martechs

O que são Martechs: vantagens desse modelo de empresa e exemplos de marcas da área

Assim como as fintechs e as edutechs chegaram ao mercado, as martechs têm mostrado que o marketing digital assumiu um novo patamar: o de propor soluções distintas e integradas para que as organizações consigam abordar, interagir e atrair cada vez mais clientes em potencial com precisão, economia de custos e assertividade.

O marketing digital, por si, não é mais uma questão de opção. As empresas do futuro estão investindo significativamente em campanhas de atração por meio de tecnologias e técnicas que, nos últimos dez anos, mostraram-se fundamentais para diferenciar-se da concorrência.

É aí que entram as martechs como os grandes diferenciais do mercado, concentrando todo tipo de solução — em serviços e produtos — para as empresas aproximarem-se dos seus objetivos com mais facilidade.

Se você ainda não ouviu tudo (ou nada) a respeito das martechs, siga com esta leitura conosco.

Abaixo, vamos explicar tudo o que você precisa saber a respeito desse tipo de empresa e o que elas podem fazer pelo desenvolvimento da sua empresa. Confira!

O que são as martechs?

No geral, as martechs são empresas que oferecem algum tipo de ferramenta que contribua para o desenvolvimento das suas ações de marketing.

Por exemplo: o popular software MailChimp, que é uma das referências no disparo e gestão do e-mail marketing, é uma das mais populares martechs do mercado, atualmente.

Assim, a ideia básica é a observação que essas empresas estejam sempre em alinhamento — e processo de antecipação — com as grandes tendências e evolução do marketing digital.

Como resultado disso, as empresas podem se beneficiar de:

  • redução de tempo para a realização de tarefas que podem ser automatizadas;
  • agilidade no planejamento e monitoramento de campanhas;
  • melhoria na inteligência de dados e uso estratégico deles.

É uma situação similar vivida por meio dos softwares de gestão usados no setor de RH: tudo aquilo que pode ser processado automaticamente é efetuado, ao passo que os seus colaboradores vão adquirir um posicionamento mais analítico e estratégico — e menos burocrático.

Onde e como as martechs atuam?

Além do já citado gerenciador de e-mails, as martechs disponibilizam ferramentas de todos os tipos aos seus clientes. Softwares de CRM, por exemplo, são muito populares.

Quando percebemos que as soluções podem ser integradas (assim como os softwares de RH), fica fácil perceber que as martechs chegaram para agregar ainda mais:

  • precisão;
  • agilidade;
  • assertividade às suas ações de marketing digital.

Quer ver só? Abaixo, vamos mostrar alguns dos outros recursos oferecidos pelas martechs, em que as plataformas e ferramentas têm revolucionado (mais uma vez) a maneira de abordar, interagir e fidelizar o consumidor:

  • mensuração de resultados, facilitando o monitoramento, o ajuste e o diagnóstico de sucesso das suas ações de marketing;
  • gerenciamento de leads, permitindo a ciência de qual etapa cada um deles se encontra, na sua jornada do cliente, para automatizar a melhor estratégia para cada um deles;
  • concentração de dados, facilitando a visualização de carências e oportunidades para os próximos passos estratégicos.

Sem falar em outras atividades específicas que podem ser personalizadas para tornar as suas ações de marketing ainda mais relevantes para o seu público-alvo.

Quais são as vantagens de investir nas martechs?

Já destacamos por cima os benefícios das martechs, mas veja só o que a sua empresa tem a ganhar, em detalhes, com a aproximação das soluções oferecidas pelas grandes martechs do mercado!

1. Otimização do tempo dos seus funcionários

Menos reuniões, menos tempo lidando com dados manualmente e muito menos atividades repetitivas, mecânicas e passíveis de erros: as martechs focam exclusivamente em economizar tempo de trabalho dos seus colaboradores.

Assim, elas se ocupam em administrar o tempo de trabalho e analisar as melhores estratégias para que o seu ROI em marketing digital permaneça em constante crescimento.

2. Maior alcance de sua marca

Quanto mais relevantes e significativas as suas ações, maior vai ser o alcance das suas campanhas. E, consequentemente, mais pessoas vão interagir com ela, o que pode aumentar (em curto e médio prazo) os seus resultados.

O marketing digital já pode ser usado internamente, como no setor de RH, mas seu apelo externo é esmagador.

Pode ser a oportunidade perfeita para:

  • atrair novos clientes em potencial;
  • fidelizar aqueles que já consomem as suas soluções;
  • fortalecer a sua reputação no mercado.

3. Segurança e agilidade

Menos apostas, e mais certezas.

Com as martechs, as empresas passam a agir e reagir com tempo hábil. Isso valoriza o investimento em marketing (permitindo, por exemplo, que as campanhas pouco produtivas sejam repensadas rapidamente) e todo o tempo de trabalho dos seus funcionários.

Quer saber mais sobre martechs e conhecer um dos casos de sucessos? Assista ao vídeo abaixo e anote todos os insights?

Quais são as tendências das martechs?

Se, há cerca de dez anos, o marketing digital começou a transitar em um terreno completamente inexplorado, esta década tem mostrado o quanto o setor pode evoluir em variadas direções.

E, com isso, é importante observar quais martechs já estão fazendo uso desse tipo de tecnologia inovadora (ou técnicas) para que a sua empresa adquira uma aura de pioneirismo importante. Confira quais são:

  • inteligência artificial, que tem agregado muito mais agilidade, praticidade e precisão em diferentes ações de marketing. Afinal, a tecnologia “aprende” a cada interação com o consumidor, o que oferece um afunilamento contínuo para a compreensão da melhor estratégia que vá impactar seu público-alvo;
  • Internet das Coisas também está demonstrando o quanto a conectividade entre produtos pode oferecer muito mais conveniência;
  • social listening, que é uma espécie de monitoramento de tudo aquilo que é falado, nas redes sociais, e cujos assuntos podem servir de insights para as suas futuras campanhas de marketing;
  • busca por voz, por outro lado, é uma tecnologia em constante expansão — e cada vez mais desejada pelas martechs. Basta pensar na quantidade de dados relevantes que as interações com a Siri, Cortana e Alexa, entre outras inteligências artificiais, podem render às empresas;
  • realidade virtual e realidade aumentada, que já são amplamente usadas corporativamente. Inclusive, no treinamento de funcionários para os mais diversos fins.

Quer completar essa lista? Então, não deixe de contar pra gente, lá no campo de comentários, quais outras tendências e tecnologias sua empresa tem usado para promover bons resultados em suas estratégias de marketing digital!

Quais martechs ficar de olho agora mesmo?

Uma boa maneira de saber como as martechs estão atuando qualitativamente no mercado é por meio do conhecimento das grandes empresas do ramo.

E para auxiliar na sua tomada de decisão, reunimos alguns nomes que você tem que ficar de olho para, quem sabe, integrar às suas outras campanhas e estratégias de marketing:

  • Decision 6, uma martech que foca bastante na inteligência artificial para usar a coleta de dados como um instrumento analítico para mapear o comportamento do consumidor e favorecer a sua tomada de decisão;
  • Forebrain, com amplo conhecimento em neurociência para aprofundar-se na mente dos seus clientes (e consumidores em potencial);
  • Social Miner, uma das principais martechs que têm investido no conceito de people marketing — um uso ainda mais aprofundado dos cookies para mapear os hábitos de navegação on-line dos usuários;
  • LiveRamp, que tem investido pesadamente nas estratégias e tecnologias de omnichannel;
  • Mention Me, cujo foco é o marketing de indicação.

Existem, ainda, muitas outras martechs, tecnologias e tendências que estão sendo exploradas, desenvolvidas e reinventadas em uma velocidade alucinante.

Ou seja: nada de acomodar-se com os resultados de hoje: comece a planejar, agora mesmo, as suas próximas campanhas — e sempre de olho no que as grandes martechs do mercado têm a oferecer.

Usando a tecnologia em outras áreas!

A Xerpa é uma fintech que oferece um software de RH para controle de atividades diárias do departamento e um serviço de salário sob demanda: o Xerpay.

Por meio do Xerpay, as empresas parceiras adquiriram a facilidade de oferecer mais flexibilidade aos pagamento dos seus colaboradores.

Um aplicativo que permite o saque do salário com base nos dias já trabalhados, assim, o profissional pode montar o seu próprio planejamento financeiro sem a necessidade de depender dos empréstimos pessoais.

Com isso, a Xerpa e essas outras fintechs do Brasil estão mostrando que estão profundamente alinhadas com o conceito de empresas do futuro:

  • ágeis;
  • dinâmicas;
  • precisas;
  • versáteis na oferta de soluções.

E, se você quiser ficar por dentro deste e de outros assuntos que podem enriquecer continuamente o trabalho do seu departamento de RH, aproveite para curtir a nossa página no Facebook e a seguir-nos no Instagram e LinkedIn! Assim, todas as nossas dicas e novidades vão chegar primeiro na sua timeline!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.