mindfulness-no-trabalho

Mindfulness no trabalho: o segredo dos profissionais focados e produtivos

Mindfulness é um conjunto de técnicas de meditação budista, cujos métodos e benefícios foram assimilados à rotina corporativa pelo biólogo Jon Kabat-Zinn. Por meio de seus exercícios aplicados no dia a dia, é possível aumentar a confiança, produtividade e foco de suas equipes, além de minimizar os efeitos nocivos do estresse e das frustrações diárias. E o mindfulness no trabalho tem muito mais a acrescentar!

Vamos lá: o estresse no trabalho é um assunto sério e indispensável em qualquer reunião do setor de RH. Afinal de contas, o acúmulo de frustrações se converte facilmente em problemas físicos, psicológicos e de performance, para o colaborador, e de resultados para a empresa. É aí que o mindfulness no trabalho entra em cena.

Considerando que o RH tem como um de seus principais objetivos a promoção de um ambiente de trabalho seguro, proveitoso e focado no bem-estar e na qualidade de vida dos seus funcionários, esse conceito pode agregar muito valor à rotina, promovendo benefícios múltiplos à sua organização.

Quer saber como o mindfulness no trabalho tem se convertido em um dos grandes segredos dos profissionais focados e produtivos? Continue a leitura deste post!

O que é mindfulness?

o-que-e-mindfulness

O termo, em português, tem sido associado à ideia de “atenção plena”. Um estado de concentração e foco intensos, tudo isso com os pensamentos em harmonia.

Para tanto, o conceito de mindfulness vem carregado pelos ensinamentos e técnicas de meditação budista — cuja aplicação no meio corporativo ganhou forma com o doutor em biologia molecular Jon Kabat-Zinn.

Amparado por evidências científicas, o uso do mindfullness no trabalho mostrou-se benéfico no desenvolvimento das pessoas, popularizando-se rapidamente entre as grandes empresas e profissionais de todos os setores.

Quem já pratica meditação, deve identificar não apenas o conceito e as suas técnicas, mas os benefícios em aplicar o mindfulness no trabalho em seu dia a dia.

Para quem ainda não conhece, por sua vez, pode ser de grande valia o conhecimento. Sem falar que o setor de RH tem muito a aprender com essa prática e, assim, aplicá-la na rotina da empresa.

Benefícios do mindfulness no trabalho

Alguns minutos dedicados à paz, ao silêncio e à contemplação. Isso por si só já expõe uma série de aspectos positivos para o resto do seu dia.

Mas, no geral, o mindfulness no trabalho acumula diversos benefícios para as pessoas. Entre os principais, destacamos os seguintes:

  • facilidade em agregar mais foco aos colaboradores, evitando as dispersões e a baixa concentração nas suas responsabilidades ao longo do expediente;
  • clareza mental para agregar mais rapidez na tomada de decisão e consciência para ser mais assertivo;
  • mais benefícios para as pessoas lidarem com a pressão, o estresse e as frustrações cotidianas — questões comuns que alimentam os malefícios de um colaborador workaholic;
  • desenvolvimento da autoconfiança;
  • autonomia para saber como lidar com as novas situações — especialmente, as problemáticas.

Claro que, para isso, os seus colaboradores devem engajar no projeto de mindfulness no ambiente de trabalho. Afinal, é por meio do exercício e da prática que esse tipo de atividade se mostra eficiente.

>> Uma das propostas do bem-estar no trabalho é promover a qualidade de vida na empresa! Para isso, criamos um e-Book recheado de dicas para criar um programa de qualidade de vida na sua empresa. Clique aqui e acesse agora mesmo!

6 práticas para aplicar o mindfulness no trabalho

Assim como qualquer treinamento aplicado pelo seu RH demanda tempo, disciplina e vontade para gerar resultados, o mindfulness no trabalho é um exercício como outro qualquer — ao menos, nesse sentido.

Daí, a importância em qualificar o setor de RH para assumir a dianteira e repassar aos gestores algumas técnicas a serem inseridas no dia a dia para estimular os colaboradores a praticarem o mindfulness no trabalho.

Para isso, comece com o seguinte planejamento:

  • avalie quais são os problemas que mais afetam o seu quadro de funcionários (como estresse, falta de atenção ou baixa motivação e/ou engajamento);
  • planeje uma campanha que aponte com dados os benefícios de investir em mindfulness no trabalho — não apenas na rotina corporativa, mas no lado pessoal;
  • divulgue sobre o mindfulness nos meios de comunicação da empresa;
  • estabeleça um contato central para que os gestores e colaboradores tirem as suas dúvidas;
  • compartilhe o planejamento com toda a empresa.

Sobre as técnicas de mindfulness no trabalho, explicamos cada uma delas logo abaixo!

1. Tenha um objetivo definido

Ao acordar ou mesmo antes de iniciar o trabalho, pare por alguns instantes e tome uma decisão importante: o que você deseja alcançar nesse dia?

Simples exercício, mas que ajuda o profissional a ter um foco, desde cedo, a respeito do que ele busca para conquistar ao longo do dia. Fazer disso um hábito permite o aumento gradual de concentração e foco contínuos.

2. Exercite o aqui e o agora

Aprenda que o presente é importante, independente de os seus objetivos serem de médio ou longo prazo. Isso porque é a partir do que é feito aqui e agora que essas metas serão cumpridas.

Portanto, estimule os colaboradores a organizarem as suas rotinas: dedique um tempo para dedicar a sua atenção incessante à tarefa. Em seguida, descanse e retome a atividade após esse repouso físico e mental.

3. Estimule as pausas mentais

Além dos descansos acima citados, experimente regularizar os pensamentos e batimentos cardíacos com pausas de um minuto. Um minutinho só para respirar, ordenar os pensamentos e recuperar o pique.

4. Dedique-se a um número menor de tarefas simultâneas

Os tempos modernos parecem ter exigido que sejamos multidisciplinares — iguais aos softwares de gestão e outras tecnologias envoltas em nosso dia a dia. Só que se pararmos para pensar: é mesmo necessário?

Que tal redistribuir responsabilidades, estimular o trabalho coletivo e fragmentar os grandes projetos para que os seus profissionais assumam menos tarefas ao mesmo tempo?

Perceba que o resultado é o mesmo, mas planejado de forma distinta. Dentro do mindfulness no trabalho, isso permite que os seus profissionais tenham mais tempo para refletir, considerar novas soluções e focar mais nas principais tarefas, e não na quantidade superior de atividades a serem cumpridas no mesmo dia.

5. Use o estresse em benefício dos seus profissionais

O estresse moderado estimula o senso de urgência, importância e acelera as pessoas a buscarem uma solução. Portanto, não exclua-o inteiramente da rotina.

Por exemplo: a gamificação é uma boa maneira de instaurar regras e prazos para a conclusão de um trabalho, mas de maneira lúdica e até divertida. Assim, existe o estresse, mas sem o apelo agressivo do qual muitos instauram o estado de urgência para a realização de uma tarefa.

6. Respire e aceite

Sabe aquele resultado irreversível? Pois então, de nada adianta remoê-lo, reviver a situação e prender-se ao que já foi e não pode ser alterado.

Por sua vez, oriente os colaboradores a usarem as suas frustrações como aprendizado para a próxima oportunidade. Com isso, cria-se uma consciência mais harmônica a respeito do desenvolvimento pessoal e profissional.

Uma desejada promoção não deu certo? Converse com os gestores, em sua avaliação de desempenho, entenda os motivos e avalie o que pode ser aprimorado para na próxima oportunidade, mostrar aos superiores que todos os apontamentos foram desenvolvidos e superados.

Com essas dicas, as técnicas de mindfulness no trabalho vão se tornar hábitos dos seus colaboradores, permitindo que todos atinjam um grau superior de conscientização e, consequentemente, de fortaleza contra a pressão, o estresse e a cobrança exacerbados.

Convém considerar, no entanto, que essas não são as únicas alternativas para promover benefícios ao ambiente de trabalho. Se você estiver em busca de orientações que vão além do mindfulness no trabalho, aproveite para curtir a nossa página do Facebook e a seguir-nos no Instagram, Twitter e LinkedIn para ficar sempre por dentro de nossas dicas e novidades!

Com as ferramentas certas o trabalho também evolui!

Saiba como uma plataforma de Recursos Humanos pode ajudar sua empresa fazer o controle de vários processos de gestão de pessoas importantes. Com a Xerpa sua empresa terá acesso a benefícios como:

  • reduzir o tempo nos seus processos de admissão de desligamento de funcionários;
  • ter um processo mais claro e seguro;
  • evitar penalizações, multas ou qualquer risco relacionado à questões legais e gestão de informação da empresa.

A Xerpa é a única que entrega uma experiência incrível e ainda resolve o problema real que o cliente tem. Fale com um especialista e descubra como reduzir 30% dos custos do seu RH.

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.