Aprender a melhorar a eficiência dos funcionários é um processo contínuo, já que uma série de fatores interferem, direta e indiretamente, nas soluções descobertas de tempos em tempo. Quando se adapta às mudanças, a empresa mantém os índices sempre elevados e em desenvolvimento, extraindo o melhor dos seus colaboradores.

 

Sabemos que, no dia a dia corporativo, a quantidade de horas trabalhadas pouco corresponde à eficiência dos colaboradores. Só para usar um exemplo: quanto mais as pessoas trabalham, mais estressadas, cansadas e desmotivadas elas ficam. Especialmente, se não são gratificadas com isso corretamente.

Daí, a importância em aprender como melhorar a eficiência dos funcionários e, assim, cumprir as horas de trabalho, engajar as equipes e aumentar o nível de satisfação geral.

Claro que essa afirmação é a parte mais fácil do trabalho. Isso porque o trabalho de engajar continuamente os colaboradores é incessante. Por isso, o RH e os gestores devem se reunir para discutir as melhores alternativas para melhorar a eficiência dos funcionários.

E nós temos uma boa dica por onde você pode começar: a seguir, temos as 9 principais dicas que você pode fazer para melhorar a eficiência dos funcionários no escritório!

1. Aprenda a delegar

É uma dica um tanto óbvia, mas muitos gestores se esquecem de colocá-la em prática, no dia a dia, sabia?

Isso porque muitos assumem os seus cargos como uma verdadeira missão, e se esquecem de confiar algumas tarefas à sua equipe, centralizando o poder de a autonomia do setor. Só que, com isso, você pode estar minando o desenvolvimento de muitos talentos, e perspectivas diferentes, capazes de melhorar os processos e dar mais espaço para os líderes assumirem posições mais estratégicas.

Estimule os líderes a atribuírem novas — e mais — responsabilidades aos funcionários qualificados, e faça-os entender que eles podem confiar no nível de excelência do trabalho praticado por eles.

O RH contratou-os por um bom motivo, então, é importante dar a eles uma chance de provar que foi ma decisão acertada.

Para você entender melhor como fazer isso, recomendamos que você leia esse artigo: Dar liberdade aos colaboradores traz prejuízos ou melhoras no desempenho?

2. Avalie as tarefas para cada característica do colaborador

Em complemento à dica anterior para melhorar a eficiência dos funcionários, é importante saber, antecipadamente, as habilidades e talentos de cada colaborador, par que cada tarefa delegada seja o mais assertiva possível com o perfil dos profissionais selecionados.

Por exemplo: dedique uma tarefa criativa a quem é mais contemplativo e/ou responde melhor a esse tipo de atividade, e não a quem prefere cumprir à risca os manuais ao realizar uma tarefa.

3. Comunique-se com eficiência

A comunicação é a chave para abrir muitas portas em qualquer lugar, dentro e fora da empresa. Mas, veja só: ela é fundamental para melhorar a eficiência dos funcionários.

Um exemplo simples: gestores que não comunicam a importância de uma tarefa, sua complexidade, não expõe os objetivos e os resultados desejados podem esperar o quê dos seus profissionais?

Sem falar em reuniões extensas e frequentes demais, e-mails longos e constantes — e todos eles sem a menor necessidade. É importante compreender que o ruído na comunicação é tão tóxico quanto a falta de informações.

Por isso, valorize o poder de comunicação e estimule-o em todos os cargos da sua organização!

Confira o artigo Como melhorar a comunicação interna na empresa: 6 segredos eficientes!

4. Estabeleça objetivos claros

Você não pode esperar motivação e engajamento dos funcionários sem uma meta específica estipulada. Quanto menos objetivos sua empresa tiver, menos produtivos serão os funcionários.

Portanto, mexa nessa equação garantindo a todos que você saiba o rumo que a empresa vai tomar, e os meios para alcançar os objetivos. Com isso, todos podem se engajar com mais eficácia.

5. Incentive os funcionários

Gratificações, gamificação, feedbacks construtivos, recompensas, esforços para melhorar as relações interpessoais… Não faltam alternativas para aproximar-se dos funcionários e incentivá-los continuamente.

Afinal de contas, uma das melhores maneiras para gerar incentivos aos funcionários é, de fato, dar a eles uma razão para isso. Reconheça um trabalho bem feito, por exemplo, aprecie-os e encoraje-os a serem cada vez melhores.

Ao decidir como recompensar as equipes, é possível entender como melhorar a eficiência dos funcionários. E pense que, nem sempre, as recompensas precisam ser materiais. Folgas, elogios e o foco na qualidade de vida das pessoas são elementos funcionais, que só têm a agregar na eficiência individual e coletiva. Outras dicas para isso:

  • folgas remuneradas;
  • leve-os para almoçar, beber ou jantar fora;
  • envie notas, parabenizando os esforços e/ou conquistas;
  • crie cupons divertidos para produtos ou serviços e, até mesmo, um day off.

Não existem limites, portanto, para se aproximar da sua equipe e garantir mais engajamento da parte deles.

6. Treine e desenvolva os colaboradores

Não há investimento mais frutífero para melhorar a eficiência dos funcionários. Os treinamentos planejados são respostas às análises da gestão e do RH.

Por consequência, os temas dos treinamentos são focados no desenvolvimento de capacidades, habilidades e competências que necessitam de ajustes pontuais. E, aí, os resultados são percebidos no aumento exponencial dos índices monitorados.

Sem falar, é claro, nas consequências diretas em seus profissionais: mais engajamento, gratidão e motivação para crescer na empresa e almejar novas posições internamente.

7. Invista em flexibilidade na rotina de trabalho

Tendência já consolidada no mercado, a rotina flexível — como home office ou profissionais trabalhando à distância — pode ser uma maneira funcional de agregar mais eficácia aos colaboradores.

Experimente ouvi-los, entender o que acham da ideia e faça testes menores, inicialmente, aumentando-os à medida que os resultados monitorados puderem ser avaliados quantitativa e qualitativamente.

8. Valorize a cultura do feedback

Avaliações de desempenho não são instrumentos que justifiquem eventuais demissões. São, essencialmente, instrumentos valiosos de desenvolvimento de profissionais.

Por meio deles, as pessoas entendem quais são os seus pontos fortes e os de melhoria, buscando, constantemente, alternativas para lapidar as suas habilidades e, assim, aumentar a sua eficácia.

Vale destacar, contudo, que essa ação deve ser planejada de acordo com as melhores práticas de comunicação. Críticas devem ser construtivas, e não intimidatórias. Assim como os elogios devem vir acompanhados de sugestões de melhorias. Pois tudo, afinal de contas, é passível de desenvolvimento.

9. Invista em novas tecnologias

Por fim, uma dica elementar para melhorar a eficiência dos funcionários: o investimento em tecnologias que melhorem o ambiente produtivo.

Softwares de gestão, por exemplo, automatizam tarefas e geram mais tempo livre para os colaboradores investirem em atividades que demandem mais de sua capacidade analítica e estratégica. Ou seja: mais produtividade, sem mexer um dedo sequer.

 

Agora que você já conhece as nossas dicas para melhorar a eficiência dos funcionários, compartilhe conosco, no campo de comentários, quais são os desafios que você enfrenta, na sua empresa, para obter mais dos seus colaboradores! Assim, podemos expandir constantemente esta discussão!