. Agora, se a sua empresa priorizar as pendências da área contábil, isso não será um problema, contudo, dependendo do clima interno, decidir pela internalização da contabilidade pode ser um grande tiro no pé.

Nesse contento, invista em comunicação. Assegure para os colaboradores que os assuntos pendentes com eles serão resolvidos posteriormente. O mesmo vale para os ex-colaboradores, caso sua empresa tenha débitos trabalhistas pendentes.

Dessa maneira, você poderá se concentrar na internalização da área contábil sem temer represálias dos profissionais que possam prejudicar o desempenho da empresa.

Toda a decisão que interfere em elementos-chave de um negócio deve ser tomada com muito embasamento teórico e com segurança por parte do profissional responsável, afinal, cada escolha trará sua carga de obstáculos, e se você não estiver determinado a enfrentá-los, dificilmente conseguirá implantar as mudanças que tanto quer ver na sua empresa.

Agora que você já conhece as vantagens e desvantagens da internalização, mãos à obra! O processo pode até ser demorado, não vamos negar, no entanto, quando sua empresa começar a colher os frutos da internalização da folha de pagamento e da contabilidade, você perceberá que todo o esforço valeu a pena.

E aí, qual das duas metodologias será sua grande aliada: a internalização ou a terceirização? Deixe sua opinião nos comentários e comece hoje mesmo a ter mais produtividade na sua empresa!

 

 

 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *