o-que-e-taxa-selic

O que é taxa Selic? Tudo o que você precisa saber

A taxa Selic é a mais importante taxa de juros do Brasil porque é por meio dela que o governo consegue controlar os investimentos e a inflação do país.

Seu desempenho impacta diretamente os juros que as instituições financeiras e bancos vão cobrar. Por isso, o termo está sempre em alta nos jornais impressos, revistas e em telejornais de todo o país.

Neste artigo vamos detalhar o que é taxa Selic, como ela é definida, seu funcionamento e o impacto nos juros e investimentos. Por isso siga em frente e boa leitura!

O que é taxa Selic?

Como introduzimos, a taxa Selic é uma taxa de juros ligada a economia brasileira. O nome vem da palavra Sistema Especial de Liquidação e Custódia.

Selic tem dois significados no mercado financeiro, podendo ser antecedida por um artigo masculino ou feminino.

“O” Selic está relacionado a esse sistema de liquidação e custódia. Enquanto “a” Selic se refere a taxa básica de juros definida pelo governo.

É um sistema computadorizado onde o governo, por meio do Banco Central, faz um monitoramento e controle sobre a emissão de títulos, além da compra e venda dos mesmos. 

Quais são seus impactos na inflação?

A Taxa Selic tem total impacto sobre a inflação do país. Muitos já devem ter ouvido “o governo aumentou a Taxa Selic” ou o “governo baixou a Taxa Selic”.

Pois quando você ver essa notícia a partir de hoje, saiba que essas medidas têm como principal objetivo o controle da inflação.

Seja diminuindo para corrigir preços dos produtos ou aumentando para tentar elevar o crescimento econômico do país.

Como a taxa Selic é definida?

Pode-se dizer que de uma forma geral, a Taxa Selic serve como um parâmetro para outras taxas da economia. Por isso ela impacta nos preços de produtos e serviços.  

Ela é definida pelo COPOM (Comitê de Política Monetária) que foi criado pelo governo em 1996.

Por meio desse comitê, que se reúne oito vezes ao ano, são definidas as regras da taxa de juros básica da economia (Selic) e a política monetária a ser adotada.

Perspectiva para os próximos anos

Em meio a economia mundial e a crise atual do coronavírus, o mercado financeiro já projeta uma nova Taxa Selic para 2021 e 2022. No novo cenário, os economistas preveem uma taxa de juros em 2021 de 5,25% ao ano, antes a previsão era de 5,50%.

Ao passo que em 2022 a taxa, antes cotada para chegar a 6,50%, deve ficar em 6% ao ano, segundo a nova previsão.

Divulgado pelo Banco Central, o relatório Focus prevê que a redução da Taxa Selic e a inflação mais baixa devem diminuir bem a perspectiva de crescimento da economia brasileira para 2020.

É possível consultar as variações da Taxa Selic pelo site do Banco Central.

Como funciona a taxa Selic: impactos nos investimentos

A variação da taxa Selic impacta diretamente nos investimentos. Seja em títulos públicos, poupança ou CDI, já que todos estão atrelados a Selic.

Títulos públicos

Conhecido como tesouro Selic, os títulos públicos estão interligados a taxa Selic e sofrem com os impactos de suas mudanças. Por isso, a variação determina a rentabilidade do tesouro Selic.

Se ela está em alta a rentabilidade é maior, se está em baixa é menor. Afinal, seu rendimento é impactado pela variação da taxa.

Poupança

O rendimento da caderneta de poupança também é reflexo da mesma. Nesse caso, há dois cenários que devem ser considerados:

  • Taxa Selic maior que 8,5% ao ano – O rendimento da poupança será de 0,5% ao mês + a TR (Taxa Referencial);
  • Taxa Selic menor ou igual a 8,5% – O rendimento da poupança será o equivalente a 70% da SELIC, levando em conta a taxa vigente no determinado período.

CDI

Títulos privados como CDB, LCI e LCA, emitido pelos bancos, estão normalmente atrelados ao chamado CDI (Certificado de Depósito Interbancário). A Taxa CDI costuma andar lado a lado com a Taxa Selic.

Todavia, por andarem tão próximas e possuírem variações e valores semelhantes, é comum considerar que a taxa Selic tenha um impacto na CDI e nos títulos privados.

A CDI, inclusive, foi tema do nosso artigo: “O que é taxa CDI? Tudo o que você precisa saber sobre esse modelo de investimento”.

A taxa Selic influencia no desemprego e no consumo?

Quando ela é reduzida, é normal que o consumo seja elevado pelo chamado custo do dinheiro ser menor. Já que com ela em baixa, o crediário fica mais barato.

No entanto, isso pode criar a chamada inflação, quando a oferta é superada pela demanda. Nesse caso, para conter a chamada inflação, a Taxa Selic é elevada. Com isso, o crediário fica mais caro e o consumo diminui, possibilitando uma retração da economia.

Consequentemente, quanto mais caro o produto, menores as chances do volume de negócios se elevar. Com isso, a mão de obra tende a ser menor causando diversas demissões em massa, como vemos muitas vezes no mercado automotivo.

Por que conhecer a Taxa Selic é importante?

Ao longo desse artigo pudemos ver os impactos que a Taxa Selic tem na economia brasileira. Mudando completamente, em vários momentos, o consumo, os juros bancários, rendimentos e influenciando até na taxa de desemprego.

Sendo assim, tanto para quem deseja investir ou até mesmo aproveitar as oscilações do mercado para realizar determinadas compras, é fundamental conhecê-la.

Portanto, conhecendo essa taxa fica mais fácil realizar investimentos assertivos tanto num cenário de compra como de venda, em virtude do poder que ela tem de valorizar ou desvalorizar nosso dinheiro. 

Melhore a sua empresa cuidando da saúde financeira dos colaboradores

Somos impactos diariamente por decisões financeiras do governo que determina a taxa Selic e outras que variáveis para regular o mercado.

Por isso, as empresas tem um papel importante para ajudar seus funcionários a cuidarem da saúde financeira, tendo acesso a crédito seguro e sem juros exorbitantes. Mas como?

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário no nosso post e interaja com a gente.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.