Seus gestores estão contribuindo para o sucesso da cultura organizacional de sua empresa?

Cultura organizacional é um conceito que envolve toda a rotina de uma organização e de seus funcionários e representa as diretrizes para guiar o comportamento e mentalidade de todos os membros da equipe, como suas práticas, hábitos, comportamentos, valores e princípios.

Para sua empresa ser capaz de conquistar uma cultura organizacional de alta performance, continue lendo esse artigo, em que você irá encontrar:

  • Qual a importância de um cultura organizacional?
  • Qual o papel dos gestores na cultura organizacional?
  • Como um gestor deve agir para colocá-la em prática?

 

Por que incentivar a cultura organizacional?

Diante de um mercado cada dia mais competitivo, as empresas têm precisado criar identidades próprias e fortalecidas para serem capazes de personificar seus negócios, reforçando seus valores e princípios. Apenas assim, é possível se diferenciar das concorrentes e construir características próprias e marcantes.

Isso apenas é possível para aquelas que contam com uma cultura organizacional bem desenvolvida. Ela é responsável pela formação dessa identidade e pela atração e retenção de talentos e clientes, os quais precisam compartilhar dos mesmos ideais que a organização.

Por meio da cultura organizacional, as empresas conseguem definir aspectos importantes para sua gestão, como estabelecer suas políticas internas, processos, normas e padrões de trabalho.

Além disso, é ela que determina quais serão as regras de relacionamentos e comportamento dentro da empresa, tanto com fornecedores, parceiros e clientes, como entre os próprios colaboradores, estabelecendo as condutas e questões éticas importantes.

Ela ainda determina como será o andamento de todos os processos internos e como os recursos serão alocados ao longo do expediente de trabalho.

 

Qual a importância de um cultura organizacional?

Ter uma cultura organizacional bem definida é fundamental para empresas, independente de seu tamanho e setor. Ela pode ser considerada um pilar estratégico para os negócios, pois é uma forma eficaz de engajar os colaboradores e reter profissionais acima da média em torno de objetivos e valores comuns. Dessa forma, é possível otimizar os resultados da empresa, elevando os potenciais de toda a equipe.

Por meio de uma cultura de alta performance, é possível estimular o cultivo de um ambiente de trabalho favorável ao desenvolvimento de todas as atividades diárias de forma agradável. Dessa forma, as empresas conseguem estabelecer um time focado em alcançar maiores lucros e os resultados desejados pela organização.

Suas vantagens não param por aí, além de criar sintonia  e engajamento entre as equipes, é capaz de oferecer diversos benefícios para as empresas, confira.

Benefícios da cultura organizacional:

  • Melhorar a imagem da marca diante do mercado: a cultura reflete a imagem da empresa e, por meio dela, é possível estruturar uma identidade própria, que a diferencie das concorrentes e crie senso de pertencimento a cada um dos funcionários. Dessa forma, é possível estabelecer uma cultura positiva que busque o crescimento e o aumento da credibilidade de parceiros e clientes;
  • Simplificar a tomada de decisões: as ações tomadas em uma organização também devem seguir sua cultura organizacional. Ao definir suas diretrizes, a empresa também estruturará seus princípios e valores básicos, o que irão ditar qual o rumo das tomadas de decisões importantes para os negócios;
  • Atrair mais clientes: ao melhorar sua marca diante do mercado, engajar seus colaboradores e reter talentos em seu time com uma cultura organizacional bem estruturada, as consequências serão diretas na qualidade dos produtos e serviços prestados. Portanto, ao fortalecer sua cultura, uma empresa pode contar com melhores resultados e clientes;
  • Redução do turnover: alinhar os valores e princípios de sua empresa com as habilidades técnicas e processos dos colaboradores faz com que o índice de pessoas que se desligam da empresa reduza. Isso acontece, pois com uma cultura efetiva, é possível alinhar todos os processos desde a seleção do novo membro até sua integração à equipe.

Entretanto, para que tudo saia como o esperado, os valores, a visão e os ideais da empresa precisam ser reconhecidos diariamente no ambiente da empresa, não basta ter apenas um manual bem escrito sobre o assunto e esperar que os colaboradores o decorem.

 

Qual o papel dos gestores na cultura organizacional?

É necessário estruturar os processos, organizá-los e definir as estratégias que serão utilizadas. Cabe ao RH atuar ativamente para criar e formalizar a cultura organizacional, adicionando os elementos humanos da empresa, realizando a gestão de pessoas.

É importante que o RH desenvolva campanhas educativas, programas e eventos planejados que demonstrem a preocupação da empresa com seus funcionários e  alguns temas específicos, que sejam de acordo com seus valores.

Por meio dessas campanhas, é possível promover a integração entre equipes, otimizar o diálogo interno e engajar todo o grupo.

O RH deve ser responsável por definir as prioridades, as preocupações com o capital intelectual, a diversidade, bem como as questões sociais envolvidas.

Entretanto, são os gestores da organização que terão o papel fundamental para a correta implementação e sucesso da cultura organizacional.

O gestor deve ser mais do que um simples chefe para suas equipes, mas sim um verdadeiro líder, capaz de guiar seu time. Ele possui um papel importante na adoção da cultura organizacional por todos.

O gestor é responsável por disseminar a cultura definida pela empresa, engajando os outros profissionais a fazerem o mesmo para otimizar os resultados.

 

Mas como um gestor pode colocar isso em prática?

1. Disseminar valores corretos

Para que a cultura organizacional seja eficiente, os valores da empresa devem ser repassados e reforçados. Portanto, o gestor deve sempre lembrar sua importância e cobrá-los de sua equipe, disseminando-os até de forma inconsciente entre todos.

Quando isso não acontece, muitos colaboradores passam a se questionar sobre a real necessidade de seguir as regras. Afinal, seus gestores falam uma coisa e agem de forma diferente.

Portanto, é de extrema importância que o gestor dê o exemplo para seu time, baseando suas ações na cultura organizacional e afirmando os valores da empresa.

 

2. Valorizar e dar recompensas

O gestor deve encontrar formas para recompensar os colaboradores e mostrar que a empresa os reconhece. Isso é fundamental para o desenvolvimento da cultura da organização.

Ao valorizar e dar recompensas para os membros da equipe que se destacaram e fizeram a coisa certa, o gestor contribui para o desenvolvimento da cultura, intensificando o envolvimento dos colaboradores, que irão buscar agir sempre da melhor forma para serem premiados.

Portanto, ao desenvolver os valores e normas voltados para a satisfação dos clientes, garante que os colaboradores irão buscar agir das melhores formas para realizar o melhor atendimento possível e, assim, serem reconhecidos por alcançarem os objetivos da empresa.

 

3. Alinhar as contratações com os valores da empresa

Antes de se esperar que os funcionários sejam capazes de agir de acordo com as normas e diretrizes da empresa, é papel do gestor buscar filtrar e escolher os melhores candidatos já no processo de admissão.

O gestor deve avaliar corretamente os novos colaboradores da empresa, buscando aqueles que melhor se encaixam ao perfil da organização e sua cultura.

Assim, quando o gestor detecta que um candidato não possui os mesmos valores que a empresa, ele pode eliminá-lo da seleção.

 

4. Otimizar a comunicação interna

Outro ponto importante para alinhar as equipes à cultura organizacional é buscar uma comunicação adequada. Ela irá garantir que todos os colaboradores se mantenham informados sobre o que deve ser feito e todos os assuntos da empresa.

O gestor também é o responsável por isso. Ele tem a função de disseminar as informações, garantindo que todos estejam envolvidos. Dessa forma, é possível manter o alinhamento das equipes com as diretrizes da empresa e evitar que erros aconteçam.  

 

É importante entender que o gestor tem papel de destaque na aceitação e adoção da cultura organizacional por parte dos colaboradores. Ele deve sempre dar o exemplo e garantir que seu time tenha as melhores experiências possíveis dentro da empresa, apenas assim, conseguirá que eles aceitem a cultura existente e a sigam.

A cultura organizacional e a liderança andam lado a lado, por isso além dos gestores, outros líderes e pessoas mais influentes, como os tomadores de decisão da corporação, devem colaborar sendo um exemplo para todos e seguindo as normas e diretrizes corretamente. Quanto mais pessoas envolvidas e dedicadas nessa missão, maiores serão os resultados colhidos pela empresa. Sendo possível contar com uma equipe totalmente engajada e produtiva.

E na sua empresa? Os gestores das equipes já têm a consciência de seu papel nessa missão? Continue acompanhando nosso blog para aprimorar ainda mais os conhecimentos de sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *