Como investir em ações com pouco dinheiro. Aprenda!

investir-em-acoes

Investir em ações é uma das formas mais rentáveis de fazer o dinheiro render. Entretanto, boa parte dos brasileiros ainda acredita que essa é uma possibilidade bastante restrita e não sabem como investir em ações com pouco dinheiro.

Um dos principais mitos sobre o mundo dos investimentos é que é preciso ter muito dinheiro para começar a aplicar. A verdade é que com um bom planejamento financeiro pessoal, é possível investir em ações com pouco dinheiro e criar uma carteira de investimentos.

Claro que a proporção dos rendimentos dependerá do valor aplicado, mas isso não significa que não dá para começar a se aventurar no mercado financeiro e obter bons lucros com a compra de ações.

Antes de começar a investir, porém, é preciso aprender um pouco mais sobre como funciona a bolsa de valores, os perfis de investidores e a modalidade mais apropriada para quem está começando agora.

Por isso, neste artigo você vai aprender como investir em ações com pouco dinheiro e como iniciar sua jornada na bolsa de valores. Vamos abordar:

  • O que é bolsa de valores?
  • Quais são os perfis de investidores?
  • Por que e como investir em mercado financeiro?
  • Quais as vantagens e desvantagens de comprar ações?
  • É possível investir em ações com pouco dinheiro?
  • Como investir em ações com pouco dinheiro?

Então, vamos lá.

O que é bolsa de valores?

como-investir-mercado-financeiro

Para iniciar sua jornada de compra de ações, é necessário entender o que é e como funciona a bolsa de valores, atualmente chamada de B3 no Brasil.

Trata-se de um mercado financeiro para a negociação de diversos ativos financeiros, entre elas, as ações, termo mais conhecido dos brasileiros. Além das ações, alguns ativos negociados na bolsa de valores são:

  • Títulos públicos;
  • Cotas de fundos de investimento;
  • Ativos de renda fixa;
  • Derivativos listados;
  • Derivativos de balcão.

Para cada um desses ativos, existe um perfil de investidor adequado e é o que vamos falar no próximo índice.

Quais são os perfis de investidores?

O perfil de investidor está relacionado com o nível de risco que está disposto a assumir no momento do investimento.

Existem três tipos principais de investidores: conservador, moderado ou agressivo.

Conservador: é aquele que não quer assumir altos riscos, por isso, prefere investir em produtos de categorias com baixo ou nenhum risco, como os investimentos de renda fixa.

Moderado: são investidores que não estão dispostos a arriscar todo o dinheiro, mas que em prol de uma rentabilidade maior, já assumem riscos mais elevados. Contudo, a segurança ainda é um ponto importante. Costuma investir em renda fixa e optar por outros produtos como as ações.

Agressivo: estes investidores trocam a segurança pela possibilidade de maior rentabilidade de suas aplicações. São aqueles que investem em produtos de renda variável como ações e fundo de ações. O risco de perda de patrimônio é aceito por esse perfil. Normalmente, são pessoas que entendem do mercado financeiro.

Se você nunca fez um investimento, é provável que queira começar com os de renda fixa, mas caso se encaixe mais no perfil moderado ou agressivo, inicie a aplicação em produtos de renda variável.

Caso você tenha dúvidas sobre começar com as ações, listamos no artigo ‘Investimentos melhores que a poupança: conheça 4 opções [2021]’.

Se ainda não estiver seguro, inicie com a renda fixa e depois siga para os investimentos de alto risco.

Por que e como investir em mercado financeiro?

A melhor maneira de fazer dinheiro é quando você não precisa trabalhar para ganhá-lo. Por isso, investir no mercado financeiro é uma das opções.

É uma modalidade que fará o seu dinheiro se multiplicar sem que você tenha que desprender quase nada do seu tempo.

Além disso, ao aplicar em ações, por exemplo, a rentabilidade da quantia investida ajudará a concretizar mais rápido os seus sonhos, como a casa própria e até a independência financeira. 

O primeiro passo para investir em ações com pouco dinheiro é entender qual o seu perfil de investidor. Identificando-o é possível aprender a investir em ações.

Como investir corretamente na bolsa de valores pode não ser fácil, um ponto importante para ser avaliado é o que você pretende fazer com o rendimento, se precisará do valor em curto, médio ou longo prazo.

Faça esse planejamento para saber o que deseja e, a partir daí, você entenderá qual produto é o ideal para começar a investir em ações com pouco dinheiro.

Com essa decisão feita, será necessário abrir uma conta em uma corretora de valores, que agirá como intermediário na negociação, seja em investimento de renda fixa ou nas ações na bolsa de valores.

Quais as vantagens e desvantagens de comprar ações?

Já explicamos que os investidores que compram ações precisam ter perfil moderado ou agressivo, pois assim como as cotas podem valorizar rapidamente, também é possível que a desvalorização ocorra com a mesma velocidade.

A subida ou queda das cotações é apontada em índices como o IBOVESPA, mais importante indicador de desempenho das ações.

Uma das vantagens da bolsa de valores é a alta liquidez, que permite a entrada e saída do mercado financeiro em poucos segundos. 

Isso significa que caso precise vender essas ações, você não tem prazo mínimo para realizar. Logo, é possível ter um rendimento em curto prazo, caso essa seja sua necessidade.

Outro ponto importante é que na bolsa de valores existem ações de companhias de diversos segmentos, permitindo o investimento em empresas de mais de um setor. 

Vale lembrar que, quando você compra uma ação, vira um pequeno sócio daquele negócio, inclusive de grandes marcas.

Em alguns casos, você pode receber por meio de dividendos (parcela do lucro distribuído aos acionistas) e Juros sobre Capital (JCP).

É possível investir em ações com pouco dinheiro?

Como já falamos, existe uma falsa ideia de que para investir na bolsa de valores é necessário possuir muito dinheiro reservado, mas isso não é verdade. Não há um valor mínimo para comprar ações e é possível sim investir em ações com pouco dinheiro. 

Algumas parcelas de ações, por exemplo, chegam a custar apenas alguns centavos e possuem boas chances de valorização no futuro. Para ter uma ideia de qual ação deve se valorizar, é preciso conhecer um pouco sobre o mercado financeiro.

Caso não queira se arriscar em investir sozinho na bolsa de valores, existem especialistas no setor que prestam consultoria para novos investidores e para quem deseja investir em ações com pouco dinheiro.

Como investir em ações com pouco dinheiro?

Caso você queira aprender como investir em ações com pouco dinheiro porque não possui um alto valor reservado fique atento, pois não é indicado tirar do seu fundo de reserva de emergência financeira – que deve ser utilizado para urgências – para realizar aplicações.

Estima-se que a reserva financeira deva ser o equivalente a seis meses dos seus custos fixos

Então, certifique-se de se programar para que a quantia do investimento seja especialmente separada para isso. Assim, não impactará sua saúde financeira se tiver perda do valor aplicado em ações.

Confira o passo a passo sobre como investir corretamente na bolsa de valores, mesmo que seja para investir em ações com pouco dinheiro:

Passo 1

Planeje-se. Entenda quanto pretende investir e quais os seus objetivos com o rendimento. Lembre-se de pensar sobre qual o período que deseja utilizar o dinheiro.

Passo 2

Depois do planejamento realizado, é a hora de abrir uma conta em uma corretora de valores.

Uma dica importante para quem quer aprender como investir em ações com pouco dinheiro é procurar uma confiável e ficar atento às taxas de administração, que podem comprometer a rentabilidade do seu investimento.

Em algumas, a abertura da conta é gratuita e acontece no mesmo dia.

Passo 3

É o momento de transferir a quantia desejada para a conta na corretora. O processo é igual a uma transação no banco comum: selecione o valor e envie da conta corrente para a conta na corretora.

Passo 4

Acesse a plataforma da instituição financeira na qual você terá acesso a todas as ações e demais ativos disponíveis na bolsa de valores. Pesquise a que melhor se adequa a você e selecione.

Como investir sozinho na bolsa de valores é possível, mas desafiador, procure analisar todos os detalhes antes de finalizar o processo.

Passo 5

Depois de escolher o produto que deseja adquirir, é a hora de finalizar a compra das ações e indicar quanto você quer aplicar. Assim, você já inicia a sua carteira de investimentos na bolsa de valores.

Como é possível perceber, não é difícil começar a se aventurar na bolsa de valores e é possível investir em ações com pouco dinheiro. Porém, é necessário adquirir um pouco de conhecimento para que tenha resultados positivos de rentabilidade.

Além disso, também fica claro como investir em ações com pouco dinheiro não é impossível e está ao alcance de qualquer pessoa que tenha interesse em iniciar uma carteira de investimentos.

Dinheiro com segurança e custo baixo: o brasileiro não abre mão

Conheça a ferramenta Xerpay e saiba como funciona o sistema que implementa o pagamento sob demanda, ou seja, os colaboradores de uma empresa podem antecipar parte de seus salários quando precisarem.

Essa ferramenta está mudando a forma como os funcionários lidam com o seu salário e gerando mais satisfação e motivação no trabalho.

O Xerpay pode ser um dos benefícios mais valorizados por quem trabalha em sua empresa. Fale com um especialista e conheça mais!

Gostou desse conteúdo sobre como investir em ações com pouco dinheiro? Então, siga a Xerpa nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e fique por dentro de todas as novidades.

Confira outros artigos que você pode se interessar