O que é treinamento corporativo? Aprenda a criar um sistema eficiente

A alta competitividade vivida pelas empresas no mercado atual tem exigido, cada vez mais, uma alta performance. Organizar um sistema de treinamento corporativo é crucial para continuar crescendo e conseguir acompanhar as concorrentes.

Nesse cenário, é fundamental que contar com profissionais capacitados e bem treinados, o que estimula uma cultura corporativa de treinamentos.

Muitas empresas no Brasil já perceberam a necessidade de investir na busca de  conhecimento para aumentar a competitividade e se diferenciar no mercado.

E é por esse e outros diversos motivos que a realização de treinamentos corporativos passou a ser uma estratégia importante para os negócios.

A realidade das empresas se transformou. Mais do que apenas oferecer bons salários e conjunto de pacote de benefícios flexíveis, é importante que os colaboradores contem com recursos e conhecimentos suficientes para que consigam desenvolver suas tarefas. Além de desenvolver habilidades que permitam melhorar e otimizar processos.

Levar em conta o desenvolvimento de cada membro de seu time é essencial para que a empresa consiga ter um retorno maior na qualidade e rendimento de seus serviços. E também na relação com os clientes.

Para que isso se torne real, é necessário que sua empresa busque sempre incentivar o treinamento corporativo e o desenvolvimento de cada funcionário, fornecendo recursos e materiais necessários para a educação corporativa.

O que é treinamento corporativo?

Os treinamentos corporativos são um conjunto de aulas e práticas de educação que visam aprimorar as habilidades de uma pessoa de acordo com o trabalho que ela desenvolve em sua função.

Eles podem ser direcionados a qualquer um, independente de seu cargo – desde funcionários que trabalham na linha de frente de produção até aqueles que ocupam cargo de liderança.

Essa capacitação pode ser de natureza técnica ou comportamental, além de ter diversas finalidades como:

  • melhoramento da comunicação interpessoal das equipes;
  • atualização profissional;
  • ensinamento de novas habilidades;
  • aprendizado de novas ferramentas que serão inseridas na rotina de trabalho.

Além disso, podem ser desenvolvidos pela própria empresa, ser ministrado por especialistas contratados. E, quando não presencial, pode ser feito a partir de uma plataforma de educação corporativa EAD.

Uma equipe bem treinada é capaz de aumentar a produtividade, inovar em suas atividades e conseguir fechar mais negócios para a organização.

O que é treinamento corporativo? Aprenda a criar um sistema eficiente

Os 6 Ds: forma de avaliar a eficiência de um programa de treinamento corporativo com foco na entrega de resultados. | Fonte: Keeps.

Benefícios do treinamento corporativo

Os benefícios proporcionados não são apenas para a empresa, os funcionários aprovam esse tipo de ação e se tornam mais motivados com suas tarefas.

Quando a possibilidade de realizar treinamentos é oferecida para o profissional, ele passa a perceber a sua importância para a organização em que trabalha, encarando a oportunidade como uma chance de crescer profissionalmente.

Os objetivos da educação corporativa deve ser sempre trazer meios inovadores para melhorar as habilidades pessoais para que o funcionário desenvolva melhor seu trabalho individual, mas acima de tudo, que aprimore suas capacidades para trabalhar em equipe.

Assim, o programa de treinamento corporativo deve ser preparado para aprimorar algumas competências como:

  • relacionamento interpessoal;
  • delegação de tarefas;
  • condução de reuniões;
  • gestão de pessoas;
  • preparação de feedbacks;
  • técnicas de apresentação, entre outras habilidades.

Essa preparação é o que vai permitir que os funcionários consigam entregar melhores resultados em suas tarefas.

Etapas para planejar e realizar um treinamento corporativo

Há diversas empresas especializadas em treinamento empresarial. Elas possuem uma base estruturada com um conjunto de práticas, teorias e aplicações específicas que já foram testadas e aprovadas pelo mercado.

Normalmente, oferecem mecanismos como videoaulas, dinâmicas em grupo, apresentação de trabalhos e simulação de cenários de crises. E também outras situações em que o funcionário precisa estar preparado para vivenciar em seu trabalho.

Entretanto, muitas empresas preferem cursos exclusivos que sejam focados e personalizados para que seu time seja especializado em seu perfil de negócio.

Portanto, é responsabilidade do departamento de Recursos Humanos definir qual será é o modelo mais interessante de treinamento corporativo para sua empresa em determinada situação.

Etapa 1: planejamento

Para que o RH monte um bom treinamento, deve pensar em duas coisas:

  1. como adaptar essa estratégia na realidade da empresa
  2. entender que é necessário um bom planejamento de execução.

Portanto, o primeiro passo é estudar quais são os objetivos que a empresa visa atingir.

A partir disso, é necessário realizar pesquisas para entender seu público, no caso os funcionários. Você deverá fazer um questionário com toda a empresa para responder uma série de perguntas:

  • Para qual setor será direcionado a capacitação?
  • Quais as atividades desenvolvidas por esse time?
  • Qual o perfil demográfico e comportamental?
  • Quais são as carências e necessidades desses profissionais?
  • Como um treinamento irá ajudá-los?

Esses questionamentos são essenciais para entender o que o “público-alvo” precisa e definir os detalhes do treinamento corporativo, as ferramentas que serão utilizadas, sua abordagem e qual o melhor tipo de conteúdo para ser trabalhado com cada um.

Etapa 2: necessidades da empresa

Após definir as necessidades dos colaboradores, é preciso descobrir as da empresa.

Essa tarefa se resume em levantar as últimas falhas cometidas pela corporação, verificar documentos com avaliações de desempenho dos últimos meses, realizar pesquisas de clima e, principalmente, considerar a avaliação de satisfação dos clientes.

A partir dessas informações, você conseguirá ter uma visão geral para corporação e, assim, propor treinamentos mais direcionados e estruturados que serão capazes de ajudar a empresa a conquistar melhores resultados.

Etapa 3: definição de metas

Depois de definir as necessidades do grupo que passará pelo treinamento, é necessário estabelecer metas específicas a serem alcançadas. Por exemplo, em “x” meses, o departamento de Vendas deverá aumentar o número de negócios fechados em “y”%.

Os objetivos estabelecidos devem ser levantados após identificar as necessidades da empresa e deficiências do grupo analisado.

Além disso, precisam ser metas reais e possíveis de serem cumpridas. No entanto, busque sempre traçar desafios cada vez maiores, para que a equipe esteja sempre em busca de se superar.

Etapa 4: definição do tema

O próximo passo é relacionar as necessidades e metas já levantados para definir quais os assuntos que devem ser abordados durante a capacitação. Isso vai ajudar a estruturar um treinamento corporativo de sucesso.

Por exemplo, se um dos objetivos é aumentar as vendas, é preciso buscar temas, como “x práticas e argumentos eficientes para convencer clientes”  e exemplos bem-sucedidos de outras empresas.

Dessa forma, é possível alinhar os temas às metas esperadas e ter mais chance de alcançá-las.

Etapa 5: abordagem prática

Após a parte teórica definida, é a hora de você pensar na prática do treinamento. Alguns pontos importantes para organizar são:

  • como o treinamento será executado sem tirar os funcionários por muito tempo de seus afazeres;
  • as aulas serão presenciais ou pela internet;
  • quais tecnologias serão usadas;
  • qual será o tempo que o colaborador deverá se dedicar;
  • poderão criar seu próprio modo de estudo;
  • deverão cumprir um cronograma fixo, etc.

Etapa 6: duração do treinamento

Após decidir o melhor caminho, é importante mensurar o tempo de duração dos cursos e os custos da sua realização para a empresa.

O RH deve estar ciente dos valores que serão gastos com essa atividade, pois para garantir o real sucesso do treinamento, os valores não podem trazer prejuízos financeiros para a  empresa.

É sempre importante buscar meios rentáveis para os negócios. Uma opção de treinamento corporativo que tem sido muito aplicada pelas empresas para garantir uma maior economia é o treinamento à distância por meio de plataformas online.

Além de reduzirem gastos, eles oferecem benefícios, como uma maior flexibilidade de horários para os alunos e a facilidade de atualização de seus conhecimentos.

Caso de sucesso: Tigre

Um case de sucesso de treinamento corporativo que vale a pena se inspirar é o da empresa Tigre, referência na venda de soluções para construções.

A realização de treinamentos para capacitar os profissionais que vendem seus produtos sempre foi uma preocupação da corporação.

Para que isso fosse possível, a Tigre colocou em prática seu projeto de cursos online para preparar seus colaboradores.

Assim, criou a plataforma MundoTigre em que é possível selecionar duas opções, se você é um profissional da construção cívil ou um gestor.

Ela oferece programas de relacionamento, agenda com os próximos treinamentos e uma série de outros benefícios para que o profissional se torne um especialista.

E a sua empresa, já possui um programa de treinamentos corporativo eficiente? A Xerpa pode te ajudar nessa missão e em outras tarefas relacionadas a gestão de pessoas.

Com a nossa plataforma de Recursos Humanos pode:

  • reduzir o tempo nos seus processos de admissão de desligamento de funcionários;
  • ter um processo mais claro e seguro;
  • evitar penalizações, multas ou qualquer risco relacionados à questões legais e gestão de informação da empresa.

A Xerpa é a única que entrega uma experiência incrível e ainda resolve o problema real que o cliente tem. Fale com um especialista e descubra como reduzir 30% dos custos do seu RH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *