O horário flexível de trabalho é vantajoso para minha empresa?

O horário flexível de trabalho é um modelo de gestão adotado por diversas empresas, no qual seus funcionários podem contar com uma maior flexibilidade para escolher o horário de início e fim de suas atividades diárias. Por meio dessa modalidade, o profissional continua cumprindo com os horários diário estipulados pela organização, entretanto, fica à sua escolha determinar o local e momento de realização.

De acordo com as leis trabalhistas, um empregado deve cumprir oito horas diárias de trabalho ou 44 horas semanais. No entanto, a forma como essas horas devem ser cumpridas, fica a critério do empregador.

Dessa forma, caso um profissional trabalhe com essa modalidade, pode começar seu expediente às oito, almoçar em meia hora e seguir trabalhando, sem a necessidade de seguir o regime de 2 horas diárias de intervalo. Ou também pode começar seu trabalho à tarde e seguir direto até à noite.

O trabalho flexível não tem obrigação ainda de ser desenvolvido em um local único. Por isso, é chamado de jornada móvel. O colaborador pode, portanto, realizar suas tarefas de casa, de um local público e até mesmo de outra cidade.

Sendo uma decisão de responsabilidade da empresa, muitas estão abrindo espaço para o horário flexível de trabalho, fechando um novo tipo de acordo com seus funcionários.

Isso tem acontecido, pois as empresas passaram a adotar os novos modelos de trabalho que estão surgindo com a transformação digital. A facilidade e a mobilidade que a tecnologia tem proporcionado tem tornado funcionários mais produtivos, aumentando a qualidade dos produtos e serviços prestados.

Essa otimização dos processos produtivos tem permitido que as organizações percebam as vantagens de adotar modelos modernos, como o horário flexível de trabalho, tornando sua equipe cada vez mais satisfeita.

 

Por que adotar o horário flexível de trabalho?

Atualmente, as organizações passaram a valorizar mais suas equipes de trabalho. Grande parte dos funcionários gostariam de trabalhar com uma maior liberdade de horário, isso é um fato. Por isso, diversas empresas estão usando esse sistema, junto a outros benefícios para cativar e reter talentos em seu time.

Além de aumentar o nível de satisfação dos funcionários, evitando a rotatividade e gastos com novas contratações, as empresas podem contar com outras vantagens. Confira:

  • A redução de custos é considerável no modelo de horário flexível de trabalho para as empresas. É possível economizar com a estrutura dos escritórios, energia elétrica e outras contas, já que parte da equipe não estará presente diariamente no local;
  • Aumento na produtividade dos colaboradores. Já que essa modalidade mostra um grande passo por parte da empresa, os empregados passam a se dedicar cada vez mais para cumprir suas tarefas e demandas no prazo certo para não perder esse benefício;
  • Redução de faltas sem justificativas e atrasos. O horário flexível de trabalho demanda autogestão, o que facilita para os empregados controlar seus horários e adequar as suas responsabilidades de acordo com sua disponibilidade;
  • Maior engajamento e motivação. A flexibilidade permite que os colaboradores tenham mais tempo para cuidar de sua vida pessoal, isso faz com que eles se tornem mais engajados com a organização, vestindo verdadeiramente “a camisa” do time. Assim, passarão a se preocupar mais em honrar essa oportunidade e ser ainda mais produtivos;
  • Diminuição da necessidade de horas extras de trabalho, graças ao melhor aproveitamento do horário.

 

E para os funcionários, quais os benefícios?

  • Os gastos são menores não apenas para as empresas, mas para os colaboradores também. É possível economizar com o transporte e alimentação fora de casa, por exemplo;
  • Maior tempo livre para realizar outras atividades e cuidar da vida pessoal. O funcionário pode organizar melhor seu tempo e escolher quais os momentos mais adequados e qual período do dia sua produtividade é maior para desenvolver suas atividades;
  • Maior motivação e desempenho para realizar suas tarefas para entregá-las no prazo estipulado;
  • O horário flexível de trabalho permite que o funcionário desenvolva o home office, mas também que trabalhe de viagens ou de qualquer lugar que desejar. Dessa forma evita deslocamentos desnecessários e atrasos com trânsito;
  • Criação de um relacionamento de confiança ainda mais reforçado entre empregador e empregado.

 

Como implementar esse modelo em minha empresa?

Não é de hoje que o horário flexível de trabalho é um desejo de grande parte dos profissionais, que buscam e exigem melhores qualidades de vida e equilíbrio entre suas vidas profissionais e pessoais. No entanto, ainda que muitas empresas desejem oferecer esse benefício para sua equipe, a maioria não sabe como adotar e oferecer essa possibilidade.

Portanto, se sua organização faz parte dessa lista e busca por formas adequadas de oferecer a flexibilidade para os colaboradores, sem que isso gere contratempos e prejuízos, preparamos um passo a passo de como implementar a modalidade com sucesso. Veja a seguir:

  1. Primeiramente, é necessário descobrir quais funcionários podem trabalhar de forma flexível sem trazer prejuízos para os negócios. Há tarefas que dependem da interação presencial com clientes ou outros funcionários e, por isso, não podem ser realizadas em horários diferentes. Então, é preciso definir se a empresa concorda com a funcionalidade ou se prefere que a equipe esteja completa no escritório;
  2. Decidir se a empresa determinará períodos específicos em que o funcionário deverá comparecer na empresa ou se ficará por escolha total do colaborador decidir seus horários, desde que cumpra com o horário fixo semanal de trabalho;
  3. Outro ponto importante para se regulamentar o horário flexível de trabalho é a compensação de horas. A organização deve decidir como irá fazer o acordo com os colaboradores. Se irá permitir que o empregado trabalhe mais horas durante a semana para ter folgas aos sábados e domingos. Ou se irá permitir que as horas acumuladas sejam compensadas quando for desejo de seus empregados, abatendo-as assim, do seu banco de horas.

 

Como controlar o horário flexível dos funcionários?

Para pequenas empresas, essa modalidade é mais fácil de ser adotada e controlada, pois o número de funcionários é menor. Já em grandes organizações, os turnos de trabalho e desafios de monitoramento são bem maiores.

Para facilitar essa gestão, ainda há três modalidades para se dividir o horário flexível de trabalho em sua empresa:

  • Modelo fixo variável: o nome pode parecer contraditório, mas essa opção é muito usada pelas empresas por permitir que o colaborador opte por um entre diversos horários alternativos propostos pela empresa;
  • Modelo variável: nessa modalidade, o trabalhador é livre para decidir a sua jornada de trabalho, mas deve ater-se rigidamente a ela, cumprindo rigorosamente a seus prazos de entrega;
  • Modelo livre: o funcionário pode escolher livremente quando irá trabalhar, desde que cumpra a carga horária prevista para o dia ou para a semana, estipulado pela empresa.

 

O horário flexível de trabalho exige cuidados, tanto por parte da empresa como pelos empregados. Portanto, antes de legalizar essa modalidade em seu negócio, é necessário definir e comunicar a seu time todas as regras e normas a serem cumpridas. É essencial que todos os funcionários saibam realmente o que significa esta “liberdade” de horários para a realidade de sua empresa.

Quer adotar o horário flexível de trabalho em seus negócios, mas não sabe como gerenciá-lo? Fale com um especialista da XERPA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *