Nos últimos anos, diversas empresas surgiram e se cresceram em um ritmo nunca antes visto. Esse fenômeno aumentou a pressão para que novos empreendedores consigam altos retornos em pouco tempo, mas nem sempre os resultados são os esperados. Mas por que algumas empresas crescem rápido e outras não? A resposta é simples: negócio escalável.

Organizações desse tipo conseguem crescer de forma exponencial sem comprometer seus processos e recursos. Porém, nem todo negócio tem as características certas para ser escalável. Quer saber o que é preciso para isso? Continue acompanhando o post!

O que é um negócio escalável?

Negócio escalável é uma empresa capaz de multiplicar seu faturamento sem precisar aumentar as despesas na mesma medida. 

Isso acontece porque ela consegue reproduzir seu produto em larga escala a um custo muito baixo, obtendo um aumento de receita inversamente proporcional.

Por exemplo: se você vende brigadeiros e tem um crescimento considerável no número de clientes, seus custos de produção aumentarão na mesma proporção. Afinal, você precisará comprar ingredientes e maior quantidade e dedicar mais tempo no preparo dos doces. Ou seja, seu negócio não é escalável, pois a receita é proporcional ao investimento.

Em um negócio escalável, o aumento nos custos de produção não acontece. Por isso, esse tipo de empreendimento tem um alto potencial de crescimento e pode até ser internacionalizado, mas em um tempo menor e com muito menos investimento que negócios tradicionais.

O que torna um negócio escalável?

Um modelo de negócio escalável tem algumas características fundamentais. São elas:

  • alta demanda no mercado;
  • modelo de negócio ampliável;
  • padronização do produto;
  • processo de produção ensinável;
  • automatização dos processos;
  • logística inteligente.

Confira mais detalhes a seguir e veja se a sua empresa tem potencial para obter crescimento rápido!

 

Alta demanda no mercado

Uma das principais características de um negócio escalável é ter um produto ou serviço que seja inovador ou preenche uma lacuna do mercado. Oferecer algo que as pessoas realmente querem ou precisam é a base do sucesso de qualquer empresa, sobretudo dentro desse modelo de negócio.

 

Modelo de negócio ampliável

Pensar grande é fundamental. Desde o início tenha em mente onde a empresa quer chegar, planejando o domínio do mercado além das fronteiras regionais ou até mesmo nacionais. Analise bem o mercado, a concorrência e observe se a sua ideia é ampliável e capaz de produzir receita recorrente.

 

Padronização do produto

Produtos ou serviços personalizados não são indicados para quem quer ter um negócio escalável. Esse tipo de entrega exige mais tempo e investimento, além da contratação de profissionais especializados. Para fazer isso em larga escala, seria preciso aumentar os custos de produção.

Para crescer rápido, estruture um plano de negócio com base em produtos e serviços padronizados, que sejam fáceis de entregar em grande quantidade. A Netflix, por exemplo, oferece o mesmo serviço de streaming para todos os clientes, sejam eles 100, 1.000 ou 100.000.

 

Processo de produção ensinável

Uma vez que o produto é padronizado, o processo de produção se torna facilmente ensinável. Assim, todos os funcionários conseguem entregar exatamente o mesmo resultado, sem deixar cair a qualidade.

Um bom exemplo para ilustrar isso é o sistema de franquias. Nesse modelo, os franqueados adquirem, além da concessão da marca, um modelo de gestão pronto, testado e aprovado. Basta aprender os processos, repassar aos colaboradores e replicar o serviço de acordo com os padrões estabelecidos.

 

Automatização dos processos

Além de replicáveis, os processos devem ser automatizados. Procure as tecnologias certas para acelerar as entregas sem aumentar os custos com mão de obra. O grande segredo de um negócio escalável é fazer mais com menos, obtendo grandes resultados em um curto espaço de tempo.

 

Logística inteligente

De nada adianta padronizar a produção se a logística não funcionar de maneira eficiente. A organização deve ser capaz de atender às demandas da equipe de vendas sem dificuldades, realizando prontamente todas as entregas. Novamente, ferramentas de automação são essenciais para cumprir este objetivo.

Quais são os benefícios de ter um negócio escalável?

Sabemos que um negócio escalável é capaz de crescer mais rápido, mas como isso acontece? Confira a seguir as principais vantagens e implementar esse modelo de gestão.

 

Melhor qualidade das entregas

Como os processos são padronizados, as atividades são melhor executadas pelos colaboradores. Quanto mais o modelo de produção é replicado, mais ele evolui, o que permite um crescimento contínuo na qualidade das entregas.

 

Aumento do valor de mercado

Quando um negócio alcança a escalabilidade, seu valor de mercado tende a aumentar. Empresas com esse modelo de gestão são bastante valorizadas pelo mercado financeiro, podendo atrair investidores e injeções de recursos para ampliar ainda mais a sua atuação.

 

Expansão do negócio

Negócios escaláveis têm mais chances de se expansão nacional ou até global. Além disso, por ter uma produção ágil e eficiente, esse modelo é capaz de fidelizar clientes mais facilmente.

Quais tipos de negócios podem ser escaláveis?

Anteriormente, citamos a Netflix como exemplo de negócio escalável, já que ela consegue distribuir seu serviço em escala global a um custo muito baixo. Mas que outras ideias de negócio podem atingir o mesmo resultado? A seguir, separamos alguns exemplos para você se inspirar. Confira!

 

Softwares e apps

Softwares para computadores e aplicativos para smartphone são ótimos exemplos de ideias escaláveis. A produção tem baixo, já que é toda feita no ambiente online, sem precisar de grandes estruturas físicas. 

Além disso, é possível entregar um produto padrão a todos os clientes, obedecendo a lógica da geração de receita inversamente proporcional.

Basta identificar um nicho, uma necessidade de mercado, e trabalhar em cima dela com criatividade.

 

Serviços de economia colaborativa

Empresas com serviços de economia colaborativa também são ótimos casos de negócios escaláveis. A Uber, por exemplo, se tornou uma das maiores empresas de transporte no mundo sem possuir um único carro. O mesmo ocorreu com a Airbnb, que se destacou no setor de turismo sem construir nenhum hotel.

Em ambas os negócios, tudo foi feito com um app e um serviço de grande adesão. Deu tão certo que essas empresas cresceram rapidamente e abriram caminho para o surgimento de outros apps nos mesmos moldes.

 

Ebooks e cursos online

Infoprodutos são um dos caminhos mais baratos e efetivos de construir um negócio escalável. Os custos para produzir um ebook ou curso online são muito baixos: basta investir em uma boa gravação e edição de vídeos, ou arcar com as despesas de diagramação do material.

Depois, é só executar uma boa estratégia de marketing e procurar uma plataforma de distribuição online confiável. Se o seu conteúdo for relevante, a ideia tem tudo para funcionar perfeitamente.

Essas foram as nossas dicas sobre como tornar o seu negócio escalável. Agora que você já está por dentro do assunto, que tal colocar o que aprendeu em prática? Dessa forma, sua empresa terá muito mais chances de se destacar no mercado e conquistar resultados incríveis!

Gostou do artigo? Compartilhe com a gente nos comentários qual é a sua experiência com esse modelo de negócio. Estamos à disposição para tirar qualquer dúvida que você tiver sobre o tema!