o-que-é-tef

O que é TEF: saiba tudo sobre a Transferência Eletrônica de Fundos

O futuro dos meios de pagamento ainda é muito amplo e diversificado. No Brasil, destacam-se os mais variados métodos que se revezam entre os mais tradicionais e aqueles que são a tendência do momento. E isso nos leva à grande questão deste artigo: você sabe o que é TEF?

A Transferência Eletrônica de Fundos (TEF) é um desses casos que reflete a amplitude dos meios de pagamento e, especialmente, as facilidades que eles podem promover à sua organização.

Por isso, neste post vamos explicar o que é TEF e tudo o que você precisa saber para certificar-se de que essa pode ser uma boa alternativa para facilitar a sua rotina corporativa.

Boa leitura!

O que é TEF?

Para entender o que é TEF vamos começar pela sigla que ela representa. A Transferência Eletrônica de Fundos é tida como uma solução de vendas que facilita a transferência de fundos em tempo real no momento em que ocorre uma compra por cartão de crédito ou débito.

Para empresas com grande fluxo de transações diárias, a TEF é quase que fundamental para empresas de todos os portes e segmentos de atuação.

No geral, varejistas e comerciantes sabem plenamente o que é TEF — áreas que tendem a ter essa característica em particular. Isso porque a tecnologia oferece mais segurança e agilidade para que as transações (crédito e débito) ocorram no dia a dia. 

Como funciona a transferência eletrônica de fundos?

Sem muitos segredos, o sistema de TEF opera por meio de um software que está conectado à maquininha de cartão.

A cada transação realizada, os dados são registrados automaticamente nesse sistema e, ao mesmo tempo, passa por uma verificação veloz de autorização na central. Quando a permissão é concedida, a compra (ou venda) é permitida.

A máquina em questão é conhecida como PinPad — a responsável por fazer a leitura do cartão usado na operação. 

E vale destacar que esse tipo de maquininha difere das mais comuns do mercado, uma vez que ela pode integrar a permissão para outras bandeiras de cartão.

Para o empreendedor, isso também é uma vantagem, considerando que ele pode negociar taxas vantajosas para o seu negócio lucrar ainda mais.

Ainda mais, se considerarmos que vivemos uma época de intensas e constantes mudanças. Uma delas, com certeza, tem tudo a ver com a sua empresa.

Quer ver só? Não deixe de conferir nosso artigo que fala um pouco mais a respeito das novas formas de pagamento que estão se popularizando no mercado.

Por que é importante entender o TEF?

O Brasil desponta como um país em que as transações comerciais estão cada vez mais rendidas às facilidades dos cartões de débito e crédito. E as empresas também.

Segundo dados divulgados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 72% dos varejistas já disponibilizam o método de cartão de crédito para pagamento em suas lojas. E 70% deles também valorizam a função de débito, oferecendo-a ao consumidor.

Para as empresas, compreender o que é TEF e como ele pode ser implementado corporativamente, portanto, é fundamental. Afinal, uma compra em potencial pode ser frustrada se o empresário não oferece essa flexibilidade nos meios de pagamento.

Além disso, existem mais vantagens para o empreendedor ao optar por essa tecnologia. Além da flexibilidade em integrar outras bandeiras de cartões, o TEF tem a capacidade de emitir nota fiscal eletrônica e de enviar, sem interferência humana os dados movimentados para a Receita Federal.

Com isso, o trabalho é facilitado. Especialmente, porque os dados registrados dão uma boa perspectiva do controle de caixa e de estoque da sua empresa.

Motivos para usar a TEF

Vamos reforçar e elucidar alguns motivos diferenciados para você saber o que é TEF e porque usá-la no dia a dia da sua empresa:

  • a já mencionada flexibilidade no pagamento, permitindo que as operações ocorram com mais agilidade e de acordo com os diferentes perfis de consumidores da sua organização;
  • mais segurança e facilidade nas transações realizadas;
  • oferece mais proteção contra fraudes, uma vez que os valores são introduzidos automaticamente por meio da comunicação com o software e a maquininha;
  • o controle financeiro na empresa é otimizado;
  • as taxas podem ser convidativas, reunindo diferentes bandeiras de cartão em uma só solução.

Que tal vermos então quais são os diferentes tipos de TEF que podem ser integrados à sua rotina?

Tipos de TEF do mercado

o-que-significa-TEFImagem de flyerwerk por Pixabay

Agora que já vimos o que é TEF, é hora de aprofundarmos na tecnologia por trás de sua conveniência. Para fazer uso da solução, o empreendedor vai avaliar quais delas têm mais a ver com o seu perfil.

Isso tudo vai interferir, consequentemente, de acordo com a sua frequência e volume de vendas. São elas:

1. TEF discada

O funcionamento se dá por meio de acesso discado. Ou seja: uma linha telefônica se faz necessária para que ocorra a transferência de informações. 

Para tanto, a operação ocorre a partir da análise e aprovação da compra. Para micro e pequenas empresas, a tecnologia é até interessante.

A questão que pode ser um empecilho para muitos é que a operação é um pouco lenta — se comparada com as tecnologias a seguir que veremos.

2. TEF dedicada

Por meio de uma linha especial conectada diretamente com as operadoras de cartão, ativa 24 horas ininterruptas, a TEF dedicada faz uso das linhas VPN para a realização das operações.

Isso agrega mais rapidez, o que é bom para o consumidor e para o empreendedor. Não à toa, tem se tornado um dos modelos mais populares porque oferece um custo/benefício interessante — ainda mais, se a rotina da organização compreende um volume elevado de transações ao dia.

3. TEF IP

Também realizada via linhas VPN, a TEF IP só difere por conta da conexão com as operadoras (por meio de protocolo IP). Com isso, a comunicação é inteiramente online, o que permite ainda mais agilidade às análises e aprovações.

Por esse motivo, muitos acabam associando a TEF como uma tecnologia para médias e grandes empresas do mercado por acharem que pequenas e médias empresas não trabalham com um volume elevado de transações ao dia.

Mas convenhamos: independentemente do porte da organização, a experiência do consumidor tem que ser a melhor possível. E isso inclui agilidade, segurança e confiabilidade nas transações.

Ofereça as melhores soluções para os seus colaboradores também

Se a TEF é uma tecnologia que facilita o recebimento das transações diárias, existem também ferramentas que otimizam a maneira como os seus funcionários lidam com o próprio salário.

Conheça o Xerpay, uma ferramenta que permite que seus colaboradores possam antecipar parte de seus salários quando quiserem.

O sistema de salário sob demanda está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação da equipe com a empresa.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Ficou com alguma dúvida a respeito do que é TEF e o que você pode fazer para promover melhorias contínuas dentro da sua empresa? Deixe um comentário abaixo e conte pra gente quais são as suas expectativas com a TEF!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.