mudar de emprego em 2020

10 dicas para quem quer mudar de emprego em 2020

Segundo uma pesquisa feita pela Catho, 92% dos brasileiros desejam mudar de emprego em 2020. Mas com a pandemia da Covid-19, essa não será uma tarefa fácil, pois a crise já teve efeitos significativos no nosso mercado de trabalho. 

De acordo com dados do Ministério da Economia, 1,1 milhão de vagas foram fechadas no País entre março e abril. Em tempos de recessão e oportunidades escassas, uma decisão como mudar de emprego deve ser pensada com muito cuidado.

Então, quais critérios levar em conta antes de começar a buscar novos desafios? Como se preparar para essa transição? Para responder a essas perguntas, listamos neste artigo 10 dicas para quem quer mudar de emprego em 2020:

  1. entenda suas motivações;
  2. planeje sua busca;
  3. identifique segmentos em crescimento;
  4. busque novos conhecimentos;
  5. fortaleça seu networking;
  6. trabalhe sua marca pessoal;
  7. seja flexível;
  8. prepare-se para entrevistas virtuais e trabalho remoto;
  9. seja paciente;
  10. analise o salário e os benefícios.

A seguir, saiba mais detalhes sobre cada um desses passos e prepare-se para colocar a mão na massa!

1. Entenda suas motivações

Antes de começar a sua busca, reflita e entenda por que você quer sair de onde está. Não há perspectiva de carreira? A remuneração não é satisfatória? Você não está alinhado à cultura da empresa? Faça esses questionamentos e coloque suas conclusões no papel, para visualizar seus objetivos com mais facilidade.

Saber o que te deixa insatisfeito é fundamental para saber o que procurar no próximo emprego. Assim será mais fácil estudar as empresas, analisar as vagas e se candidatar apenas a oportunidades com as quais você realmente se identifica.

2. Planeje sua busca

Determine um horário para se dedicar à sua busca diariamente, com um cronograma detalhado de ações que para mudar de emprego em 2020.

Tenha tudo documentado: candidaturas feitas, retornos recebidos e fases alcançadas nos processos seletivos. Assim, você conseguirá acompanhar o seu progresso, avaliar o que deu certo ou errado e estabelecer expectativas realistas.

Outra dica importante é não atirar para todo lado. As chances de você ser notado são maiores quando você se candidata a vagas com maior aderência ao seu perfil profissional. Portanto, use palavras-chave da sua área no currículo e vá atrás apenas de oportunidades que tenham a ver com você.

Caso você se qualifique e tenha interesse em mais de uma área, faça dois currículos, destacando as habilidades mais valorizadas em cada segmento.

3. Identifique segmentos em crescimento

Com a pandemia, muitos setores da economia entraram em recessão, mas alguns mercados se aqueceram. Para mudar de emprego em 2020, pode ser interessante identificar esses setores e direcionar sua busca para as oportunidades oferecidas por eles.

Em geral, empresas que atuam com varejo, logística, saúde e e-commerce são as que mais estão contratando, pois suas demandas cresceram em meio à crise. Por isso, se os seus objetivos se encaixarem em alguma vaga nessas áreas, considere seriamente uma candidatura.

4. Busque novos conhecimentos

Este período de isolamento social é uma ótima oportunidade para investir em cursos e treinamentos online. Muitas instituições de ensino, inclusive, estão oferecendo aulas gratuitas, para que mais profissionais possam ampliar seus conhecimentos.

Conquistar novas certificações com certeza será útil para você mudar de emprego em 2020. Existem cursos dos mais variados tipos, abordagens e tempos de duração. Avalie bem as opções do mercado, escolha as que têm mais chances de abrir portas na sua carreira e vá em frente.

Você pode até buscar cursos sobre assuntos pelos quais se interessa, mas que não tenham a ver diretamente com o que faz hoje. Quem sabe isso não se torna uma chance de conseguir renda extra ou descobrir uma nova atividade profissional?

5. Fortaleça seu networking

Mais do que nunca, este é o momento de fortalecer seu networking. Com a crise, cada vez menos vagas serão publicadas nos sites e redes sociais especializadas. As poucas oportunidades que aparecerem serão preenchidas com indicações e candidatos encontrados ativamente pelos recrutadores.

Para aumentar suas chances de mudar de emprego em 2020, faça contato com amigos, mentores e ex-colegas de trabalho para descobrir novas oportunidades. Há boas chances de algum deles conhecer alguém que esteja contratando.

Por falar em networking, aí vai uma dica de ouro: use e abuse do LinkedIn. Com a impossibilidade de participar de eventos presenciais, a rede social profissional é a melhor forma de acionar antigos contatos, criar novas relações e participar de discussões sobre a sua área, por meio de grupos e postagens. 

Isso sem contar as ferramentas de busca de emprego e a chance de ser encontrado por algum recrutador. Para aproveitar tudo isso, atualize seu perfil e comece a ser mais ativo no site, adicionando pessoas, publicando posts e interagindo com colegas de profissão.

>> Quer saber mais sobre o assunto? Confira este outro post do blog: O que é network: 7 dicas para expandir suas relações profissionais <<

6. Trabalhe sua marca pessoal

Outra atitude essencial que você deve tomar se quiser mudar de emprego em 2020 é trabalhar a sua marca pessoal.

Reformule o seu currículo e perfis online, garantindo que eles comuniquem de forma clara e atrativa suas qualificações profissionais. Escolha um layout simples e limpo, fique atento ao português e não se esqueça de incluir nenhuma informação. Afinal, essas ferramentas são seus cartões de visitas, por isso precisam estar impecáveis.

Feito isso, pense em como você é visto pelos seus pares e no que pode fazer para construir uma boa reputação. Que tal produzir conteúdo no LinkedIn contando suas experiências e visões sobre o mercado? Muitos já fizeram isso e obtiveram excelentes resultados. Se você se expressa bem por vídeo ou texto, pode ser um ótimo caminho.

Além disso, preocupe-se em construir relacionamentos sólidos com seus pares. Seja solícito, dê conselhos e faça indicações quando eles pedirem. Saber lidar bem com outros profissionais da sua área também é uma forma de construir sua marca. Assim, quando eles tiverem alguma oportunidade na manga, com certeza vão se lembrar de você.

7. Seja flexível

Se você quiser mudar de emprego em 2020, lembre-se de que o mercado vive um momento difícil e que as vagas tradicionais serão escassas. Por isso, caso você esteja sem trabalho, considerar vagas de trabalho temporário pode ser uma boa alternativa.

Outra ideia interessante é atuar como freelancer. Muitos profissionais, inclusive, preferem esse modelo de trabalho, pois ele permite mais liberdade e, em alguns casos, até ganhos maiores do que empregos CLT.

Se você nunca trabalhou dessa forma, pense nas suas habilidades e em como você poderia usá-las para oferecer serviços para pessoas e empresas. Há um mercado enorme para revisores, redatores, editores de vídeo, diretores de arte e consultores das mais diversas áreas de atuação.

Após encontrar a sua atividade, se organize para transformá-la em um trabalho de meio período ou até integral, dependendo dos seus objetivos. Nos dias de hoje, é essencial se adaptar rapidamente às mudanças do mercado, e essa é uma excelente forma de fazer isso.

8. Prepare-se para entrevistas virtuais e trabalho remoto

Nesse período de distanciamento social, entrevistas virtuais e trabalho remoto são regra. E a tendência é que isso se estenda por muito tempo, talvez até de forma permanente. O Google e o Facebook, por exemplo, já anunciaram que seus colaboradores devem ficar em home-office pelo menos até 2021.

Por isso, esteja preparado para trabalhar e fazer entrevistas da sua casa a partir de agora. Arranje um bom computador, deixe a conexão de internet em ordem e encontre um lugar silencioso e bem iluminado, onde você possa conversar com os recrutadores com boa qualidade de áudio, vídeo e sem interrupções.

Além disso, vista-se adequadamente, como se estivesse de fato indo visitar o escritório da empresa. Também tenha cuidado com a sua postura e linguagem corporal, adaptando-se da melhor forma às conversas por videochamada.

9. Seja paciente

Por conta da crise, as empresas estão enfrentando desafios para se adaptar a tantas mudanças em tão pouco tempo. Isso pode fazer com que os processos seletivos se tornem mais lentos, com maior tempo de resposta entre uma fase e outra.

Nesse cenário, seja paciente consigo mesmo e com os recrutadores, controlando a ansiedade e usando esse tempo para se preparar cada vez melhor para novas entrevistas.

10. Analise o salário e os benefícios

Analisar bem o salário e os benefícios é fundamental para quem quer mudar de emprego em 2020 ou em qualquer outro ano. Em um momento tão incerto, a atenção deve ser redobrada, para que você não seja iludido por ofertas que passam a impressão de ser melhores do que o seu salário atual, mas na verdade não são.

Tenha em mente que uma proposta de trabalho, via de regra, deve apresentar cerca de 30% de aumento na sua renda atual. Isso, é claro, considerando o salário + o pacote de benefícios, como bônus, PLR, planos de saúde, vale-refeição e vale-alimentação, entre outros.

Agora que você já conhece o caminho para mudar de emprego em 2020, que tal colocar o que aprendeu em prática? Apesar de vivermos uma situação delicada, conquistar novos desafios profissionais neste momento não é impossível. Com planejamento, dedicação e paciência, você tem tudo para alcançar a oportunidade que está esperando!

 

Gostou do artigo? Siga-nos nas redes sociais e confira em primeira mão os nossos melhores conteúdos sobre gestão de carreira. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.