14 filmes sobre relações de trabalho que podem te inspirar no dia a dia

filmes sobre relações de trabalho

Quem está trabalhando em casa deve concordar: todo dia pode ser um bom dia para estourar milhos de pipoca e fazer uma sessão de cinema bem caseira e aconchegante, não é mesmo?

Por isso, se você já virou do avesso todo o catálogo das suas plataformas de streaming e está em busca de boas recomendações, fizemos uma lista bem especial com 14 filmes sobre relações de trabalho!

Dessa maneira, é fácil se entreter, distrair e ainda se inspirar (sobre boas práticas e também sobre o que não fazer) para aplicar essas lições no seu dia a dia corporativo — seja ainda de quarentena ou de volta à rotina presencial nos escritórios.

Veja, abaixo, a nossa seleção de filmes sobre relações de trabalho:

  1. Tempos Modernos
  2. Arábia
  3. Dois dias, uma noite
  4. Eu, Daniel Blake
  5. Estou me guardando para quando o carnaval chegar
  6. Indústria americana
  7. O que você faria?
  8. Amor sem Escalas
  9. Wall Street: Poder e Cobiça
  10. Jerry Maguire, a Grande Virada
  11. Um Senhor Estagiário
  12. À Procura da Felicidade
  13. O Diabo Veste Prada
  14. Estrelas Além do Tempo

Boas sessões! 

14 filmes sobre relações de trabalho

1. Tempos Modernos

País: EUA

Ano: 1936

Duração: 87 minutos

Direção: Charlie Chaplin

Elenco: Charlie Chaplin; Cecil Reynolds; Gloria DeHaven

Começando com um clássico da era do cinema mudo. Na trama, o eterno atrapalhado Charlie Chaplin insere-se em uma rotina de enlouquecer qualquer profissional das gerações X, Y, millennials ou da geração Z. Isso tudo, em meio às operações dinâmicas, repetitivas e estressantes de uma linha de montagem. 

Vale a pena conferir não apenas pelo legado cinematográfico da obra, mas porque o filme traz questionamentos relevantes a respeito do impacto da tecnologia (à época) na vida dos operários e também nos efeitos que a pressão causada por gestores interfere no bem-estar dos funcionários.

2. Arábia

País: Brasil

Ano: 2018

Duração: 97 minutos

Direção: Affonso Uchoa e João Dumans

Elenco: Murilo Caliari; Aristides de Sousa; Glaucia Vandeveld

Um filme que resgata, de maneira poética e com uma história bastante criativa, a figura do operário brasileiro a partir de um diário encontrado, e que relata a trajetória de um metalúrgico sempre em busca de trabalho e estabilidade social, econômica e profissional.

Um dos próprios diretores definiu o filme como uma “odisseia mineira”, e vale a pena conhecer para compreender um pouco mais os desafios do proletário no país, bem como os obstáculos que o Brasil em si enfrenta para tornar-se mais produtivo e consolidado.

3. Dois dias, uma noite

País: França

Ano: 2014

Duração: 95 minutos

Direção: Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne

Elenco: Marion Cotillard; Fabrizio Rongione; Alao Kasongo

Filmes sobre relações de trabalho são interessantes para observarmos como nós mesmos nos relacionamos com situações complicadas no ambiente corporativo.

E, em Dois Dias, Uma Noite, os irmãos belgas Dardenne criaram uma comovente (e angustiante) história na qual uma profissional (Cotillard) volta ao expediente após afastar-se das atividades para tratar de sua depressão.

Paralelamente, o patrão abre uma agressiva votação para que os colegas de trabalho decidam-se pela demissão da funcionária ou por um bônus de mil euros. O clima de competitividade se estende pelo filme e pode despertar mais empatia e consciência de quem assiste a esse filme.

4. Eu, Daniel Blake

País: Grã-Bretanha

Ano: 2016

Duração: 97 minutos

Direção: Ken Loach

Elenco: Dave Johns; Hayley Squires

Além de filmes sobre relações de trabalho que abordam o assunto diretamente, em Eu, Daniel Blake, podemos acompanhar a difícil trajetória do protagonista para receber seus direitos previstos após ter sofrido um ataque cardíaco às vésperas de se aposentar.

Na trama, ainda, entendemos as dificuldades de encontrar novas profissões nesse contexto digital, especialmente quando você não é um profissional familiarizado com as novas soluções tecnológicas.

5. Estou me guardando para quando o carnaval chegar

País: Brasil

Ano: 2019

Duração: 85 minutos

Direção: Marcelo Gomes

Elenco: documentário

O documentário explora uma peculiar fábrica de jeans em Toritama (Pernambuco) que trabalha de maneira incessante ao longo do ano inteiro — exceto no Carnaval.

É uma abordagem interessante sobre a utilização do tempo de maneira mais pessoal, não limitando-se às pressões ocasionadas pelo mercado de trabalho convencional. Vale assistir e também a posterior discussão.

6. Indústria americana 

País: EUA

Ano: 2019

Duração: 110 minutos

Direção: Julia Reichert e Steven Bognar

Elenco: documentário

Excelente oportunidade para avaliar o impacto que culturas díspares podem causar nos colaboradores quando grandes fusões corporativas acontecem. Aqui, no caso, trata-se da aquisição de uma antiga fábrica da General Motors (GM) que é adquirida por uma empresa chinesa para inaugurar uma filial da Fuyao.

O vencedor do Oscar de 2019 ainda reflete sobre as condições de trabalho oferecidas pelo empreendedorismo chinês e como isso entra em conflito direto com os direitos trabalhistas que os funcionários estadunidenses têm, mas veem negados pela nova liderança da empresa.

7. O que você faria?

País: Espanha, Itália e Argentina

Ano: 2005

Duração: 115 minutos

Direção: Marcelo Piñeyro

Elenco: Adriana Ozores Ana; Carmelo Gómez Julio; Eduard Fernández 

Com um humor que beira, muitas vezes, ao absurdo, O que Você Faria é uma crítica ácida às exigências exageradas do mercado de trabalho e também ao contexto político e socioeconômico da época (a Espanha passava por uma grave crise).

Na trama, sete executivos disputam uma vaga de trabalho, apenas, e são submetidos a uma série de testes que potencializam a barbárie pela qual as pessoas podem atingir para alcançar seus objetivos

8. Amor sem Escalas

País: EUA

Ano: 2009

Duração: 109 minutos

Direção: Jason Reitman

Elenco: George Clooney; Vera Farmiga; Anna Kendrick

Clooney embarca, literalmente, em uma jornada pelos EUA com uma missão peculiar: ele informa aos funcionários de outras empresas que eles estão demitidos.

Acontece que o cenário muda quando uma nova colega de trabalho apresenta propostas que colocam em xeque os seus métodos e perspectivas sobre a vida e o mercado de trabalho em si.

Além disso, se você quiser mais dicas de filmes, temos outros posts que podem aumentar ainda mais a sua lista de filmes para assistir. Dê uma olhadinha abaixo:

Os melhores filmes sobre gestão de pessoas

13 filmes sobre liderança e motivação

9. Wall Street: Poder e Cobiça

País: EUA

Ano: 1987

Duração: 126 minutos

Direção: Oliver Stone

Elenco: Charlie Sheen; Daryl Hannah; Michael Douglas

A ascensão profissional é um dos temas abordados com grande impacto no premiado filme, cujo pano de fundo são boas práticas (e as más, principalmente) do mercado de ações em Wall Street.

É uma grande maneira de observar como o mercado financeiro gira em torno da importância dos investimentos, ações e principalmente sobre aqueles que regem o setor a partir de obsessões pessoais.

10. Jerry Maguire, a Grande Virada

País: EUA

Ano: 1996

Duração: 138 minutos

Direção: Cameron Crowe

Elenco: Renée Zellweger; Tom Cruise; Cuba Gooding Jr.

Um agente esportivo arrogante revê as suas atitudes e relações de trabalho trocando os muitos clientes que ele lidava, e em uma grande empresa do gênero, para cuidar da carreira de um só atleta — e com apenas outra funcionária em sua equipe.

Além da comovente história, esse é um dos mais interessantes filmes sobre relações de trabalho porque investe, desde o início, na mudança de paradigma de que mais é melhor e de que o trabalho genérico e padronizado (sem o toque humano) é de maior valia para o mercado de trabalho.

11. Um Senhor Estagiário

País: EUA

Ano: 2015

Duração: 121 minutos

Direção: Nancy Meyers

Elenco: Robert De Niro; Anne Hathaway; Adam DeVine 

Ainda no campo da ficção e da comédia, especificamente, o filme coloca um veterano (De Niro) em uma posição desconfortável: recomeçar a carreira como estagiário em uma startup de moda.

Interessante a trama, porque lida bem com as diferentes gerações interagindo no ambiente corporativo, mas também porque carrega boas doses de lições sobre liderança, mentoria e a relevância do constante aprendizado (pessoal e profissional).

12. À Procura da Felicidade

País: EUA

Ano: 2006

Duração: 117 minutos

Direção: Gabriele Muccino

Elenco: Will Smith; Thandie Newton; Jaden Smith

Will Smith interpreta um vendedor (história baseada em fatos) que vive uma péssima maré de más notícias. Quando ele enfim consegue uma oportunidade de trabalho, e cuja atividade ele não tem a menor afinidade, novos desafios interpelam o caminho do dedicado profissional à beira da miséria.

Se você procura por uma história inspiradora, que mostra especialmente o árduo caminho para a felicidade, esse é um dos grandes filmes sobre relações de trabalho que foca, primeiramente, em desenvolver as suas próprias habilidades, capacidades e características comportamentais.

13. O Diabo Veste Prada

País: EUA

Ano: 2006

Duração: 117 minutos

Direção: David Frankel

Elenco: Meryl Streep; Anne Hathaway; Emily Blunt

Uma jornalista recém-formada consegue o que, para muitos, é o emprego dos sonhos: uma posição de assistente para a editora-chefe de uma das mais importantes revistas de moda de Nova Iorque. 

Mas o sonho de uns se torna o pesadelo da protagonista, que lida com uma verdadeira tirana, como chefe. Existem diversas lições que podem ser tiradas desse filme, como a conciliação do trabalho e da vida pessoal, as prioridades na vida e também os valores que carregamos como profissionais no ambiente corporativo.

14. Estrelas Além do Tempo

País: EUA

Ano: 2016

Duração: 127 minutos

Direção: Theodore Melfi

Elenco: Taraji P. Henson; Octavia Spencer; Janelle Monáe

Em plena Guerra Fria, nos Estados Unidos, um grupo de funcionárias negras tem que lidar com a segregação racial dentro de uma das mais importantes organizações à época: a NASA, justamente em um contexto de grande agitação para vencer a corrida espacial contra a União Soviética.

Importante filme que reflete sobre a diversidade no ambiente de trabalho, e em uma época em que isso era pouquíssimo levado em consideração.

 

Que tal, agora, você mostrar que sabe bastante de filmes sobre relações de trabalho e combinar sessões de cinema à distância com seus amigos? Para isso, compartilhe este post nas suas redes sociais e aproveite para marcar os amigos que, com certeza, vão adorar a ideia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar