O que é SIPAT? Aprenda a organizar esse evento na sua empresa

o-que-e-sipat

SIPAT é a sigla para Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho, um tipo de evento corporativo que tem como objetivo conscientizar os funcionários sobre saúde, segurança e prevenção de acidentes nas empresas.

Continue lendo e aprenda como organizar uma SIPAT passo a passo na sua empresa.

O que é SIPAT?

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho ou SIPAT é um tipo de evento corporativo com o objetivo conscientizar os colaboradores sobre saúde, segurança e prevenção de acidentes nas empresas.

Segundo a norma regulamentadora NR-5, a atividade é obrigatória para a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) de qualquer organização que tenha empregados contratados pela CLT.

Além de deixar a empresa de acordo com a lei, a SIPAT é uma ótima oportunidade de reforçar entre os colaboradores o programa de segurança no trabalho que figura nas normas da organização.

Pensando nisso, trazemos neste artigo tudo o que você precisa saber para planejar esse evento da forma mais adequada. Interessado? Confira a seguir!

Como funciona a SIPAT nas empresas?

Por lei, a SIPAT deve ser realizada uma vez por ano, ao longo de uma semana. Durante o período, são promovidas palestras, dinâmicas e gincanas direcionadas à prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais.

O formato das atividades fica a critério dos organizadores. O importante é que elas sejam relevantes e gerem engajamento dos funcionários.

Não há uma quantidade mínima de colaboradores estipulada para a realização da SIPAT. No entanto, dada a importância do assunto e a obrigatoriedade do evento para a CIPA, é essencial estimular a participação de todos eles.

Também não há temas que sejam obrigatórios nas atividades. Por causa do texto da NR-5, muita gente pensa que a prevenção de HIV/Aids deve ser necessariamente incluída entre os assuntos discutidos. No entanto, isso é um equívoco.

Na realidade, a lei estabelece que a CIPA precisa realizar campanhas sobre HIV/Aids e sobre segurança no trabalho, ao menos, uma vez por ano.

Os dois eventos podem ser separados, mas muitas organizações aproveitam a SIPAT para discutir IST (infecções sexualmente transmissíveis) na mesma série de atividades.

Como organizar uma SIPAT?

Existem alguns passos fundamentais que devem ser seguidos na elaboração de uma SIPAT. O que há em comum entre essas atividades é que todas precisam ser planejadas com antecedência.

Com um cronograma predefinido, o processo se torna mais fácil. Além disso, haverá tempo hábil para ajustar a rota caso surjam eventuais obstáculos.

A seguir, veja as principais tarefas que fazem parte de como organizar uma SIPAT.

Passo 1: escolher os membros da equipe organizadora

O primeiro passo de como montar uma SIPAT bem-sucedida é a montagem da equipe. Geralmente, quem organiza a SIPAT são os membros do RH ou técnicos de segurança do trabalho.

Pode ser interessante unir as especialidades e formar um time composto por profissionais dos dois departamentos. Desse modo, é possível fazer um trabalho mais completo e com maior credibilidade.

Dentro da equipe, deve ser escolhido um coordenador. O ideal é que seja uma pessoa comunicativa, influente e preparada para gerir pessoas e processos.

Com um bom líder no comando, a colaboração de todos estará garantida, bem como a qualidade da SIPAT.

Passo 2: definir e dividir tarefas

Uma vez definida a equipe organizadora, é preciso realizar reuniões para estabelecer e dividir as tarefas relacionadas à SIPAT.

Cada membro deve ficar responsável por uma função específica:

  • gestão do orçamento;
  • contratação de fornecedores;
  • campanha de divulgação;
  • elaboração das atividades, entre outras.

Por sua vez, o coordenador deve se certificar de que o planejamento está sendo seguido e as tarefas estão sendo entregues dentro do prazo.

Passo 3: controlar as datas

Por falar em prazos, é fundamental elaborar um calendário com as etapas da montagem do evento. Todas as datas devem ser estipuladas previamente, incluindo a semana de realização da SIPAT.

Com isso, será possível tirar a campanha do papel sem grandes percalços.

Lembre-se: além de trabalhar na organização do evento, todos os membros da equipe terão que continuar cumprindo obrigações em seus respectivos departamentos dentro da empresa.

Para conciliar as duas atividades com tranquilidade, um bom planejamento é fundamental.

Passo 4: escolher as atividades da SIPAT

Para falar de acidentes de trabalho de um jeito interessante, é preciso abordar o assunto com um clima leve e lúdico. Sendo assim, pode ser necessário buscar a ajuda de especialistas.

O primeiro passo para definir as atividades da SIPAT é pesquisar e contratar consultorias competentes para executar a tarefa.

Entre os temas mais comuns nesse tipo de evento estão segurança no trabalho, qualidade de vida, motivação e sexualidade. O ideal é que a empresa escolha um assunto por ano e promova um bom aprofundamento sobre o tema escolhido.

Mas nada a impede de criar atividades pontuais sobre temáticas diferentes para oferecer mais variedade aos colaboradores.

As ações podem ter diversos formatos: teatro, games online e gincanas são apenas alguns deles. Para incentivar o engajamento, é interessante premiar os funcionários por participação e desempenho na SIPAT.

Também é possível sortear brindes e presentes mais elaborados como sessões de ginástica laboral, massagens, jantares e viagens. Tudo vai depender do orçamento e das parcerias que a empresa conseguir fazer.

Passo 5: divulgar a campanha

De nada adiantará montar a melhor SIPAT se as pessoas não aderirem ao evento. Por isso, planeje uma boa campanha de divulgação para que todos se informem sobre as ações e tenham interesse em participar.

Faça uma parceria com o departamento de Comunicação Empresarial Interna e gere conteúdo para murais, cartazes, intranet, e-mail e outros canais da organização.

Ao comunicar o evento aos colaboradores, é essencial explicar o que é e como funciona a SIPAT. Isso porque muitos funcionários, principalmente aqueles com menos tempo de casa, podem nunca ter participado de uma atividade desse tipo.

Passo #6: documentar as reuniões

É importante ainda que a CIPA registre todas as reuniões sobre a SIPAT em relatórios oficiais, bem como a lista de presença das atividades realizadas.

Por se tratar de um evento obrigatório por lei, essa documentação serve para comprovar que ele realmente aconteceu, resguardando a empresa no caso de questionamentos da Justiça do Trabalho.

Agora que você já sabe o que é SIPAT e o que deve fazer para organizá-la, basta colocar em prática tudo o que aprendeu. Releia as dicas quantas vezes forem necessárias, forme uma boa equipe para planejar o evento e mãos à obra!

Salário: o brasileiro não abre mão de segurança e custo baixo

Além da segurança no trabalho, a segurança de poder gerir o salário de forma mais dinâmica e segura pode melhorar a satisfação dos colaboradores com a empresa.

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, seus colaboradores podem antecipar parte de seus salários quando quiserem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação da equipe com a empresa.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar