implantação do setor de rh em uma empresa privada

7 prioridades para a implantação do setor de RH em uma empresa privada

A implantação do setor de RH em uma empresa privada passa por uma série de etapas para a sua realização, como:

  1. Elaborar um planejamento estratégico;
  2. Padronizar processos;
  3. Criar a comunicação Interna da empresa;
  4. Foco no setor de treinamento e desenvolvimento;
  5. Implementar o sistema de avaliações;
  6. Contratar com um planejamento em mente;
  7. Avaliar o uso de novas tecnologias.

Quer saber, detalhadamente, sobre cada uma dessas etapas? Continue a leitura.

A implantação do setor de RH em uma empresa privada é um processo contínuo e perpetuamente desafiador. Mas, nem por isso, é uma atividade menos gratificante.

E sabe por quê? A criação desse setor para uma organização se traduz em benefícios múltiplos e que engrandecem a sua marca.

Afinal de contas, foi-se o tempo em que o setor de RH era visto como uma área exclusivamente burocrática (rotulado, apenas, como departamento pessoal), focada apenas no cálculo e no pagamento de direitos trabalhistas.

Hoje, o Recursos Humanos foca em múltiplas frentes para gerar resultados para a empresa e, ao mesmo tempo, desenvolver os ativos mais valiosos da organização: os colaboradores.

Não é à toa que existem diversas prioridades para a implantação do setor de RH em uma empresa privada. E, ao longo deste post, vamos esclarecer cada uma delas para que você sinta, no dia a dia, ops benefícios em ter um setor como esse inserido no seu empreendimento. Confira!

Qual é a importância em criar um departamento de Recursos Humanos?

Além das atividades clássicas acima citadas — de controlar e manter a empresa de acordo com as leis trabalhistas vigentes —, o setor de RH oferece muito mais à empresa e aos colaboradores.

Alguns exemplos de sua importância atual no mercado:

Por isso, a gestão de pessoas figura majoritariamente nas responsabilidades dos especialistas do setor. Um advento e tanto para uma área que participa ativamente de todo o crescimento organizacional.

Daí, a importância em saber como trabalhar a implantação do setor de RH em uma empresa privada. Algo que veremos a seguir, com base em um completo passo a passo para você acertar em cheio!

Quais são os 7 passos para a implantação do setor de RH em uma empresa privada?

Não basta considerar o RH como necessário para gerir a burocracia do departamento pessoal. A implantação do setor de RH em uma empresa privada passa por diversos fatores que agregam elementos estratégicos ao setor.

Cabe a você, portanto, compreender essas etapas para garantir que o seu departamento abra as portas, pela primeira vez, já com um nível de excelência altíssimo — e muito espaço, ainda, para crescer.

Confira, abaixo, o roteiro básico para criar um setor de RH:

1. Elabore um planejamento estratégico

Nenhum projeto começa sem, antes, ter ideias desenhadas no papel. Para tanto, a implantação do setor de RH em uma empresa privada passa por essa realização que pode ser gerenciada a partir de algumas simples questões, conforme abaixo:

  • entenda, primeiramente, sobre o que é o negócio da empresa;
  • avalie os seus pilares institucionais, como a missão, os valores, seus objetivos e condutas;
  • estabeleça as políticas de RH da empresa, estruturando o seu regimento interno e o código de ética;
  • antecipe o nível de satisfação dos colaboradores e estabeleça um plano de cargos, apontando os cargos, funções, qualificações e tudo aquilo que é esperado em cada vaga;
  • avalie a possibilidade de obter políticas de recompensa na empresa, como um plano de carreira, o pacote de benefícios incluso, os meios de recompensas e gratificações etc.;
  • observe os treinamentos necessários para serem implementados em curto prazo;
  • foque também em alternativas flexíveis para a motivação e o engajamento dos colaboradores;
  • planeje o monitoramento de métricas do RH para saber, exatamente, o quanto o setor e a empresa, como um todo, estão obtendo o desempenho desejado;
  • crie sistemas de avaliações e também de pesquisas de clima organizacional.

Com isso tudo no papel, é hora de ir adiante no projeto de implantação do setor de RH em uma empresa privada.

2. Padronize processos

Apesar de flexível, o setor de RH ainda responde por uma série de atividades fixas e que devem ser cumpridas à risca — a folha de pagamentos é uma delas.

Por isso, crie todo o fluxo de trabalho (uma dica: com check-lists, você padroniza e ainda facilita que os colaboradores aprimorem a absorção desse fluxo) e tenha-o definido assim que iniciar as atividades.

3. Crie a comunicação Interna da empresa

No processo de implantação do setor de RH em uma empresa privada, a comunicação interna se faz valiosa.

E motivos para isso não faltam, considerando que esse é o meio de comunicação entre os colaboradores, o RH e a gestão, e em todas as direções.

Avalie, para isso, os meios de comunicação mais eficientes (como intranet, redes sociais internas, aplicativos de mensagens instantâneas e murais, entre outros) e saiba, de maneira antecipada, em que usar cada um deles.

4. Foque no setor de treinamento e desenvolvimento

Cada vez mais relevante, para uma empresa, o setor de treinamento e desenvolvimento consiste em identificar situações que podem ser aprimoradas e realizar, internamente, esse ajuste.

Para tanto, a capacitação dos colaboradores é uma solução rica, já que gera o efeito esperado, aumenta a motivação e o engajamento do profissional e, ainda, é um valor retornável — um investimento, portanto.

5. Implemente o sistema de avaliações

É hora de colocar em prática, também, o sistema de avaliação e feedback da empresa. Tenha um questionário pronto — e adaptável para cada setor ou cargo — para que a gestão e os outros profissionais de RH possam segui-lo.

Assim, a padronização torna as avaliações imparciais, objetivas e eficientes na busca e análise de resultados. O que proporciona, consequentemente, em uma tomada de decisão mais ágil e assertiva.

6. Contrate com um planejamento em mente

Com base no que vimos aqui, é inegável que o processo de contratação deve ser cirúrgico. Para isso, conte com especialistas em RH para contribuir ativamente com o crescimento do setor.

Daí, inclusive, a importância do planejamento: ele permite que você analise com tempo hábil as necessidades do setor, o que minimiza os erros de contratação e, também, agrega mais valor à força de trabalho desde o início.

7. Avalie o uso de novas tecnologias

Por fim, uma boa implantação do setor de RH em uma empresa privada passa, invariavelmente, pelo investimento em novas tecnologias. O futuro do RH passa por esse caminho.

Softwares de gestão são fundamentais, hoje em dia, por otimizarem em uma só solução boa parte de tudo o que foi discutido aqui — além do diferencial de automatizar boa parte das tarefas repetitivas e burocráticas.

Com isso tudo, a implantação do setor de RH em uma empresa privada pode transcorrer com o mínimo possível de imprevistos.

E, para gerar uma boa impressão na sua equipe e engajá-la, aproveite para compartilhar este post nas suas redes sociais. E marque os colegas de trabalho que também poderão se valer das dicas aqui contidas!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.