funcionário júnior

O que é um funcionário júnior, como ajudar a desenvolver esse talento?

A denominação de nível de cargo júnior, pleno ou sênior sempre gera dúvidas no mercado de trabalho, principalmente em processos de recrutamento e seleção. Isso acontece porque existem diversos critérios para definir e classificar habilidades e experiências profissionais. Além disso, o setor de Recursos Humanos (RH) de cada empresa pode criar uma estrutura organizacional diferente, trazendo definições ainda mais particulares. 

Neste post vamos esclarecer as características mais populares que definem o funcionário júnior, que, grosso modo, é aquele recém-formado, com pouco tempo de experiência, cujas funções têm menor complexidade. É um nível de cargo sem tantas exigências de competências profissionais e normalmente sem autonomia para decisões.

Se você quiser entender também sobre o cargo sênior, recomendamos a leitura deste material com as principais definições da posição e seu valor para a organização.

Acompanhe o post e aprenda as características que definem o que é um profissional júnior e as medidas que a sua empresa pode tomar para estimular o seu desenvolvimento. Boa leitura!

Como determinar o que é um funcionário júnior?

Assim como já dissemos, o nível de cargo é uma determinação da empresa, por isso pode variar de uma organização para outra. Diversos são os critérios de classificação do profissional, e eles vão além da análise dos anos de experiência, idade ou nível de formação acadêmica. 

Para definir o que é um funcionário júnior, o setor de RH da sua empresa deverá considerar questões como a área de atuação, a complexidade das tarefas da vaga e a maturidade profissional que ela exigirá.

A posição de profissional júnior costuma ser para candidatos recém-formados, portanto o RH não deve cobrar competências complexas e/ou experiências específicas. As funções atreladas ao cargo júnior devem envolver conhecimento técnico de qualidade e habilidades extracurriculares, como idiomas ou conhecimento de ferramentas características, que agreguem a organização, mas sem exigir grande aprofundamento.

A pouca experiência prática no mercado de trabalho pode implicar a falta de discernimento profissional, por isso a tomada de decisões não é uma atribuição do profissional júnior.

Para entender melhor o que é um funcionário júnior, basta encará-lo como um pupilo. O RH seleciona e recruta profissionais capacitados, conforme esses limites de preparação, e que tenham traços subjetivos em conformidade com a sua cultura organizacional. Desta forma, o setor da vaga em questão ganha um discípulo, o qual poderá treinar e desenvolver segundo as principais demandas e necessidades da empresa. 

Funcionário júnior é um estagiário?

Não, o funcionário júnior não é um estagiário. Estagiários costumam ser estudantes em formação, e o funcionário júnior já é um profissional formado

Grande parte das empresas classificam a carreira de um profissional como: estagiário, júnior, pleno, sênior, master e especialista. Portanto, o cargo júnior é uma posição superior ocupada por profissionais que acabaram de sair de um estágio ou programa de trainee.

Embora já tenham uma bagagem introdutória, ainda é uma posição que exigirá orientação por não dominar as particularidades do negócio, fundamentos da função, ferramentas tecnológicas ou também por desconhecerem atributos profissionais essenciais.

Na maior parte das organizações, a duração do cargo júnior é de três anos já que o seu desenvolvimento é estimulado considerando um plano de carreira. Essa lógica de formação profissional ajuda a entender melhor o que é um profissional júnior para a organização.

O que a empresa pode fazer para desenvolver o funcionário júnior?

Por ainda estarem em um processo de desenvolvimento, o funcionário júnior necessita de acompanhamento e mentoria de um superior. Para assim, se desenvolver de maneira proveitosa e contribuir com a evolução organizacional. 

Para estimular esse crescimento, a empresa pode adotar algumas medidas. Confira a seguir!

Criar plano de carreira

Criar planos de carreira é uma estratégia para estimular a motivação do colaborador recém admitido. Tendo o plano em mente, ele terá uma compreensão mais clara do que é um funcionário júnior, quais são suas atribuições gerais e quais os possíveis caminhos para ascenderá até a posição desejada. 

Oferecer treinamentos

Se o objetivo da organização é transformar o profissional júnior em um colaborador pleno, sênior, master ou equivalentes, a sua capacitação deve ser uma prioridade. Por isso, investir em treinamentos, cursos, workshops para áreas específicas do conhecimento, tanto laborais quanto mentais, contribuirá para que a sua força de trabalho evolua.

Defina níveis para o mesmo cargo

Ser promovido a um cargo superior é um fator de motivação, mas consagrar todos os funcionários juniores de uma só vez nem sempre é possível considerando a escala e o organograma da empresa. Por isso, uma estratégia é criar níveis diferentes para o mesmo cargo júnior. 

Por exemplo, analista de recursos humanos júnior, pleno e sênior, diferenciando seus remunerações e benefícios. Logo, dentro do mesmo cargo, um profissional pode progredir, se motivar e entregar resultados ainda mais promissores. Entender o que é um funcionário júnior é essencial para que o colaborador abrace todas as possibilidades de crescimento.

Criar profissionais que compartilham valores

Outra ação que a empresa pode adotar para estimular o crescimento do profissional júnior é orientar suas lideranças diretas. Assim, por meio do direcionamento correto, os colaboradores que estão na base da pirâmide podem ser treinados internamente para compartilhar valores organizacionais e visar posições de alto impacto. Instruído conforme interesses do negócio, a longo prazo, esse funcionário júnior pode ocupar cargos no seu topo.

Dialogue com o colaborador júnior

Além de criar um plano de carreira interessante, o setor de RH da sua empresa deverá ouvir e dialogar com o colaborador júnior. Só assim, os reais anseios quanto a ascensão profissional poderão ser conhecidos. E desta forma, promover um plano de carreira atraente e motivador. O colaborador deve entender as definições do que é um funcionário júnior para apresentar as suas visões de evolução pessoal. 

Como você pode observar, entender o que é um funcionário júnior é fundamental para traçar objetivo de médio e longo prazo. Ofereça o suporte adequado para o seu desenvolvimento e garanta uma força de trabalho motivada e fiel a evolução da sua organização. O funcionário júnior é o futuro do seu negócio.

E aí, curtiu? Então, compartilhe nas suas redes sociais e ajude outros outros profissionais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.