Diariamente, na rotina de uma organização, as pessoas dão e recebem feedbacks das pessoas mais próximas de seu trabalho.

Ele é indispensável para o bom funcionamento da organização, assim como para o crescimento saudável dos funcionários.

O feedback é um tipo de avaliação realizada com grupos de colaboradores ou individualmente sobre suas ações e resultados conquistados.

Ele pode ser positivo, quando o funcionário ou equipe têm um excelente desempenho, servindo para incentivá-lo a buscar melhores resultados.

E negativo, quando o avaliado não alcança o resultado esperado, sendo também essencial para reorientar o colaborador.

Ainda que as empresas saibam a importância de realizar feedbacks com seus empregados para garantir o bom funcionamento da equipe, muitas delas ainda não fazem seu uso corretamente.

Ele é um verdadeiro instrumento de comunicação e deve ser benéfico para os dois lados. Enquanto a empresa pode aproveitar com a melhoria do desempenho de seus empregados para crescer.

É necessário que aqueles que estão em cargos mais altos também estejam preparados para ouvir críticas e recomendações, assim como adotar as novas ideias de seus funcionários.

Como o processo de feedback funciona em sua organização? Você sabe qual a melhor forma de aplicá-lo? Confira a seguir!

 

Quais os tipos de feedback?

Para saber qual é a melhor forma de dar feedback é preciso saber que ele pode ter um caráter positivo ou negativo. Isso dependerá do desempenho de cada colaborador em relação a determinadas ações.

Quando positivo, o responsável pelo feedback deve mostrar ao colaborador suas conquistas e resultados. Ele é importante para que a pessoa saiba que está no caminho certo, sentindo-se motivado a continuar.

O negativo também possui um papel fundamental para a evolução da sua equipe. Embora mais complicado, exigindo maior sutileza, ele deve ser passado para os envolvidos.

Um feedback negativo é dado o colaborador não atingiu as expectativas da empresa e metas estipuladas.

Ele serve para alertar o empregado de que algo está errado e precisa ser corrigido. Isso é fundamental para que sua postura não interfira na equipe, tornando-a menos produtiva.

 

O que é cultura organizacional do feedback?

O mercado está em constante evolução e os consumidores estão cada dia mais exigentes. Devido a isso, as empresas precisam acompanhar as mudanças para ser forte e competitiva.

Manter funcionários qualificados, talentos motivados e produtivos tornou-se uma tarefa complexa. Por isso, é importante estimular um sistema de avaliações para estimular a evolução dos colaboradores.

A cultura de feedback é quando a prática de dar retorno para os trabalhadores sobre suas ações e resultados é recorrente, ou seja, uma atividade intrínseca a rotina corporativa.

Ela é fundamental para que a empresa conquiste a melhor forma de dar feedback. Essa cultura é importante para manter a qualidade da comunicação dentro da empresa e garantir a manutenção das relações pessoais, profissionais e do clima organizacional.

Isso é fundamental para garantir que os empregados busquem sempre por novos métodos  para garantir a melhoria de suas ações e desempenho.

 

Quais as principais vantagens dessa cultura?

Para contar com a melhor forma de dar feedback, as corporações precisam apostar na cultura de feedback. Assim conseguem promover um ambiente de trabalho mais saudável.

Os colaboradores passam a ter uma visão melhor sobre a empresa, enxergando o interesse que esta tem em seu bem-estar.Vejaa seguir, seus benefícios:

  • Transparência: elimina fofocas internas e possíveis sentimentos de perseguição. Todos os funcionários sabem exatamente o que a empresa pensa deles;
  • Diálogo: ao ter esse modelo de cultura, o diálogo entre líderes e liderados tem menores conflitos. Afinal, visa sempre o desenvolvimento tanto do empregado quanto da empresa;
  • Desenvolvimento: ser avaliado periodicamente garante que o colaborador possa desenvolver suas habilidades, conseguindo crescer e melhorar os resultados da empresa;
  • Superação: outra grande vantagem do feedback é o estímulo que ele pode proporcionar aos colaboradores. Eles passam a se acostumar com críticas e aprendem a buscar pelas melhores formas de superá-las;
  • Reconhecimento: além de evoluir como profissional, os empregados passam a ser reconhecidos e valorizados pela empresa.

 

Qual a melhor forma de dar feedback?

Para que não assumam um caráter pejorativo e sejam mal-interpretado pelos funcionários, é crucial saber qual a melhor forma de dar feedbacks.

Esse processo exige sutileza e deve seguir alguns cuidados em seu passo a passo para ser assertivo.

Veja a seguir a melhor forma de dar feedback a seus funcionários:

 

1. Crie um planejamento

Chegar ao momento do feedback sem nenhuma preparação pode atrapalhar o processo e fazer com que os colaboradores não levem a sério sua avaliação. Portanto, é preciso se planejar.

Para otimizar tempo, é possível manter uma planilha atualizada sobre os pontos importantes que devem ser mencionados durante a reunião.

Assim, antes de começar o processo, revise os pontos que devem ser ditos para cada empregado.

 

2. Torne o clima mais ameno

Muitos colaboradores ficam nervosos neste momento. Portanto, para seguir a melhor forma de dar feedback, você deve criar um clima inicial favorável e falar com tranquilidade.

Ainda que seja melhor ir direto ao ponto, busque utilizar um tom ameno para não parecer uma bronca. E não se esqueça de também falar dos pontos positivos do colaborador, ao invés de listar apenas seus resultados ruins.

 

3. Seja sincero

Por mais que seja desagradável apontar os erros de companheiros de trabalho, isso é indispensável.

A melhor forma de dar feedback é dizendo a verdade, mas de forma sutil. Da mesma forma, reconheça as virtudes do empregado para que ele não se sinta desmotivado e possa fortalecer suas habilidades.

 

4. Fale primeiro sobre os pontos positivos

Começar com notícias boas sempre ajuda a preparar os colaboradores para receber também os feedbacks negativos.

Por isso, comece a reunião dizendo o que acha bom em suas competências e atitudes e como elas podem ajudar a empresa.

 

5. Dê exemplos reais de bom desempenho

Para reforçar os pontos abordados no feedback é necessário exemplificar.

A melhor forma de dar feedback é garantindo que o colaborador perceba que está sendo notado e reconhecido pela organização.

Por isso, busque fatos concretos para mostrar quando ele agiu da melhor forma em determinadas ações.

 

6. Não se esqueça dos pontos negativos

O segredo para encontrar a melhor forma de dar feedback é encontrar um equilíbrio na reunião para tratar dos pontos negativos do colaborador.

Você deve abordar o assunto, conversando sobre eventuais falhas cometidas e como elas podem ser melhoradas.

Busque mostrar que a empresa quer ajudá-lo a desenvolver suas competências. Além de dizer que seu gestor está à disposição para dar-lhe conselhos e outras indicações, como cursos e treinamentos.

 

8. Crie um plano de ação

Não basta despejar diversas informações no colo do funcionário. Uma melhor forma de dar feedback conta com um plano de ações traçados para auxiliar os colaboradores.

Por isso, o principal objetivo do feedback é justamente apontar soluções para as possíveis falhas.

Então, na reunião, alinhe com seus colaboradores quais são as providências que precisam ser tomadas para que ele supere suas dificuldades.

Da mesma forma, mostre como os pontos fortes que ele já possui podem se encaixar em seus planos de melhoria, além de outras habilidades que ele deve desenvolver para que possa crescer ainda mais.

Não existe segredo, a melhor forma de dar feedback é se preparando previamente para a reunião.

Esse processo pode melhorar o desempenho de seu time continuamente e ainda proporcionar uma melhor qualidade no ambiente de trabalho. Portanto, utilize essas dicas à favor de seus negócios.

 

Esse artigo ajudou você a se preparar para dar um melhor feedback? Siga-nos no Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn.