Minha empresa cresceu, e agora? Como cuidar da gestão financeira?

A gestão financeira é a base de qualquer empresa, afinal, todos os departamentos dependem dela para poder manter a qualidade da sua produção.

Porém, com o crescimento do negócio, torna-se cada vez mais difícil administrar as finanças — pois, assim como as receitas aumentam, os compromissos a serem arcados mensalmente seguem o mesmo caminho.

Os trabalhos manuais tomam tempo do gestor, fazendo com que ele perca horas para solucionar questões importantes do dia a dia, como a verificação de detalhes de demissõeshoras extrasfolha de pagamento e tantos outros itens.

Separamos algumas dicas para que você possa entender quais são os cuidados essenciais com a gestão financeira nesse momento de expansão. Acompanhe:

Faça um planejamento financeiro

O planejamento financeiro vai definir, de uma maneira bem clara, quais são as metas da sua empresa. Por mais que você já tenha feito um planejamento, nesse momento é preciso revê-lo.

Com a expansão do seu negócio, novas missões devem ser estabelecidas para que a sua empresa continue com um crescimento eficaz.

Defina quais são:

  • as suas metas;
  • os seus planos operacionais;
  • os seus prazos;
  • e os seus projetos.

Dessa maneira, será possível realizar investimentos sem comprometer o orçamento da empresa.

O planejamento proporciona uma visão estratégica mais ampla do negócio. Com isso, o gestor consegue identificar quais erros estão sendo cometidos e que podem comprometer a saúde financeira da empresa futuramente.

Fique atento ao seu fluxo de caixa

O fluxo de caixa tem um papel fundamental dentro da gestão financeira. Por meio dele, é possível verificar todas as entradas e as saídas em um determinado período.

Somente com as informações fornecidas pelo fluxo de caixa será possível identificar o quanto a empresa tem disponível para realizar novos investimentos e se as dívidas não ultrapassam as receitas.

Com o fluxo de caixa em dia, será possível fazer um controle financeiro mais eficiente, podendo emitir relatórios com informações precisas — as quais são de extrema importância na tomada de decisões.

Devido a isso, é essencial que a atualização do seu fluxo seja contínua, pois as informações nele contidas são fundamentais para o bom desenvolvimento do negócio.

Cuidado com as dívidas

As dívidas são muito comuns dentro de uma empresa. Os compromissos com luz, água, fornecedores e outros serviços sempre vão existir. Porém, o que não pode acontecer é que essas dívidas ultrapassem as suas receitas.

Como você percebeu que o seu negócio está crescendo, a sua animação e a sua vontade de ver resultados melhores aumenta, o que pode representar um perigo!

A gestão financeira de uma empresa exige uma análise minuciosa dos seus dados antes de realizar qualquer aplicação. As emoções precisam ser deixadas de lado para que a empresa não gaste mais do que consegue pagar.

Reduza custos improdutivos

Os custos improdutivos são todos aqueles gastos que não revertem em ganho para a empresa. Os desperdícios, por exemplo, podem ser considerados como custos improdutivos, pois só geram despesas desnecessárias para o seu negócio.

Para identificá-los, é preciso que seja feita uma análise minuciosa de todas as despesas a fim de verificar onde estão os excessos. Só então é possível analisar se eles podem ser eliminados ou, pelo menos, diminuídos.

Isso é um problema muito comum em empresas que estão crescendo, pois há muitas mudanças acontecendo e fica mais fácil acabar escapando alguma coisa ao ter que se cuidar de uma operação em rápida expansão. Esse é o melhor momento para criar o hábito de se verificar custos e sempre buscar reduzi-los.

Como dizem por aí, custo é que nem cabelo: precisa de cuidado constante e cortes ocasionais para ficar saudável.

Organize todos os documentos

A gestão financeira exige que todos os documentos sejam armazenados de maneira organizada. Isso inclui não somente comprovantes, mas todos os boletos e contratos de prestação de serviços.

Organizar os documentos proporciona economia de tempo no momento da busca, possibilitando que você tenha em mãos informações com mais agilidade.

Além disso, por meio dessa organização, fica mais fácil de controlar as contas a pagar, evitando que ocorram atrasos e pagamentos de juros e de multas desnecessárias.

Sem contar que a credibilidade de um “bom pagador” permanece com a empresa, facilitando novas negociações.

Defina as suas prioridades

O setor financeiro costuma ser muito sobrecarregado de trabalho, e com o crescimento da empresa isso tende a aumentar. Para solucionar esse problema, é preciso que você defina as suas prioridades e classifique as suas tarefas.

Selecione quais são as suas pendências mais urgentes e importantes, e então dê preferência para realizá-las o quanto antes.

É preciso que você e a sua equipe aprendam a identificar quais são as atividades mais urgentes para não perder tempo com assuntos menos importantes e que podem esperar para serem solucionados.

Aprenda com os seus erros

Eis um fato: não é sempre que você vai acertar. Porém, é importante que você não fique desmotivado e busque novas soluções para a resolução do problema.

Com o crescimento da empresa, as responsabilidades aumentam — e, com isso, as chances de cometer erros também.

É preciso encarar esses equívocos como um aprendizado e entender que você está ganhando mais experiência para lidar com esse tipo de situação.

Automatize os processos

A automatização de processos é muito importante para que a empresa continue tendo um bom desenvolvimento.

Ao automatizar os processos, você conseguirá administrar melhor o seu tempo e o da sua equipe, pois vocês vão ter mais disponibilidade para trabalhar naquilo que realmente traz um retorno positivo para o seu negócio.

Não será mais necessário gastar horas para emitir um relatório, pois você poderá acessar as informações que precisa por meio de um sistema.

Ao eliminar os processos manuais, as chances de erros na emissão de dados vão diminuir, fazendo com que o gestor consiga tomar a decisão correta, no momento oportuno.

Cuidar da gestão financeira de uma empresa não é fácil. As responsabilidades são extremamente sérias, e qualquer erro pode colocar em risco a saúde financeira do negócio. Por isso, é importante que você esteja atualizado sobre as questões financeiras do mercado e, principalmente, invista na automatização dos processos.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *