Inscreva-se

Saiba como a gestão de equipes pode trazer melhores resultados para sua empresa
Dicas

Saiba como a gestão de equipes pode trazer melhores resultados para sua empresa

Gestão de equipes é uma tarefa essencial dos líderes de cada área da empresa e tem como principal objetivo preparar os colaboradores para atingir os melhores resultados possíveis. Para se realizar uma boa gestão, é necessário:

  • escolher o melhor líder;
  • identificar os profissionais certos para cada vaga;
  • realizar treinamentos periódicos;
  • motivar as equipes;
  • fazer endomarketing.

Realizar uma efetiva gestão é um grande desafio para as empresas, principalmente para aquelas que não tem seus processos bem-estruturados. No entanto, é um processo que deve ser priorizado, pois auxilia os gestores a manterem os funcionários motivados e alinhados para cumprirem suas funções.

Apenas ao contar com uma equipe totalmente integrada e coordenada é possível melhorar os índices de produtividade e, assim, otimizar o atendimento aos clientes e conseguir grandes resultados.

É necessário ter em mente que, quanto mais organizada e melhor for a comunicação entre as equipes, menores serão os gargalos e contratempos encontrados na produção de sua empresa.

Atualmente, manter uma boa gestão de equipes tornou-se fator indispensável para otimizar a experiência de seus clientes, que possuem diversas outras opções ao seu redor. Isso é fundamental para que sua empresa consiga competir com as concorrências do mercado.

Como anda a gestão de seus times? Sua empresa conta com lideranças firmes e ativas? Confira a seguir quais são as habilidades necessárias e desenvolva já uma gestão de equipes de sucesso.

O que é gestão de equipes?

A gestão de equipes consiste no controle sobre o trabalho e desempenho de um determinado grupo de funcionários. Os responsáveis por essa gestão, devem manter as equipes motivadas e engajadas para aumentar a produtividade.

As principais tarefas desenvolvidas pelos gestores são:

Após a leitura desse artigo, recomendamos que você baixe esse eBook gratuito. Nele você decobrirá estratégicas eficazes na retenção de talentos! Responda o formulário e receba agora mesmo:


Quais são os benefícios da gestão de equipes?

Por meio de um bom gerenciamento, é possível alinhar os empregados aos objetivos da empresa. Assim, o líder pode observar o rendimento de cada um, oferecendo o suporte necessário para que todos obtenham a melhor performance.

Manter os empregados satisfeitos e motivados em seu trabalho tornou-se uma tarefa difícil. Hoje em dia, os profissionais buscam desafios e benefícios diferentes dos tradicionais. Portanto, um efetivo acompanhamento de equipes pode garantir que eles se sintam parte importante da empresa e mantenham-se comprometidos.

Além disso, a gestão de equipes proporciona uma maior aproximação entre líderes e liderados, fazendo com que todos se sintam igualmente estimulados ao trabalho. Dessa forma, cada uma das pessoas fará o máximo para realizar suas funções com uma melhor qualidade.

Saiba como a gestão de equipes pode trazer melhores resultados para sua empresa

Quais habilidades são necessárias para o líder da equipe?

Como você pode ver, a liderança de cada time tem um papel fundamental para que todos se mantenham alinhados e produtivos. No entanto, comandar um grupo de pessoas não é tão simples, não é mesmo? Portanto, para conseguir lidar com todos os possíveis contratempos do dia a dia, o líder precisa ter algumas habilidades específicas.

O líder deve contar com algumas características importantes, pois precisará dar o exemplo, treinar, motivar e recompensar cada membro de seu time.  Confira todas elas!

 

1. Comunicação

A principal habilidade para guiar uma equipe é capacidade de se comunicar. Um bom gestor deve mais do que saber dar ordens ou passar informações. Ele precisa saber ouvir e compreender seu time, dar atenção para as reclamações, problemas e angústias. Apenas assim, ele terá a confiança de todos.

 

2. Comprometimento

Não menos importante, o comprometimento com os colaboradores é indispensável para a gestão de equipes. O gestor deve mostrar que faz parte do time e que é igualmente responsável pelos erros e acertos de seu grupo. Um verdadeiro líder se envolve e se dedica junto de sua equipe a atingir os objetivos da empresa.

 

3. Inspiração

O líder apenas conquistará o respeito de seu time e da empresa se for o primeiro a dar o exemplo no cumprimento de suas funções. Ele deve ser o exemplo dos funcionários e motivar cada um deles na busca das metas e objetivos profissionais traçados.

 

4. Especialização

Não basta ser um bom comunicador e seguir todas as regras, para realizar uma efetiva gestão de equipes, é necessário ter conhecimentos sobre a área de atuação da equipe. O verdadeiro líder está sempre se atualizando e adquirindo novos conhecimentos e habilidades. Isso permite que ele se desenvolva profissionalmente e ajude sua equipe a também a se especializar.

Quais as melhores práticas para uma gestão de sucesso?

Agora que você já sabe as habilidades necessárias para escolher o líder das equipes de sua empresa, precisa compreender como colocar a gestão em prática. Confira o passo a passo para começar:

 

1. Escolher o melhor líder

Agora que você já sabe quais são as características de um bom gestor, poderá escolher o profissional que melhor se adequa a suas equipes. Esse passo é fundamental e deve ser tomado com muito cuidado. Afinal, a equipe é motivada, conduzida e ensinada por seu gestor.

O líder escolhido deve estar preparado para detectar os pontos fracos e fortes de seu time e ajudá-lo a melhorar o que for necessário.

Além disso, é importante que ele tenha o perfil certo para atender as necessidades de sua equipe, pois poderá enfrentar alguns desafios iniciais. O grupo pode estar sensibilizado por causa de uma relação desgastada com o líder anterior, precisar fortalecer a confiança, reforçar seus valores como equipe, entre outros. O gestor deve usar suas habilidades para transformar o clima entre os colaboradores.

 

2. Identificar os profissionais certos para cada vaga

Não basta ter uma ótima liderança, se os profissionais da equipe não souberem desempenhar suas funções. Alguns aspectos devem ser analisados de forma correta nos processos de recrutamento e seleção, como formação e experiência.

Além de aspectos técnicos, as características comportamentais também devem ser analisadas. Isso pode ser determinante no sucesso ou fracasso do colaborador em seu cargo, podendo afetar o time como um todo.

A análise de perfil de cada membro irá ajudar a definir qual colaborador é o mais adequado para cada vaga. Dessa forma, é possível identificar talentos e manter uma equipe concisa e equilibrada.

 

3. Realizar treinamentos periódicos

Os treinamentos devem ser considerados grandes aliados da gestão de equipes. Os líderes devem motivar seus colaboradores a participarem, mostrando a importância do aprimoramento profissional.

Os funcionários devem entender que os treinamentos são verdadeiros benefícios proporcionados pela empresa, para que eles cresçam profissionalmente. E, da mesma forma, tenham a consciência de que devem aproveitar as novas habilidades para dar um retorno a seu time à empresa. Trata-se de uma relação de troca natural, em que todos ganham.

 

4. Motivar as equipes

O gestor deve conhecer as necessidades, problemas, desejos e qualidades de sua equipe. Assim, saberá quais são as melhores táticas para motivar seu time. Para ter maior precisão, o líder deve acompanhar de perto o dia a dia dos colaboradores. Assim, ele conseguirá identificar o que pode ser o gatilho para cada um deles, comportamentos estranhos, habilidades específicas de cada um, entre outras características.

O gestor ainda precisa ser capaz de identificar quando a motivação é mais urgente ou fundamental. Por exemplo, os colaboradores podem se sentir mais desanimados no final do mês e a produtividade do time cair. Assim, o líder deve tomar medidas para estimulá-los, ao invés de aumentar a pressão e piorar o clima.

Para isso, ele pode colocar em prática algumas ações, como criar tardes culturais no escritório ou até mesmo promover um dia de brainstorming e happy hours, entre outras.

 

5. Garantir o bem-estar financeiro aos colaboradores

Vivemos em uma época em que o RH deve assumir, de vez, o seu lado multifuncional e estratégico para a qualificação da força de trabalho de suas empresas.

Muitas vezes, assumindo as rédeas de condições externas ao ambiente de trabalho, mas que impactam na rotina profissional. É o caso do bem-estar financeiro aos funcionários.

E como exemplo desta prática, uma nova modalidade chegou ao mercado brasileiro – o salário sob demanda. 

A pesquisa CareerBuilder, conduzida em 2017, atestou que 78% dos entrevistados mal conseguem liquidar as contas com o seu ordenado.

Além disso, dos mais de 3 mil entrevistados, cerca de ¾ deles também atestaram que estão com uma ou mais dívidas acumuladas. Sinal claro de que algo precisa ser mudado, concorda?

O salário sob demanda é uma modalidade que vem ganhando força no mercado e visa agregar a flexibilidade para que os colaboradores recebam pelas horas trabalhadas, mas ainda não pagas. Algo que alivia muitos dos problemas financeiros — e aqueles gerados pelos desafios em fechar as contas.

Vamos analisar um exemplo simples: se a empresa tem o costume de fazer os pagamentos dos seus recursos humanos apenas no dia 30, ou no quinto dia útil de cada mês, os profissionais estão limitados a isso.

Se uma conta pendente vai vencer os juros nesse período em que já não há mais dinheiro em conta, as dívidas se acumulam. Porém, com a oferta do salário sob demanda o profissional pode receber o pagamento dos dias já trabalhados quando quiser. E o melhor, ele tem flexibilidade para planejar o seu mês.

Recomendamos que você leia esse artigo para entender melhor sobre o salário sob demanda. Nele você entenderá as funcionalidades do Xerpay, um benefício corporativo de pagamentos sob demanda.

 

6. Fazer endomarketing

O endomarketing pode ajudar muito o processo de gestão de equipes. Afinal, nenhuma empresa pode se preocupar apenas com seus clientes externos. Os funcionários são seus ativos humanos fundamentais para o sucesso dos negócios.

Portanto, devem desenvolver técnicas de endomarketing para fortalecer o relacionamento com o público interno. Para isso, é necessário identificar como a empresa está se comunicando com os funcionários e fazer um estudo do clima para, assim, adequar o discurso usado aos objetivos da organização.

 

Ao colocar essas medidas em prática, sua empresa estará preparada para conduzir seus funcionários de forma efetiva, alinhando-os aos objetivos dos negócios. Ter uma boa gestão de equipes irá exigir muito preparo e sabedoria de seus gestores, mas poderá trazer grandes resultados para a sua organização. Vale a pena investir!

E então, as dicas do conteúdo foram úteis para otimizar a gestão de equipes na sua empresa? Conte nos comentários como você pretende começar!

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *