futuro dos meios de pagamento no Brasil

O futuro dos meios de pagamento no Brasil

O futuro dos meios de pagamento no Brasil está sendo escrito neste instante. Em primeiro lugar, com o apoio das fintechs — que ajudaram a revolucionar o mercado financeiro —, mas primordialmente com o auxílio de tecnologias atuais. Por meio delas, temos um contato revolucionário com os meios de pagamento e, a seguir, podemos ver as principais tendências nesse sentido:

  • carteira digital;
  • ausência de interação humana;
  • QR Code;
  • criptomoedas;
  • salário sob demanda.

As fintechs chegaram com grande impacto no mercado, como um todo, revolucionando o setor financeiro e a maneira de as pessoas lidarem com as instituições financeiras.

Não tardou muito, e um novo debate se instaurou no país e fronteiras afora: qual é o futuro dos meios de pagamento no Brasil?

Você já deve ter percebido que a sua relação com os pagamentos e recebimentos, hoje em dia, já transformou muito. Por exemplo: a tendência de salário sob demanda não era nem cogitada, há alguns anos.

Vamos ver, então, os rumos do setor e o que isso significa para o futuro dos meios de pagamento no Brasil? Basta seguir com a leitura deste post!

As inovações do mercado financeiro

A transformação digital segue a todo vapor em nossas rotinas. E, no que diz respeito ao futuro dos meios de pagamento no Brasil, os avanços seguem na mesma direção.

Por exemplo: usamos cada vez menos o papel (dinheiro em espécie) para lidar com as contas do dia a dia. O débito automático já é, inclusive, um método bastante enraizado no dia a dia.

Mas, como havíamos destacado, o meio digital expandiu-se de diferentes maneiras. E, a seguir, vamos entender como a tecnologia invadiu a maneira de lidarmos com os pagamentos e recebimentos.

O futuro dos meios de pagamento no Brasil

Abaixo, estão alguns dos principais métodos que têm agregado versatilidade, flexibilidade e autonomia às pessoas, pavimentando aquilo que é e vai ser conhecido como o futuro dos meios de pagamento no Brasil!

Carteira digital

Para quem lida com muitas transações on-line, a carteira digital tem se mostrado um grande auxílio. Especialmente, uma vez que o comércio eletrônico está mais e mais consolidado em nossas rotinas.

Quer um exemplo disso? Cerca de 29% das compras on-line no Brasil são feitas via dispositivos móveis. Ou seja: por meio da carteira digital (ou e-wallet), as pessoas transferem as cifras para esse meio de pagamento e, na hora de arcar com as despesas de suas transações eletrônicas, o processo é muito mais rápido.

É possível, também, adicionar os dados do cartão de crédito, permitindo uma modalidade complementar ao depósito de créditos na carteira.

Ausência de interação humana

Os bancos digitais já mostraram que é possível ter o mínimo possível de interação humana para a realização de serviços bancários. Agora, as compras (mesmo em estabelecimentos físicos) também têm evoluído para esse caminho.

Empresas têm investido mais em modelos de self-checkout (autopagamento), em que os caixas não contam com nenhum funcionário para lidar com a transação. Assim, por meio de pagamentos diversos (como a carteira digital, acima mencionada, e cartões de débito e/ou crédito) as pessoas empacotam os seus pedidos e saem da loja sem nenhuma interação com outra pessoa.

Nos Estados Unidos, inclusive, a ideia tem sido ampliada pelo conceito de prateleiras digitais, onde os preços são atualizados em tempo real e os consumidores atualizam os pedidos (e são norteados dentro da loja) por meio de aplicativos do próprio estabelecimento.

QR Code

Mais uma tecnologia presente no cotidiano e que, cada vez mais, fomenta o futuro dos meios de pagamento no Brasil e mundo afora: o QR Code.

No geral, ele atua como uma espécie de código de barras, e pode atualizar rapidamente o meio de pagamento por meio da aproximação do celular com cada QR Code presente nos produtos.

Criptomoedas

Impossível mencionar o futuro dos meios de pagamento no Brasil sem destacar o impacto das criptomoedas no processo.

Embora ainda seja bastante volátil e instável, a criptomoeda chegou para ficar. E não é raro vê-la presente entre as alternativas de pagamento para os mais diversos serviços e produtos.

No Japão, por exemplo, lojas de eletrônicos já aceitam as criptomoedas como meio de pagamento dos consumidores — que sequer precisam abrir as suas carteiras.

Salário sob demanda

Por fim, vale a pena mencionar o salário sob demanda como parte elementar do futuro dos meios de pagamento no Brasil.

Pensando exclusivamente no modelo como uma relação mais benéfica entre a empresa e os colaboradores, o conceito está ligado à possibilidade de fazer com que os seus funcionários solicitem o saldo de dias já trabalhados quando bem quiserem.

Isso faz com que eles não dependam mais das datas fixas para o pagamento da remuneração dos profissionais e, por consequência, que obtenham um planejamento financeiro mais sólido e estratégico.

Sem falar que o salário sob demanda evita que eles façam uso de empréstimos de juros elevadíssimos, como o cheque especial, diante da necessidade de uma compra emergencial.

Vale destacar que esse modelo tem sido amplamente considerado, Brasil afora, como um jeito de inovar corporativamente sem que, com isso, a folha de pagamento seja alterada.

O futuro dos meios de pagamento no Brasil já chegou para a Xerpa! Com o Xerpay, as pessoas têm acesso ao saldo dos seus salários quando precisarem. Tudo por meio de um aplicativo que transfere, em poucas horas, o valor para as suas respectivas contas bancárias.

E, o melhor: sem modificar em nada a rotina financeira da sua empresa. Temos um artigo que explica certinho como isso tudo funciona! Para saber mais a respeito, dê uma olhadinha em tudo o que você precisa saber sobre o Xerpay!

O futuro é agora 

Como você deve ter percebido, todas as soluções acima citadas já fazem parte do cotidiano. Estamos diante de uma revolução que antecipou tudo aquilo que pensávamos possível em médio e longo prazo, apenas.

Você já tem contato com uma dessas tecnologias que apontamos como o futuro dos meios de pagamento no Brasil? Compartilhe as suas experiências conosco, no campo de comentários deste post!

Comentários Facebook

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.