O que é roadmap

O que é roadmap e como criar um roteiro estratégico para seus projetos | Tutorial

A comunicação eficiente é o que dita o ritmo da empresa entre os bons ou maus resultados. Quem consegue criar processos eficazes sem dúvida está a frente na competitividade do mercado, principalmente quando pensamos em engajar o time e em alcançar bons indicadores de produtividade. Porém, em todo processo estratégico é necessário planejar um início, meio e fim. E é aí que entram a ferramenta roadmap. Mas, você sabe o que é roadmap?

O roadmap é um roteiro sequencial que contribui com o passo a passo de um projeto.

Nesse cenário que apresentamos, determinar o que é roadmap e sua função, é fundamental para que a estratégia organizacional da empresa seja eficaz.

Ter uma base sólida no trabalho contribui para minimizar as chances de erro e para que todos caminhem na mesma direção.

Então, o que é roadmap para o RH?

De que forma ele pode contribuir de forma estratégica para o desempenho diário das equipes?

Neste artigo você vai descobrir quais as principais funções e objetivos da ferramenta roadmap e aprenderá a usar essa ferramenta da forma correta. Confira!

O que é roadmap?

Roadmap, na tradução literal do termo em inglês, é algo como mapa ou roteiro.

Um exemplo de roadmap é seu uso como ferramenta no desenvolvimento de softwares. Ele oferecendo um plano sequencial, desde a concepção, testes até o lançamento do produto final.

Mas essa ferramenta não funciona apenas para esse público específico e sua eficácia se estendeu para empresas e para o setor de RH. Nesse caso aparecendo como um método visual que dá um amplo controle sobre a execução de tarefas.

Quando o gestor sabe realmente o que é roadmap ele consegue alcançar a organização no trabalho e realizar o planejamento de seus fluxos. Além é claro de ter uma visão maior do projeto detalhando onde ele quer chegar e como ele deve fazer isso para alcançar os objetivos da empresa.

Mais do que saber o que é roadmap é bom reconhecer a sua funcionalidade para aplicá-lo da forma correta.

Como dissemos anteriormente ele é utilizado na criação de produtos, como softwares, por exemplo, ou na gestão de projetos.

Na gestão estratégica, a adaptação da ferramenta roadmap permite a criação de uma linha do tempo dos processos a serem realizados nos projetos. Nesta linha são descritas:

  • as ideias;
  • execução das tarefas;
  • datas de entrega;
  • mensuração de gastos e etc.

O passo a passo para montar o roadmap

Agora que já sabemos o que é roadmap e onde ele é utilizado, vamos ao passo a passo para montá-lo!

Como toda ferramenta de processo organizacional, o roadmap possui itens essenciais na sua montagem.

Vamos conhecer o passo a passo para construir o roadmap perfeito na rotina das empresas com RH e gestores à frente.

  1. Anotar as ideias do projeto;
  2. Promover um brainstorm;
  3. Organizar as ideias;
  4. Atribuir valor ao projeto;
  5. Medir os possíveis riscos;
  6. Revisar o projeto constantemente.

Saber exatamente o que é o roadmap e sua função é essencial para gerenciar os processos da empresa com maior amplitude. Seguir um passo a passo para montá-lo.

1. Anotar as ideias do projeto

O passo inicial de todo projeto é colocar a ideia no papel antes de executá-la.

Esse primeiro passo do roadmap contribui para que tudo seja feito de forma planejada. O ideal é que nesse momento já seja esboçado um cronograma para debate com a equipe.

A partir dessa ideia inicial é possível visualizar melhor as suas anotações e avaliar as expectativas em relação a:

  • empresa;
  • equipe;
  • cliente.

Portanto, é preciso reconhecer a importância de passar a ideia para o papel.

2. Promover um brainstorm

Com a ideia em mãos chega o momento de debatê-la com a sua equipe interna e até mesmo com o cliente, para que nenhum esforço seja descabido ou desnecessário.

O brainstorm no roadmap pode expor:

  • soluções;
  • possíveis problemas;
  • dar maior controle sobre as tarefas.

O ditado de que “duas cabeças pensam melhor do que uma” funciona perfeitamente nesse caso. Já que muitas questões imperceptíveis na ideia inicial do gestor podem ser percebidas através do brainstorm com a equipe.

Fora que essa é uma possibilidade de engajar colaboradores nesse roteiro, já que quando eles se sentem ouvidos tendem a se dedicar mais pelos objetivos da empresa e do projeto.

Além, é claro, de se sentirem úteis e importantes para a empresa.

3. Organizar as ideias

Nesse momento a linha do tempo do roadmap começa a ser construída e são representadas conforme os objetivos do cliente e da empresa. Desde o passo a passo das tarefas até a fase de conclusão. Delimitando, entre outras coisas:

  • tempo;
  • gastos orçamentários e etc.

É aí que passamos do significado teórico sobre o que é roadmap para sua aplicação na prática, através da construção de uma planilha de tarefas. Por isso é tão importante que esse roteiro seja bem construído e inclua informações como:

  • datas de entregas;
  • o que cada membro da equipe deve fazer;
  • o que deve ser feito em cada fase;
  • gastos por período e etc.

Por meio disso, o gestor do projeto e o próprio RH terão uma visão ampla de toda a execução do projeto.

4. Atribuir valor ao projeto

A construção do que é roadmap precisa atribuir também valor ao projeto. Assim, a sua empresa não ultrapassa os limites de gastos e tem controle sobre o fluxo de caixa referente a todos os passos, para não se exceder.

Esse passo é que pode viabilizar ou inviabilizar o projeto. Sendo possível também realizar ajustes nesse momento, para que o custo não seja maior do que a perspectiva de resultados, tanto para a empresa como para o próprio cliente.

5. Medir os possíveis riscos

É fundamental realizar a gestão de riscos do projeto, para que assim você não tenha surpresas ao longo da execução. Quando você prevê algum problema fica mais simples reorganizar a equipe quando ele aparece.

Isso porque o roadmap funciona como esse planejador do futuro. Sendo assim, ele pode minimizar as chances de erro, já que tudo estará devidamente previsto no seu roteiro de trabalho.

6. Revisar o projeto constantemente

O conceito sobre o que é roadmap prevê flexibilidade e é passível de revisão.

Isso porque em muitos casos o cliente pede ajustes, surgem novas ideias por parte da equipe e do gestor e tudo precisa ser devidamente ajustado, sem gerar o caos com uma mudança.

No caso do exemplo de roadmap na criação de softwares é comum:

  • revisar suas funcionalidades;
  • melhorar seu uso;
  • fazer novos testes.

Tudo isso porque trata-se de  um processo que exige constante evolução.

O roadmap no cenário do RH e gestão não é diferente.

Mesmo que os profissionais saibam o que é o roadmap e saibam aplicá-lo, é crucial que a revisão do projeto faça parte do processo. Isso porque, assim, o gestor consegue:

  • readequar ações;
  • mudar funções;
  • corrigir tudo no tempo adequado.

Adote o roadmap como o guia dos seus projetos

Ter um guia para conseguir executar os projetos de forma eficaz se tornou uma rotina quase que obrigatória dentro das empresas. Com a grande concorrência, quem mantém uma ferramenta organizacional, como o roadmap, no seu dia a dia, se diferencia e é capaz de aumentar a produtividade na sua empresa.

Nesse cenário, saber o que é o roadmap pode contribuir com uma visão mais ampla da gestão de projetos. Isso porque o roadmap é um roteiro de trabalho que consegue amarrar os objetivos da empresa com as necessidades do cliente.

Dessa forma, o gestor que consegue utilizá-lo corretamente pode engajar os colaboradores e, principalmente, proporcionar uma comunicação eficiente.

Todos esses elementos impactam diretamente no rendimento de seus comandados, traçando um caminho estratégico de projetos mais duradouro e estável.

Construindo uma rotina onde todos têm voz e principalmente em que o caminho a ser seguido é comum a todos. Isso porque o roadmap constrói esse “objetivo ideal” que tem início, meio e fim de forma clara.

O departamento de RH é o líder da implantação dessa cultura organizacional que busca a satisfação e engajamento dos colaboradores, bem como aumento da produtividade, organização da gestão e participação na definição de objetivos e metas.

Para que o departamento possa se dedicar à estratégia, o ideal é que ele possa contar com o apoio de uma plataforma de gestão, como a da Xerpa, que reduzirá o tempo das atividades e trará eficiência à sua execução.

Gostou do nosso artigo? Compartilhe nas redes sociais e ajude mais pessoas a organizarem suas empresas diante dos desafios que o mercado apresenta diariamente.

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.