melhor estrutura para o departamento financeir

Qual é a melhor estrutura para o departamento financeiro?

Assim como ocorre em qualquer setor corporativo, a melhor estrutura para o departamento financeiro é aquela que supre e compreende todas as demandas, objetivos e desafios da organização.

Isso vale tanto para os seus processos internos quanto as relações externas. Afinal de contas, mais do que um meio funcional para a elaboração da folha de pagamento, o setor tem muitas outras responsabilidades igualmente importantes.

Para isso, neste artigo vamos colocar a área sob uma lupa de aumento, analisando como você pode desenvolver a melhor estrutura no departamento financeiro a partir dos seguintes tópicos:

  • Qual é a relevância do departamento financeiro para as empresas?;
  • Quais são as principais atribuições do departamento financeiro?;
  • Qual é a melhor estrutura para o departamento financeiro?;
  • Quais são os cargos presentes em um departamento financeiro?.

Boa leitura!

Qual é a relevância do departamento financeiro para as empresas?

Embora muitas pessoas entendam o conceito básico de uma boa administração financeira pessoal, o assunto adquire contornos de complexidade para a gestão de uma empresa.

Assim, no dia a dia é comum deparar-se com questões que até parecem similares à nossa rotina particular, como:

  • evitar gastar além do limite de sua receita;
  • decisões financeiras baseadas em dados e cálculos precisos, e não em palpites ou intuições; 
  • atenção ao cálculo e pagamento de contas e tributos — como taxas e impostos;
  • assertividade nos investimentos e gastos gerados para obter uma melhoria contínua na saúde financeira.

Com isso, fica fácil analisar que uma estrutura para o departamento financeiro faz-se elementar para conferir total respaldo ao crescimento da organização de maneira consciente e imune a imprevistos.

Sem falar que é uma área de ampla versatilidade, o que influencia a decisão estratégica em compor um time multidisciplinar que atenda às suas necessidades.

Entre algumas das atividades que mais percebemos a importância desses especialistas, podemos apontar o direcionamento dos lucros líquidos, as áreas nas quais os investimentos vão agregar os retornos projetados e também a busca por financiamentos.

Quais são as principais atribuições do departamento financeiro?

Em geral, qualquer estrutura de trabalho é variável de acordo com duas características singulares: o porte da empresa e as suas necessidades diagnosticadas. A partir delas, o departamento financeiro ganha forma, contornos e volume dentro dessas particularidades

Só que é inegável a similaridade de algumas atribuições comuns ao setor, independentemente do seu porte. E, abaixo, vamos destacar algumas delas!

Tesouraria

Uma área fundamental do departamento financeiro e que tem como suas principais responsabilidades o cuidado no gerenciamento do fluxo de caixa da organização.

Por meio desse monitoramento das entradas e saídas, os especialistas do setor conseguem apontar com precisão o atual momento da saúde financeira da empresa, evitando que imprevistos ocorram.

Gestão de contas

Também conhecida como a base dos times de contas a pagar e de contas a receber, a gestão de contas avalia tanto o vencimento de despesas gerais como a atenção aos prazos para evitar multas e juros.

Vale, também, destacar o papel dos especialistas de contas a receber — mais focados em aferir se os clientes não estão inadimplentes e estão em dia com suas obrigações.

Contabilidade

Já o setor contábil faz parte da melhor estrutura para o departamento financeiro por meio de sua atuação diferenciada em lidar com o patrimônio da empresa e qualquer uma de suas variações. 

Composto por duas partes (ativos e passivos), o patrimônio envolve tanto o imóvel da empresa quanto outros bens e, também, as dívidas e contas a pagar, ainda, complementando a questão dos passivos.

Planejamento financeiro

Imaginando um desenvolvimento contínuo para a organização, na qual exista um equilíbrio entre as receitas geradas e as despesas e custos periódicos, o planejamento financeiro 

Feito com base nos dados fornecidos pela contabilidade, o planejamento financeiro é essencial para que a empresa olhe para frente sem comprometer o orçamento. Afinal de contas, é a área que responde ao futuro da organização com base em metas e objetivos sustentáveis, que não gerem riscos excessivos em suas execuções.

Gestão de riscos

Mais um setor que foca em desenvolver um planejamento alinhado às características e objetivos da organização. Com a gestão de riscos, as operações, o crédito e os riscos de mercado estão em constante monitoramento para que todas as decisões sejam amparadas por dados, e não por palpites.

Assim, reduz-se os riscos associados e também as eventuais perdas e prejuízos associados.

Gestão de impostos

O Brasil é um dos países com a maior carga tributária do mundo e, justamente por conta disso, é fundamental montar uma estrutura para o departamento financeiro que contemple esse tipo de especialista para cuidar do setor fiscal completamente.

Entre as atividades do departamento, podemos destacar a importância em identificar o regime tributário favorável para a organização, evitando que ela pague mais impostos do que o necessário.

Inclusive, sabemos que o assunto tira o sono de muita gente. Por isso, fizemos um post completo que explica, detalhadamente, o que é imposto! Dê uma conferida após finalizar esta leitura sobre a melhor estrutura para o departamento financeiro!

Qual é a melhor estrutura para o departamento financeiro?

Como havíamos adiantado, a melhor estrutura para o departamento financeiro é aquela pensada, precisamente, para a realidade do negócio daquele momento. 

Ela também pode ser pensada a partir de um planejamento em médio prazo, antecipando o desenvolvimento da organização e eventuais demandas novas e/ou mais extensas.

Portanto, vamos fazer um esboço dessa estruturação com base no porte das empresas, assim você tem um detalhamento melhor dentro de cada situação prevista para o cenário.

Microempresas

Na métrica geral da melhor estrutura para o departamento financeiro, muitos apontam uma relação entre o porte da empresa e o tamanho dos seus setores. 

Isso tem a sua carga de veracidade por conta das necessidades do dia a dia, exigências e questões pendentes sobre as finanças que cada organização acomoda em suas tarefas.

E com as microempresas o que acontece é que muitos investem na figura de um líder financeiro, apenas. Às vezes, essa figura é o próprio dono da organização, atuando em múltiplas frentes para cumprir com as principais obrigações do departamento.

As demais, um serviço de terceirização tende a ocorrer — especialmente, para as áreas de contabilidade e controladoria.

Empresas de médio porte

Com esse tipo de negócio, costuma-se ter uma estrutura para o departamento financeiro mais volumosa. Contabilidade, gestão de contas e tesouraria são os elementos mais comuns para compor o setor.

Outras atividades tendem a ser internalizadas por profissionais que podem assumir as tarefas, como é o caso de um profissional capaz de cuidar da controladoria da empresa.

Empresas de grande porte

Absorvendo as demandas internas e investindo em especialistas para cada função, a melhor estrutura para o departamento financeiro de uma empresa de grande porte consiste em:

  • tesouraria;
  • gestão de contas;
  • contabilidade;
  • gestão de riscos;
  • gestão de impostos. 

Cada uma dessas áreas conta com o seu respectivo líder e subordinados, que cuidam das tarefas comuns ao departamento. 

Quais são os cargos presentes em um departamento financeiro?

Vamos agora entender melhor como funciona a melhor estrutura para o departamento financeiro com base nos cargos dentro desse setor. Assim, você não só aprende a desenhar a forma da sua área financeira, como vai identificar o tipo de especialista ideal para as suas necessidades e objetivos.

Abaixo, destacamos os principais cargos, veja só quais são:

  • diretor financeiro, que é o responsável pelo planejamento, organização, gestão e controle de todas as atividades pertinentes ao setor;
  • gerente financeiro é o que tem a missão de gerir todo o fluxo de caixa da organização;
  • supervisor financeiro, que pode assumir o trabalho de elaboração de orçamentos, demonstrativos financeiros e dentre outras funções;
  • analista financeiro é o profissional que lida diretamente com o planejamento da rotina do setor financeiro, sempre de olho nos pagamentos e recebimentos;
  • analista fiscal, que é o especialista responsável pela declaração de impostos, além de avaliar todas as informações pertinentes à carga tributária da empresa, também;
  • auxiliar financeiro é um tipo de profissional que está sempre com a mão na massa, traduzindo em ação tudo aquilo que o planejamento financeiro (e a rotina) da empresa compreende.

Ou seja: você pode montar tanto uma estrutura enxuta, quanto robusta. Isso tudo vai depender da necessidade identificada para a sua empresa ser efetiva e econômica — sempre fazendo uso combinado dos melhores profissionais do mercado e as tecnologias atuais que contribuem para uma rotina melhor.

 

Você também pode dar um primeiro passo de estruturação para o departamento financeiro da sua empresa compartilhando este post nas suas redes sociais

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.