liderança a distância

Liderança a distância: desafios do trabalho remoto e como superá-los [passo a passo]

Liderança a distância é o nome dado à necessidade de comandar equipes de trabalho que não estão fisicamente juntas, que não dividem o mesmo ambiente de trabalho e não estão na mesa ao lado, mas que compartilham um propósito comum.

Para implementar a liderança a distância, os gestores contam com suporte tecnológico para coordenar profissionais que atuam em espaços físicos distintos, em qualquer lugar do mundo.

Para muitos, o trabalho remoto é uma novidade trazida pela pandemia do novo coronavírus. Porém, a verdade é que esse formato de trabalho já vem sendo usado por organizações em todo mundo, e seus benefícios e malefícios são avaliados criteriosamente, considerando questões como:

A necessidade de distanciamento social imposta pelo Covid-19, para evitar uma disseminação descontrolada da doença, forçou grande parte das empresas a adotar o home-office, um tipo de trabalho remoto.

E com isso, diversas questões atreladas aos benefícios do home office nas empresas passaram a impactar a realidade das organizações. As lideranças têm o desafio de:

  • conduzir suas equipes remotamente,
  • manter a qualidade profissional.

Acompanhe o post e conheça os principais desafios do trabalho remoto e do exercício de liderança a distância para a gestão de equipes. Quais as estratégias que os gestores devem adotar para contorná-los?

Boa leitura!

O que é trabalho remoto?

O trabalho remoto nada mais é do que uma forma de exercer as atividades profissionais a distância.

Em outras palavras, o trabalho pode ser feito de qualquer lugar do mundo com acesso a internet, seja de casa, de um hotel, de um café, de uma viagem, e assim por diante.

O profissional é quem define onde será o seu escritório.

Liderança a distancia

Essa modalidade pode ser um formato regular na empresa ou uma adaptação emergencial em tempos de crise, como a que estamos passando no momento.

Assim, é uma forma de atração e retenção de talentos diferenciados, superando as barreiras geográficas e mantendo os colaboradores ativos independentemente da situação.

Diferente dos modelos tradicionais, o trabalho remoto possibilita maior flexibilidade na organização da carga horária. Como o objetivo é a entrega de resultados, desde que tudo seja apresentado de acordo com o esperado, não há necessidade de especificar horas para realizar o trabalho.

Ou seja, as mesmas metas, atividades e responsabilidades do trabalho convencional podem ser seguidas, mas o profissional remoto tem a liberdade de escolher quando realizá-las.

O que é liderança a distância?

Com a ascensão dessa modalidade de trabalho, a liderança a distância se faz cada vez mais presente e necessária na realidade das organizações.

Assim como dissemos, liderança a distância é uma prática de condução de equipes profissionais que estão em diferentes localizações, independentemente da situação.

Tendo a tecnologia como suporte fundamental, as lideranças são capazes de:

  • fazer a gestão remota comandando os colaboradores e assegurando que o trabalho será feito conforme previsto,
  • manter viva a cultura organizacional,
  • manter as condições dos processos, e assim por diante.

Além disso, é possível que os colaboradores sejam guiados, estrategicamente, para estar em lugares fundamentais para a ampliação das possibilidades de negócio da organização.

Mais do que uma maneira de supervisionar atividades e proteger o bom relacionamento interpessoal, a liderança à distância possui papel estratégico para o desenvolvimento organizacional.

Quais os desafios da liderança a distância?

Estamos passando por mudanças expressivas nas formas de trabalhar, conviver e projetar as expectativas para o futuro. E agora, com a assustadora pandemia do Covid-19, a história provavelmente será narrada em dois momentos: Antes do Coronavírus (ACV) e Depois Coronavírus (DCV).

Profissionais foram mandados de volta pra casa para trabalhar em home office, tendo que equilibrar suas vidas profissionais e pessoais em um mesmo espaço e ao mesmo tempo.

Filhos, familiares, tarefas domésticas, reuniões, prazos, treinamentos, dentre outras responsabilidades precisam ser conciliadas mantendo a sua qualidade.

Grande parte das pessoas não está acostumada e nem tem conhecimento para trabalhar a distância.

Os impactos da falta de controle podem gerar grandes problemas para o empregado e o empregador.

E é justamente pela falta de preparo, que a liderança a distância se faz tão importante:

  • gerenciar,
  • motivar,
  • dar suporte,
  • manter o maior nível de produtividade, são algumas das atribuições que esses profissionais devem explorar.

Desta forma, é essencial que exista um planejamento criterioso, muita organização e capacidade real de delegação. Sem isso, a liderança a distância pode ser um verdadeiro desafio, em especial para os gestores mais velhos que estão acostumados a acompanhar presencialmente tudo o que acontece com a equipe.

Veja a seguir, as principais dificuldades da liderança a distancia, que um líder pode passar ao adotar essa metodologia, sem se preparar devidamente.

Quais as principais dificuldades da liderança a distância?

Confira agora as principais dificuldades organizacionais que a liderança a distância pode passar.

Dificuldade de avaliar a produtividade

Um dos grandes desafios da liderança a distância é a avaliação da produtividade da equipe.

Com cada colaborador em um local diferente, o acompanhamento do seu trabalho, rendimento, motivação e compromisso com os objetivos organizacionais fica mais difícil.

Por isso, o estabelecimento de metas coletivas e individuais, e o estabelecimento de indicadores de produtividade,  são dois passos fundamentais para avaliar a qualidade do trabalho remoto.

Com uma perspectiva clara em mente, os colaboradores podem promover rotinas que otimizam a administração do tempo no trabalho e alcançam resultados mais expressivos.

Assim, a liderança poderá fazer a avaliação de desempenho da equipe da forma mais objetiva possível: pelos resultados alcançados.

Dificuldade para adaptar tarefas e processos

Outro desafio do trabalho remoto é a adaptação, seja das próprias tarefas cotidianas em ambientes diferentes ou dos novos processos adotados pela liderança.

A mudança pode gerar estranhamentos e criar bloqueios produtivos nos colaboradores, por isso algumas iniciativas de intervenção devem ser organizadas.

Para isso, é indispensável que a liderança tenha conversas francas com os colaboradores e conheça suas dores.

Somente assim, as medidas de incentivo e correção adotadas serão eficientes.

Em caso de grande corporações, conversas em grupo, por setor ou área, também podem ser interessantes.

Dificuldade para se comunicar

Este talvez seja o maior desafio da liderança a distância: a comunicação.

Isso porque a leitura de uma mensagem ou interpretação de um áudio sem a interação pessoal com olho no olho pode causar alguns mal entendidos.

Para evitar ruídos e complicações sérias, como insatisfação e erro operacional, a liderança deve se atentar ao uso correto das palavras e empregar ferramentas de comunicação direta, via:

  • telefone,
  • vídeo ou outro recurso digital que facilite o diálogo virtual.

Entre as opções de ferramentas mais usadas atualmente para esse fim estão:

 

Evidentemente, para alguns casos o uso do e-mail ou outra tecnologia de formato escrito é mais rápido e interessante. Por isso, é fundamental adotar meios de comunicação apropriados para cada situação de interação.

Dificuldade com ferramentas de gestão remotas

A falta de familiarização com ferramentas de gestão remotas é outro desafio da liderança a distância. Afinal, ensinar a manusear programas pessoalmente já é difícil, por telefone ou vídeo pode ser ainda mais complicado.

Como a gestão de informações e dados depende diretamente da qualidade desse manuseio, a etapa de treinamento deve ser uma prioridade.

Uma dica é disponibilizar um vídeo ou uma página com informações essenciais sobre as ferramentas para consulta sempre que for necessário.

Para te ajudar a resolver essa dificuldade, indicamos que acesse o artigo exclusivo, “Quais são as melhores ferramentas para trabalho remoto?”. Com uma lista de ferramentas importantes para o trabalho e liderança a distância.

Como contornar os desafios da liderança a distância?

Agora que você já conheceu alguns dos principais desafios enfrentados pela liderança a distância, confira algumas dicas para contornar esses problemas.

1. Explique tarefas e processos

Uma das grandes vantagens de ter o líder por perto é a possibilidade de esclarecer dúvidas, por isso, mesmo à distância, ele deve se disponibilizar para tal.

Porém, é importante que a liderança consiga alinhar o processo, deixando as expectativas claras e mostrando os métodos que devem ser aplicados.

Além disso, deve ressaltar a confiança que a organização tem na qualidade do trabalho do colaborador, que deve ganhar mais autonomia no processo.

Também é interessante que a empresa e seus líderes contribuam com dicas sobre como o colaborador pode ter uma rotina mais produtiva dentro de “casa”.

Nós criamos um Kit home office para funcionários com 8 itens indispensáveis para um trabalho eficiente. Compartilhe cm seus colaboradores esse conteúdo e ajude-os a organizar melhor esse novo espaço de trabalho.

A imagem abaixo é um exemplo de material com dicas que você pode enviar para seus funcionários, com o objetivo de auxiliá-los no dia a dia, mesmo a distância.

Liderança a distancia

2. Use boas ferramentas de gestão

Como falamos acima, escolher boas ferramentas para o trabalho remoto é fundamental para o sucesso da equipe. Elas são fundamentais para controlar:

  • o progresso da equipe,
  • o alcance das metas,
  • a etapa de cada atividade, e assim por diante.

Contudo, é indispensável realizar uma pesquisa para empregar uma ferramenta apropriada para as reais necessidades e demandas do negócio.

Com o recurso certo, as lideranças podem não só monitorar o andamento dos processos como também avaliar as dificuldades e estruturar treinamento específicos.

Indicamos o vídeo abaixo para caso você esteja buscando alguma inspiração sobre o uso das ferramentas na prática.

3. Empregue o otimismo saudável

Por fim, uma dica importante para manter a equipe unida e confiante é manter o otimismo saudável.

Mesmo que a situação seja pouco favorável, é primordial que a liderança a distância mantenha uma postura amigável e positiva, passando mensagens de confiança e tranquilidade a força de trabalho.

Assim, os colaboradores se mantém ativos e buscando cumprir com as metas propostas com esperança e segurança.

Vale ressaltar que um bom líder inspira os valores da empresa não apenas pela hierarquia, mas pelo carisma e respeito.

Esse momento de confinamento obrigatório, crise econômica, angústia e incertezas político-sociais exige, além de todas as providências de higiene e cuidados sanitários, uma gestão empática, humana e responsável.

O papel dos líderes em novos modelos de trabalho

Como vimos ao longo deste artigo, a liderança a distância é uma prática de condução essencial para manter o equilíbrio e a qualidade da força de trabalho.

Por meio do emprego dos recursos digitais certos, a equipe pode se manter unida e ligada de forma genuína ao mesmo propósito profissional.

Se o home office é uma realidade para o seu negócio, indicamos que também leia o artigo, Trabalho remoto e reforma trabalhista: impactos no modelo home office”. Ele vai te ajudar a considerar os aspectos legais desse modelo, que são comumente esquecidos, mas que podem causar muitos problemas.

Além do trabalho remoto, a crise e o novo cenário vem estimulando a criação de novos modelos de relacionamento entre empresa e colaboradores.

Entender as dificuldades pelas quais seus funcionários estão passando é fundamental para ajudá-los e conseguir mais rendimento e produtividade. Uma das formas de fazer isso é por meio da flexilidade de salário. Como assim? Eu explico!

Atualmente o modelo de pagamento de salário on demand se tornou um benefício corporativo realmente eficaz para a atração e retenção de talentos, aumento da produtividade e redução do estresse financeiro dos colaboradores.

O Xerpay é um aplicativo que permite que os colaboradores antecipem parte de seus salários quando quiserem de forma simples e instantânea. Acredite, os benefícios para a empresa também são muitos.

Além de oferecer um benefício a que gera baixo custo para a organização, o salário sob demanda é a resposta para a pergunta: como diminuir o seu turnover, aumentar a sua produtividade e atrair mais talentos?

Em consequência também reduz gastos da empresa com demissões e acordo trabalhistas.

A integração é rápida e simples. Assim que seus funcionários se cadastrarem, eles podem fazer saques imediatamente.

Fale com um especialista e descubra ainda mais ganhos que a sua empresa pode ter ao oferecer um benefício como o Xerpay.

Legal, né? Então, aproveite pra compartilhar o post nas suas redes sociais para que mais pessoas possam se preparar.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.