Inscreva-se

Gestão de metas: 5 passos para engajar a equipe e medir resultados
Departamento Pessoal

Gestão de metas: 5 passos para engajar a equipe e medir resultados

Estabelecer metas é uma estratégia fundamental para qualquer tipo de negócio. É por meio desse propósito que a equipe desenvolve engajamento e trabalha no sentido de alcançar um alvo previamente definido. Mas, na prática, como é possível fazer uma gestão de metas eficiente?

Elaboramos este artigo com o objetivo de auxiliar o processo de gestão de metas do seu negócio.

Vamos mostrar dicas práticas para que você compreenda a importância de estabelecer metas inteligentes, realistas e que desafiem os colaboradores. Também teremos uma série de exemplos de metas de uma empresa.

Assim, você os estimulará suas funcionários a atingirem seus objetivos com mais determinação.

Continue a leitura e descubra nossas dicas!

Recomendamos que você baixe esse eBook gratuito. Nele, você entenderá como engajar os seus colaboradores e retê-los. Responda o formulário e receba:


x dicas para implementar uma gestão de metas eficaz

1. Construa um relacionamento de confiança

Antes de começar a pensar nas questões relacionadas a como estabelecer metas da empresa, é necessário dar um passo para trás e analisar como é o relacionamento com a sua equipe.

Esse fator é extremamente importante. É por meio de um relacionamento de confiança e respeito que vai se edificar toda a estratégia de formação e gestão de metas do seu negócio.

Mas afinal, o que isso quer dizer?

Isso significa que o engajamento da sua equipe está alicerçado na confiança e na crença com relação aos valores do seu negócio.

é necessário que você execute uma gestão de equipe eficiente para que seus funcionários acreditem na empresa, nos seus valores e no seu propósito. Essa relação está diretamente vinculada à próxima dica.

2. Envolva a equipe na formação das metas

A formação de metas não deve ser feita apenas pelos gestores. A participação e integração da equipe é essencial para que todos os profissionais envolvidos tenham a oportunidade de agregar conhecimento e informações durante esse processo.

Desta forma, é essencial que todo gestor envolva seus colaboradores na constituição dos objetivos do negócio.

Como são profissionais que atuam no mercado, lidam com clientes e fornecedores diariamente, conhecem a realidade das empresas (pontos fortes e fracos), eles têm muito conhecimento e informação para agregar nesta etapa de trabalho.

Além disso, essa estratégia é muito importante! Ela apresenta ao profissional uma oportunidade de engajamento, demonstrando que a empresa se interessa e valoriza a participação dos profissionais no contexto estratégico do negócio.

Esses fatores contribuem para que o colaborador entenda todos os processos e se integre a eles. E isso, fortalece o vínculo com a empresa e eles passarão a enxergar soluções viáveis a longo prazo.

3. Estabeleça metas viáveis

Quando se trata de estabelecer metas, um dos principais erros dos gestores é acreditar que as metas devem refletir uma realidade muitas vezes utópica e que não condiz com a realidade da empresa, do mercado ou da economia.

Por isso, ao realizar a gestão de metas, você deve ter algumas questões primordiais em mente.

Exemplos de metas de uma empresa:

  • quanto a empresa quer faturar?
  • existe mercado para alcançar esse faturamento?
  • esse crescimento é viável?
  • a equipe tem condições de alcançar aquela meta?

Se a resposta a qualquer uma destas perguntas for diferente de “sim” significa que o planejamento está incorreto e deve ser refeito.

É perda de tempo estabelecer metas impraticáveis simplesmente porque esses objetivos não serão alcançados e trarão frustração e descontentamento em todos os envolvidos no processo.

Dessa maneira, tenha cuidado ao estabelecer metas. Busque estipular objetivos reais que não podem ser fáceis, mas também não devem ser impossíveis.

Quando inalcançáveis  as metas para funcionários desmotivam a equipe. A longo prazo, os envolvidos deixam de acreditar nela e todo o seu plano sofre efeitos negativos.

Lembre-se de levar em consideração aspectos importantes no momento de traçar suas metas. Como por exemplo:

  • situação econômica atual;
  • concorrência;
  • mercado; e
  • sazonalidade.

4. Ofereça feedbacks constantes

Após estabelecer metas e engajar sua equipe, colocando em prática sua ação, é essencial adotar procedimentos de monitoramento dos resultados.

Para atingir os objetivos, é fundamental que o gestor dê feedbacks constantes aos colaboradores, verificando o nível de engajamento e o esforço dos envolvidos.

Esses feedbacks são parte importante da gestão de metas, afinal são uma oportunidade de alinhar ações junto aos profissionais e verificar possíveis situações que não estavam previstas e que podem ter surgido com o decorrer do tempo. É uma oportunidade de:

  • promover o aprendizado dentro da organização;
  • alinhar ações;
  • verificar o andamento das estratégias.

Além disso, também é um momento importante para fortalecer as metas e o envolvimento dos colaboradores.

5. Invista na metodologia OKR

Objectives and Key Results, também conhecida como OKR, é uma metodologia que auxilia na organização e distribuição das prioridades dentro de uma empresa. Quando bem aplicada, a OKR divide os esforços entre os envolvidos e evita desgastes.

Pode ser vista como um exemplo de metas e objetivos. Trata-se de uma abordagem simples que alinha ações e engaja através do estabelecimento e gestão de metas realizáveis.

Esta metodologia tornou-se famosa por ter suportado o crescimento da gigante Google, empresa que começou suas atividades com 40 pessoa há 19 anos e que hoje conta com mais de 60 mil colaboradores.

Em tradução literal, OKR significa Objetivos e Resultados Chave. E através desta denominação dá para entender melhor o funcionamento da metodologia, que se baseia em uma fórmula OKR:

COMPONENTE 1 : Objetivo –  “Eu vou”

COMPONENTE 2 : Conjunto de resultados-chave –  “medido por”

Cada um destes componentes tem um conceito bem específico e de fácil entendimento:

  • Componente 1Objetivos: declaração sucinta da direção que a empresa deseja tomar. Um objetivo deve ser descrito de forma simples e clara para que qualquer pessoa possa compreendê-lo e entender o seu impacto.
  • Componente 2Resultados-chave: METAS que topam diretamente com a consecução do objetivo.

A aplicação da OKR é focada no estabelecimento de objetivos reais, claros e simples para que, assim, eles permaneçam na memória dos colaboradores, que vão naturalmente direcionar suas ações dentro da empresa para o atingimento daqueles objetivos.

Neste contexto, os resultados chave são usados para indicar se o objetivo foi atingindo ao final do período de aplicação da metodologia, que costuma ser trimestral, semestral e anual.

Sem dúvida, é uma metologia eficiente e uma ferramenta de comunicação e gestão muito eficaz uma vez que permite o alinhamento dos esforços e a criação de foco na equipe.

As metas são uma ferramenta imprescindível, independente do modelo de gestão do seu negócio, pois, auxiliam na manutenção do crescimento da empresa e no foco quanto ao alcance dos seus objetivos.

A gestão de metas garante clareza quanto às ações que estão sendo tomadas e desenvolvem o engajamento dos profissionais.

Já parou para pensar como estão as métricas do seu negócio e que ações você tem tomado na gestão de metas de sua empresa?

Leia mais em: 5 principais indicadores de RH para otimizar resultados

Precisa melhorar os resultados do seu negócio? Entre em contato com a Xerpa e descubra como podemos ajudar nesse processo. Somos uma plataforma de Recursos Humanos  que reduz o tempo gastos com atividades de RH e gestão de pessoas e otimiza seus processos. Fale com um especialista e descubra como reduzir 30% dos custos do seu RH.

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *