mercado-futuro

Mercado futuro: o que é e como funciona?

Mercado futuro é um ambiente de compra e venda de ativos financeiros para uma data futura.

Ele está presente dentro da Bolsa de Valores e se destaca por ser um espaço onde qualquer pessoa com o mínimo conhecimento do mercado de ações pode atuar. 

Aliás, essa é uma das principais vantagens do mercado futuro, além da sua flexibilidade e diversificação de ativos.

Neste artigo você entenderá o que é mercado futuro e quais os riscos e vantagens de se apostar nesse ambiente de investimento, como por exemplo:

  • Alta liquidez;
  • Flexibilidade;
  • Alavancagem;
  • Risco de ajuste diário;
  • Risco de alteração de margem.

Quer se arriscar no mercado financeiro? Que tal saber mais sobre ele primeiro? Continue lendo e fique por dentro!

O que é mercado futuro?

o-que-e-mercado-futuro-como-funciona

Como o próprio nome diz, mercado futuro é um tipo de capitalização em que se negocia contratos de compra e venda de ativos e índices com base nas expectativas de cotação futuras. 

Resumidamente, seria investir projetando um cenário a curto, médio ou longo prazo. Ele é considerado também como um ambiente de especulação em que os investidores se comprometem a adquirir ou vender um ativo com um preço pré-determinado.

Dentre os contratos mais comuns negociados no mercado futuro estão as commodities: boi gordo, milho, café, soja. Há também índices como Bovespa, Standar & Poors (S&P 500) e moedas (dólar cheio e mini, euro e ouro).

No mercado futuro existem dois tipos de contratos: os chamados cheios e os minicontratos. Nos cheios você investe de cinco em cinco contratos e no mini é possível selecionar apenas um. Obviamente os rendimentos seguirão a proporção de 5/5 ou de 1/5.

Como funciona o mercado futuro

O mercado futuro funciona como uma espécie de garantia para o produtor rural de que o custo da sua produção será coberto e ele ainda obterá algum lucro. É claro que isso depende de como estiver o mercado naquele momento, operando em alta ou baixa.

Já no caso do investidor, o que se compra é o poder sobre as oscilações diárias dos ativos e o lucro advém dessas variações de preços que acontecem de acordo com a lei da oferta e da procura.

Por isso, nesse modelo de aplicação é preciso saber lidar com incertezas futuras. Por outro lado, a habilidade de analisar os mercados, flutuação de moedas e a economia interna e externa podem garantir bons rendimentos no mercado futuro.

E por que tanta gente investe nesse formato que oferece risco? Por conta da diversidade de contratos que permite montar estratégias variadas e capitalizar em diferentes setores do sistema financeiro.

Investir em mercado futuro é garantir resultados diários a partir da diferença entre o valor negociado e a cotação do ativo ou índice, conhecida como correção ou ajuste diário.

Quem pode operar no mercado futuro?

Nem todos sabem, mas o mercado futuro é aberto a qualquer pessoa. Contudo, devido aos riscos e diversas possibilidades que ele pode oferecer é recomendado buscar o apoio de um especialista para começar a operar.

Até porque assim, fica mais fácil entender as regras e nuances dos ativos que podem oscilar tanto para baixo quanto para cima e você terá as ferramentas necessárias para saber como lucrar independente do cenário apresentado.

Como negociar no mercado futuro

No mercado futuro você não compra sacas de café, arrobas de boi, dólares, mas sim os contratos. 

Eles são vendidos em lotes mínimos na Bolsa de Valores por meio de sistema de negociação Home Broker, e são intermediados por corretoras de valores. Então, o primeiro passo é escolher uma com cautela e abrir uma conta em alguma dessas empresas.

Dica: selecione uma corretora na qual confie e que demonstre ter um trabalho ativo de te orientar e trabalhar junto para que seus investimentos sejam rentáveis. Cada uma delas cobra um custo de operação e isso deve ser contabilizado por você também.

Em um segundo momento, você precisará depositar um valor nessa conta que será utilizado nos seus investimentos. Lembre-se de adicionar também uma reserva, uma margem de garantia, para caso as oscilações do mercado sejam negativas.

Depois você deve escolher em quais contratos futuros vai aplicar, levando em consideração uma estratégia bem estruturada. Em seguida, fixe o mês e o ano de vencimento da sua aplicação. 

Essas definições vão gerar um código com letras e números que será utilizado na contratação dos seus investimentos.

Veja um exemplo: o milho é identificado pelas letras CCM e o mês de agosto pela letra Q. Se você optar por um contrato futuro de milho que termine em agosto de 2021, por exemplo, o seu código será CCMQ21 (milho, agosto, 2021).

A lista com os principais contratos e códigos pode ser conferida no site da Bovespa.

Perfis de investidores do mercado futuro

O mercado futuro tem como destaque dois perfis de investidores: os especuladores e os hedgers. Abaixo daremos mais detalhes sobre as características desses dois tipos.

Hedgers

A palavra hedge significa ‘cerca’ e realmente descreve bem o que é esse investidor. Os hedgers são aqueles que apostam em estratégias de cobertura e proteção sobre os riscos de um investimento.

É como se o preço de uma compra fosse neutralizado para que ele não perca dinheiro futuramente. É a chamada garantia do contrato futuro cobrindo o preço com segurança.

Podemos compará-los aos viajantes que decidem antecipar a compra do dólar para uma viagem futura para aproveitar a taxa de câmbio do dia. Ou seja, uma compra de contrato futuro da moeda.

Especuladores

Diferente dos hedgers, os especuladores estão dispostos a correr riscos e, consequentemente, desejam lucrar mais no mercado futuro dessa forma.

Os especuladores são extremamente agressivos e estão expostos a muitos riscos na compra e venda de ativos, pois seu perfil principal é de fazer muitas negociações.

Uma vez que seu objetivo não é o uso direto do ativo, mas sim obter um lucro acima do que ele aplicou no futuro.

Apesar de sua ação muitas vezes controversa, a especulação financeira é um dos pontos centrais da liquidez do mercado financeiro.

Entre os principais ativos que eles negociam no mercado estão os contratos futuros, commodities e ações de empresas.

Principais vantagens do mercado futuro

Arriscado, mas também extremamente atrativo e lucrativo. Esse é o mercado futuro que está recheado de vantagens para quem está disposto a entendê-lo e se aprofundar nas suas características. Conheça algumas das principais vantagens do mercado futuro.

Alta liquidez

A liquidez é a rapidez com que uma aplicação se transforma em dinheiro na sua conta corrente e fica disponível para uso. O mercado futuro tem alta liquidez e permite que você saia dele a qualquer momento vendendo seus contratos.

Já falamos sobre a influência da liquidez no mercado no artigo Liquidez: o que é e como influencia o seu investimento”.

Diversificação

variedade de ativos e índices para investir, o que permite aplicar em diferentes mercados e aumentar as fontes de lucro no mercado de ações.

Além disso, commodities são bens de consumo muito importantes para a alimentação da população e na fabricação de itens essenciais.

Podemos destacar: carne, café, milho e boi gordo. É possível se arriscar também em compra e venda de moedas distintas e ações de uma forma geral.

Facilidade de Negociação

Por ser um ambiente aberto para qualquer pessoa, a facilidade de negociação é uma das principais características do mercado futuro.

A compra e venda de ações pode ser feita via Home Broker que é uma plataforma online de fácil acesso usada pela Bovespa e utilizada para conectar o investidor com o “dono dos ativos”.

O melhor de tudo é que se você tiver o mínimo de noção para o mercado de ações poderá também atuar no mercado futuro sem problemas. Afinal de contas, estratégias de curto prazo e Day-Trade são aplicáveis também ao mercado futuro.

Controle de perdas

O controle de perdas permite avaliação diária do lucro. Caso perceba que está perdendo dinheiro, você pode vender seus ativos, negociar outros contratos ou mudar a aplicação para outro modelo de investimento.

A bolsa criou um mecanismo automático que estabelece limites máximos para a flutuação de preços nos mercados futuros para diminuir o risco do mercado e limitar a oscilação máxima em um dia.

Alavancagem

Por meio da alavancagem, o negociador pode movimentar mais dinheiro do que possui no momento tendo a chance de aumentar rapidamente seu capital.

Ela funciona da seguinte forma: você se interessou por um ativo, mas não tem o dinheiro necessário para comprá-lo, você então pega um “empréstimo” para devolver em um período pré-determinado assim que o seu investimento tiver retorno. 

Em contrapartida, para isso funcionar é necessário comprovar uma garantia que pode ser feita através de ativos ou dinheiro. Esta é uma ferramenta poderosa, mas que exige cuidado, pois qualquer má gestão dos riscos pode levá-lo para o buraco.

Flexibilidade

Essa é uma das principais vantagens do mercado futuro visto que não existem limites no sentido de cenário para você apostar. É possível apostar em um ativo que esteja em baixa, como em alta e se sair bem posteriormente.

A questão é avaliar bem o mercado e saber qual a hora certa para vender e qual o momento exato para comprar. Assim, é possível lucrar independente da situação do seu ativo.

Principais riscos do mercado futuro

Não existe investimento sem riscos. Por menor que ele seja estará sempre impregnado na vida de quem está disposto a entrar e atuar no mercado. Listamos alguns dos principais riscos do mercado futuro.

Riscos de mercado

As oscilações diárias e da natureza dos contratos futuros podem resultar em prejuízos quando o cenário esperado não se concretiza. Se o resultado for ruim, você terá que arcar com o valor.

Por isso, é importante não estar atento só às tendências e dados que o mercado apresenta diariamente, mas também ter uma reserva de emergência. Pois, o mercado é passível de oscilações que podem ser benéficas ou maléficas no dia a dia.

Perdas com alavancagem

No mercado futuro, você pode comprar um contrato com valor muito maior do que você tem disponível no momento. Como é baseado em projeção de cotações futuras, o cenário pode se confirmar ou não.

Em alguns casos perde-se muito dinheiro. É preciso cautela.

Risco de ajuste diário

Há um ajuste diário feito na Bolsa de Valores e esse é um dos principais riscos para quem atua no mercado futuro. Isso porque a todo o momento você está passível de ter resultados negativos perante essa variação.

Se isso ocorrer será necessário para o investidor ter caixa para bancar os prejuízos. Portanto, é extremamente necessário que em qualquer investimento haja um dinheiro sobrando para arcar com perdas que podem ocorrer.

Risco de alteração de margem

A Bolsa e as corretoras de valores possuem uma margem de garantia em investimentos relacionados a contratos futuros e essa margem pode-se alterar ao longo do tempo.

Logo, é importantíssimo ter sempre um valor extra para que você tenha como cobrir qualquer surpresa ou mudança relacionado a margem. Esse risco é comum para iniciantes que não avaliam esse quesito e não tem margem para cobrir possíveis aumentos.

O mercado futuro e a diversificação de investimentos

Pudemos ver nesse artigo que o mercado de contratos futuros é uma boa opção para quem deseja diversificar o tipo de investimento e procura por alta liquidez.

Entretanto, é uma modalidade que exige o acompanhamento diário e constante por conta da flutuação das cotações e os riscos de perda.

Para ganhar dinheiro no mercado futuro é preciso saber agir no momento certo. Seja para investir ou vender seus ativos.

Melhore a sua empresa cuidando da saúde financeira dos colaboradores

Assim como o mercado de investimentos exige cautela, as empresas também precisam adotar medidas para incentivar seus funcionários a cuidarem de sua saúde financeira. E esse objetivo pode ser alcançado sem nenhum risco!

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.