fintechs do brasil

Conheça as 11 maiores fintechs do Brasil

As fintechs do Brasil estão em alta: não apenas pelo mercado em si, mas pela resposta do consumidor a partir dessa proposta de oferecer soluções práticas e confiáveis, e mais acessíveis. Por isso, se você está de olho nesse mercado, aproveite para conhecer quais são as 11 maiores fintechs do Brasil:

  1. Nubank;
  2. Guiabolso;
  3. QuintoAndar;
  4. Méliuz;
  5. Toro Investimentos;
  6. Bidu;
  7. Creditas;
  8. Contabilizei;
  9. Banco Original;
  10. PicPay;
  11. Xerpa.

 

As fintechs do Brasil estão em alta! Não só porque são organizações que têm mostrado preços competitivos e acessíveis para o público, em geral, mas porque o consumidor comprou a ideia.

E, como resultado disso, o mercado está em plena expansão. Muitas fintechs estão oferecendo serviços e produtos que, até pouco tempo atrás, eram inacessíveis para boa parte da população, e de difícil compreensão para o público em geral.

Então, que tal acompanhar-nos ao longo desta leitura e descobrir quais são as 11 principais fintechs do Brasil que têm se destacado? 

Boa leitura!

O que são fintechs?

O termo surgiu da união entre as palavras em inglês finance e technology. A ideia é considerar que essas organizações têm usado as grandes soluções digitais para explorar novos serviços e produtos no mercado.

Tão logo as fintechs do Brasil e do mundo começaram a despontar, em popularidade, também foi expandido o alcance dessas organizações. Hoje em dia, quando falamos em fintechs não estamos apenas nos referindo às instituições bancárias 100% digitais.

E, com base na lista que separamos com as principais fintechs do Brasil, logo abaixo, você vai ver como existem diferentes vertentes para serem exploradas dentro desse tipo de mercado!

Quais são as 11 principais fintechs do Brasil?

A seguir, confira quais são as empresas que, dentro do país, têm feito um trabalho destacado e inovador dentro do mercado financeiro!

 

1. Nubank

A Nubank nasceu em 2014 por meio do trabalho em parceria de David Vélez, Edward Wible e Cristina Junqueira. A princípio, com uma proposta simples, mas que trouxe alento para o consumidor brasileiro: um cartão de crédito sem anuidade e taxas reduzidas.

Agora, a Nubank — que tem se consolidado como uma das maiores fintechs do Brasil — oferece um grande repertório de serviços e produtos, como contas correntes 100% digitais, sem gerentes de contas e até mesmo com algumas opções de aplicações financeiras.

 

2. Guiabolso

Inicialmente, o Guiabolso surgiu como um aplicativo para organizar as finanças pessoais dos seus usuários. Em 2015, por exemplo, mais de um milhão de pessoas já haviam aderido à ideia da fintech.

Hoje em dia, os recursos foram aprimorados, e o Guiabolso também permite a elaboração de metas de consumo, planejamentos mais detalhados de suas despesas e, inclusive, concede até mesmo empréstimos.

 

3. QuintoAndar

Mais uma das principais fintechs do Brasil, hoje em dia, a QuintoAndar tem oferecido algo interessante para os interessados no mercado imobiliário: transações menos burocráticas, mais ágeis e igualmente seguras.

Assim, os proprietários de imóveis podem contar com um meio de locação que favoreça o seu investimento — ao passo que, para as pessoas interessadas em alugar um imóvel, o processo seja facilitado.

Enquanto isso, a QuintoAndar cuida de toda a burocracia e, inclusive, da garantia do aluguel caso o inquilino deixe de pagar algum mês de aluguel.

 

4. Méliuz

Um dos pioneiros no conceito de cashback no país, a Méliuz tem mostrado uma vertente diferenciada para o conceito de programas de fidelidade, atualmente.

Funciona assim: para cada compra que um consumidor faz em lojas parceiras da Méliuz, uma porcentagem é devolvida em crédito que pode ser usado em futuras compras. 

Muito mais conveniência e praticidade, portanto, para estimular o consumo do brasileiro por meio dessas parcerias entre a Méliuz e diversas empresas.

 

5. Toro Investimentos

Além de ser uma das grandes fintechs do Brasil, a Toro Investimentos é tida, por muitos, como a primeira fintech brasileira. 

A princípio, a empresa focava exclusivamente na educação financeira dos seus clientes (até então, conhecida como Toro Radar), mas os serviços também se ramificaram para a área de corretagem. E isso estimulou, potencialmente, todo o mercado investidor, abrindo as portas para quem nada entendia sobre o assunto.

 

6. Bidu

Para facilitar a pesquisa e a tomada de decisão do consumidor, a Bidu tem se apresentado como uma alternativa precisa para fazer o comparativo de diversos tipos de seguros, como:

  • automóveis;
  • saúde;
  • residência.

Entre outros tipos de seguros, além de opções de empréstimo pessoal, cartão de crédito e também algumas alternativas de financiamentos para o consumidor.

 

7. Creditas

Empréstimos com taxas baixas praticadas: esse é o principal lema da Creditas, que tem crescido como uma das principais fintechs do Brasil.

Para tanto, o diferencial da empresa é a concessão do crédito por meio de mínimas garantias de pagamento. Geralmente, as pessoas usam os seus automóveis para isso.

Só que, para evitar problemas grandes com isso, a Creditas oferece juros baixos e, inclusive, prazos mais elásticos para a quitação do débito.

 

8. Contabilizei

Oferecendo serviços contábeis de maneira mais simplificada e acessível para todos, a Contabilizei está despontando, também, como uma das principais fintechs do Brasil.

E, para isso, já começa oferecendo planos variados que se enquadram facilmente nas realidades das micro e pequenas empresas do país. Assim, o investimento nos serviços da Contabilizei ficam mais adequados com as suas realidades. Personalização ao máximo, portanto.

 

9. Banco Original

Uma instituição bancária que nasceu com a missão de ser 100% digital desde o berço. Os usuários podem, por exemplo, abrir uma conta corrente de maneira completamente on-line.

Só que, além disso, o Banco Original também oferece outros serviços comuns a esse tipo de instituição. Algo que tem promovido facilidades múltiplas para as pessoas que buscam agilidade, segurança e total conveniência para as suas transações e planejamentos financeiros.

 

10. PicPay

O PicPay é um aplicativo de pagamento que ajuda o usuário a lidar com as suas transações diretamente por meio desse tipo de serviço. Assim, adquire segurança para transações em tempo real e on-line, além de conseguir acumular créditos, transferindo para a sua conta bancária.

 

11. Xerpa

Acumulando aportes desde a sua fundação, em 2015, a Xerpa destacou-se fundamentalmente no início de 2019, quando lançou o seu serviço de salário sob demanda: o Xerpay.

Por meio dele, as empresas parceiras adquiriram a facilidade de oferecer mais flexibilidade aos pagamento dos seus colaboradores. Um aplicativo que permite o saque do salário com base nos dias já trabalhados, assim, o profissional pode montar o seu próprio planejamento financeiro sem a necessidade de depender dos empréstimos pessoais (como o cheque especial) para fechar as contas até receber o próximo salário.

Com isso, a Xerpa e essas outras fintechs do Brasil estão mostrando que estão profundamente alinhadas com o conceito de empresas do futuro: ágeis, dinâmicas, precisas e versáteis na oferta de soluções.

 

Quer ver só como essas organizações estão dentro disso tudo que mencionamos acima? Basta dar uma conferida, também, em nosso artigo detalhado sobre as empresas do futuro!

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.