felicidade no trabalho

Felicidade no trabalho: os seus funcionários estão realmente felizes?

Hoje, muito se fala sobre a importância da felicidade no trabalho, mas nem sempre foi assim.

Para as gerações de 30 ou 40 anos atrás, o emprego era apenas um ganha-pão, algo necessário para pagar as contas e ter alguma diversão. No entanto, a chegada dos millennials no mercado mudou essa percepção.

Para os mais jovens, o trabalho é um meio de obter realização pessoal. Há diversas opções de carreira, flexibilidade de horários e uma busca incessante por propósito.

Para ajudar você a compreender o novo cenário, listamos neste artigo as melhores estratégias para aumentar a satisfação dos colaboradores. Confira!

 

O que é felicidade no trabalho?

A felicidade no trabalho ocorre quando o funcionário se sente plenamente satisfeito com tudo o que envolve seu dia a dia na empresa. Para garanti-la, é preciso unir fatores como cultura organizacional atrativa, clima positivo e qualidade de vida, além de oferecer bons salários e benefícios.

Atualmente, as empresas contam com pessoas de diversas gerações em seus ambientes: desde jovens recém-chegados ao mercado até veteranos com muito anos de casa.

A origem e os costumes desses profissionais também são diferentes. Este aspecto é decisivo para a felicidade do trabalho, já que cada indivíduo vai valorizar algo diferente na rotina.

Por isso, é muito importante observar com atenção o perfil de cada funcionário. Assim, será possível entender o que eles esperam para se sentirem felizes e engajados em suas atividades.

 

Como deixar os funcionários mais felizes?

Apesar de cada pessoa ter interesses específicos, algumas estratégias funcionam bem com os colaboradores no geral. Conheça abaixo algumas delas e como aplicá-las na prática.

 

Estabeleça uma cultura atrativa

Investir apenas em salários e benefícios competitivos não é mais suficiente para garantir a felicidade no trabalho.

Todos os detalhes da cultura organizacional são importantes. O profissional precisa se sentir conectado com o propósito da empresa, para ter uma experiência positiva no dia a dia.

Além de ter valores e objetivos bem definidos, a cultura deve ter características alinhadas às práticas mais modernas do mercado de trabalho.

Com o avanço da internet e a possibilidade de home-office, não há mais espaço para ser excessivamente rígido em relação aos horários.

Adotar práticas que permitam o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é essencial para alcançar a satisfação dos colaboradores.

Os funcionários devem ser avaliados pelos resultados que entregam, não pelo tempo que permanecem no escritório. Assim, o foco é voltado para o que realmente importa, e o bem-estar da equipe é mantido sempre em alta.

 

Faça o colaborador se sentir parte do todo

Fazer cada membro do time entender sua importância é fundamental para promover a felicidade no trabalho.

Quando o profissional apenas executa suas tarefas de forma isolada, sem entender o contexto, cedo ou tarde se sente desmotivado e sem perspectiva de crescimento.

O trabalho não pode ser apenas mecânico. É necessário mostrar ao colaborador como ele ajuda no funcionamento da engrenagem, e que sem a participação dele a empresa não anda.

Além de valorizar o profissional, essa atitude aumenta as chances de crescimento dentro da empresa, já que ele ganha compreensão geral sobre tudo o que acontece na organização.

Para fazer isso com eficiência, os canais de comunicação interna devem estar em pleno funcionamento. Toda a equipe precisa ser informada sobre as principais novidades do negócio e saber pelo menos o básico sobre a rotina de cada departamento.

Estimular a participação em decisões também é importante, pois o colaborador percebe que sua opinião é realmente levada em consideração.

 

Promova o bem-estar financeiro

O bem-estar financeiro está diretamente relacionado à felicidade no trabalho.

Dinheiro é uma preocupação frequente para a maioria das pessoas. Se o seu funcionário tiver a vida financeira sob controle, precisará lidar com muito menos problemas no campo pessoal, o que ajuda a melhorar a disposição e satisfação nas tarefas diárias.

Mas como a empresa pode contribuir nesse sentido? Uma solução que vem ganhando espaço atualmente é o pagamento diário. Com essa opção, o colaborador não precisa esperar o fim do mês para pagar um conta que vence hoje, por exemplo. O dinheiro é liberado no sistema ao fim do dia do trabalho, e fica disponível para resgate quando ele precisar.

Esse modelo confere mais liberdade, autonomia e controle sobre as finanças, já que facilita a organização do orçamento pessoal. A iniciativa também permite que o funcionário evite dívidas, juros e outras armadilhas.

Investir em educação financeira também é uma ótima forma de promover o bem-estar financeiro na equipe.

Um workshop com especialistas para ensinar a administrar o orçamento profissional com certeza seria bem-vindo para muitos dos seus colaboradores.

 

Dê feedback

Dar feedbacks transparentes é importantíssimo para estimular a felicidade no trabalho. Assim, a pessoa sabe exatamente onde está acertando, no que está errando e como pode melhorar seu desempenho.

Além disso, as metas estabelecidas ficam claras, bem como o caminho que o colaborador deve seguir para crescer na empresa.

O líder deve sempre procurar entender os problemas e dificuldades do funcionário no dia a dia.

Observe o comportamento, ofereça soluções, conte experiências próprias para incentivar o colaborador. Com um apoio genuíno, a satisfação aumenta, assim como o empenho e motivação da pessoa no dia a dia.

 

Construa um clima positivo

Um clima organizacional positivo é um dos principais alicerces da felicidade no trabalho. Esse aspecto é baseado, principalmente, em valorização e bons relacionamentos.

Pense: do que uma pessoa precisa para se sentir bem em um ambiente? As respostas ajudarão a estabelecer as medidas que você precisará tomar para melhorar o clima.

Um delas é reconhecer resultados publicamente. Dê crédito para as realizações dos colaboradores e faça questão de elogiá-los nos eventos em público da empresa. Dessa forma, as pessoas se sentem valorizadas e estimuladas a fazer sempre mais pela organização.

Bônus e premiações diferenciados também contam muito. Afinal, nada melhor do que receber uma recompensa real por um trabalho bem feito.

Promova também atividades que fortaleçam os vínculos pessoais entre os colegas. Happy hours, almoços em grupo e confraternizações são ótimas oportunidades para as pessoas se reunirem e falarem sobre tudo, menos trabalho. Isso ajuda a manter o clima mais leve na rotina da empresa.

 

Essas foram as nossas dicas para promover a felicidade no trabalho dentro da sua empresa.

Agora, quer colocar o que aprendeu em prática? Observe as necessidades dos seus colaboradores e invista, principalmente, em relacionamento e reconhecimento. Você com certeza conseguirá deixar a sua equipe mais satisfeita no dia a dia.

 

Gostou do artigo? Não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Assim, você recebe diretamente no seu e-mail nossos melhores conteúdos sobre RH e gestão de pessoas!

 

 

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.