hi-techs

Hi-Techs: o que são e como usar essas ferramentas no RH?

Ferramentas hi-techs são aquelas que fazem parte da rotina de um setor corporativo, e amplamente regidas pelas novas tecnologias digitais. Entre os exemplos mais praticados, atualmente, podemos destacar a realidade aumentada e a realidade virtual, a gamificação e o software de gestão, entre outros.

 

Planilhas de papel, relatórios preenchidos a mão, calendários de papel… A nostalgia e a eficiência pontual desses itens de escritório mantêm o uso deles ainda em atividade, em algumas empresas, mas é hora de considerar as soluções hi-techs para serem inseridas na sua rotina corporativa, não acha?

Afinal de contas, esses produtos tecnológicos não são meras tendências de verão: a revolução digital é uma realidade da qual nenhum setor produtivo do mercado consegue escapar.

O que nos leva à pergunta: como anda o uso de ferramentas hi-techs no desenvolvimento do seu RH e departamento pessoal? Se a dúvida invadiu o semblante, ao pensar na resposta, recomendamos que siga com esta leitura para entender quais são as melhores — e mais atuais — soluções hi-techs do setor. Confira!

O que significa o uso de ferramentas hi-techs para a empresa?

A relação social com a tecnologia é interessante: muitos adventos digitais foram idealizados a partir da mudança no perfil das pessoas. Só que muitas atitudes foram modificadas, a princípio, com a chegada dessas soluções.

Bom exemplo disso é a internet, uma das principais soluções — se não a principal — hi-techs. Foi essa relação on-line que aproximou as pessoas de uma dinâmica mais ágil, inteligente e eficiente. Começamos a depender mais de computadores, tablets, smartphones, softwares, aplicativos… A lista é extensa.

Pois então, temos que nos alinhar a essas transformações e, se possível, antecipar-se a elas. Afinal de contas, no meio corporativo, esse tipo de planejamento oferece mais valor à marca, um nível de excelência maior no serviço ao cliente (e internamente) e promove novos diferenciais para a organização.

Como as soluções hi-techs são usadas na área de RH?

Se estamos mais e mais alinhados às mudanças ocorridas tecnologicamente, hoje em dia, que tal entendermos como você pode usar as ferramentas hi-techs o dia a dia do seu RH? Em geral, são soluções que priorizam:

  • a otimização de tarefas mecânicas e repetitivas, delegando-as às soluções de automatização de processos, como o planejamento e envio de holerites, o controle de ponto etc.;
  • a centralização de processos para que todos possam monitorar, em tempo real, a performance de cada objetivo estipulado para a equipe de RH;
  • rápida (e automática) compilação e organização de dados para agilizar a tomada de decisão e deixar a sua equipe mais analítica e estratégica;
  • aproximação com os colaboradores, promovendo o engajamento deles, bem como a motivação no dia a dia;
  • consolidação de um clima organizacional mais positivo, agregando também nas ações de retenção e de atração de talentos para a empresa;
  • menos riscos e erros no planejamento e na execução de projetos.

É claro que toda lista de benefícios fica linda no papel. A questão que todo profissional deseja saber, ao passar os olhos nesses aspectos positivos, é: e como agregar isso tudo para a realidade da minha empresa? Tranquilize-se, pois, a seguir, vamos destacar as principais ferramentas hi-techs para o RH se tornar, cada vez mais, um smart RH!

Quais são as melhores soluções digitais para o RH?

Para entender como a sua organização pode ser qualificada com ferramentas hi-techs, é fundamental compreender quais são aquelas já consolidadas — e para onde esse tipo de tecnologia está rumando.

Vamos ver, então, as principais delas! Quem sabe, o seu RH já não aplique uma ou mais delas? Confira!

 

Big Data

O termo já é bastante discutido, mas o uso desse tipo de tecnologia está apenas começando. Isso porque o Big Data se configura na aplicação analítica da quantidade massiva de informação digital que geramos constantemente.

Para o RH, por exemplo, isso pode servir para a avaliação de métricas internas, como a produtividade e o absenteísmo dos colaboradores. E não se engane: as soluções para monitorar esse volume de dados deve são automatizadas. Nada de achar que a sua equipe pode fazer isso em tempo hábil.

Até por isso, softwares de gestão lidam rapidamente com a questão, programando as informações mais relevantes para os seus objetivos e, então, gerando os relatórios que vão facilitar a tomada de decisão.

 

People Analytics

Quer melhorar o processo de recrutamento e seleção de profissionais ou, quem sabe, gerar um banco de currículos e facilitar a pesquisa por novos talentos diante de uma nova necessidade? Pois então, invista em people analytics, cujas soluções hi-techs ajuda na análise de perfis com base nas suas pré-definições.

Além disso, você pode usar isso para desenvolver os seus profissionais, avaliando aqueles com perfis de liderança e cujos resultados, nas avaliações de desempenho, apontem uma característica em comum que demande novos treinamentos.

 

Software de gestão

Para a gestão de pessoas, os softwares de RH são diferenciados, pois ajudam na automatização de processos — como só já citados controle de ponto e envio de holerites — e fornecem muito mais valor à jornada dos colaboradores da empresa.

O produto da Xerpa, inclusive, tem se consolidado como uma solução altamente versátil e segura para colocar o seu RH nessa revolução digital — e com pouquíssimo esforço.

Esse tipo de estratégia é determinante para que os seus especialistas de RH aprendam a lidar com a rotina de maneira mais estratégica, e cada vez menos burocrática, demorada e repetitiva.

Sobra tempo, portanto, para que eles foquem em ações para agregar mais bem-estar, motivação e qualidade de vida ao resto dos colaboradores.

 

E-learning

O aprendizado é crucial, hoje em dia, para o crescimento de qualquer tipo de empresa. Mas você pode fazer isso sem interferir na rotina dos colaboradores, graças às soluções de videoconferência e softwares de mensagens para a realização de treinamentos à distância.

Assim, o RH pode oferecer constantemente novas oportunidades de desenvolvimento, fazendo com que os colaboradores engajem de acordo com o tempo que eles têm à disposição, e não fazendo-os serem atropelados pelo acúmulo de atividades ao longo do dia.

Inclusive, nesse aspecto, convém mencionar o valor da gamificação. Trata-se da geração de um projeto com pano de fundo lúdico e interativo, para que os colaboradores se motivem ainda mais a alcançar os resultados de um projeto ou meta a ser batida em determinado período.

 

Realidade virtual e aumentada

Por fim, você pode considerar o uso de realidade virtual e/ou aumentada para aproximar-se dos colaboradores e realizar treinamentos verdadeiramente diferenciados.

Antes, no entanto, breve explicação sobre os conceitos:

  • realidade aumentada é aquela que integra com a realidade — como aplicativos que sobrepõem informações em objetos reais, agilizando a interatividade;
  • realidade virtual são as soluções que simulam nos colocar em situações reais.

Ambas, inclusive, estão entre as grandes soluções dessa nova geração de hi-techs. E, boa notícia, já existem aplicativos que permitem o uso desse tipo de tecnologia facilitando a implementação deles na sua rotina.

 

Vale reforçar que alguns investimentos podem ser maiores do que outros. Só que, como já dissemos, as ferramentas hi-techs são populares e isso facilita o acesso a elas.

Convém observar, então, como andam as políticas de RH na empresa, e como todos podem se beneficiar do uso estratégico das novas tecnologias e, assim, qualificar ainda mais esse setor fundamental de qualquer organização.

 

E aí, quer compartilhar, agora, alguma experiência tida com as ferramentas hi-techs citadas — ou não  ao longo do artigo? Compartilhe-as conosco, no campo de comentários!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.