Estratégias de retenção de funcionários

Estratégias de retenção de funcionários: como ter as melhores na sua empresa

A ausência de renda, principalmente em classes mais baixas, sempre foi um agravante para que as pessoas permanecessem em seus trabalhos, mesmo que insatisfeitas. Desse modo, as companhias não se preocupavam em criar estratégias de retenção de funcionários. 

Por muito tempo permaneceu forte em nossa consciência coletiva o fato de que empregos são raros e deveriam ser mantidos a todo custo, mesmo que causasse sofrimento nos funcionários.

Nesse contexto, era cena comum que as empresas e os seus gestores se preocupassem pouco com o bem-estar de seus colaboradores, fornecendo a eles pouco além dos salários mensais (em grande parte dos casos, pequenos).

Atualmente, no entanto, esse contexto já se mostra diferente. Cada vez mais as companhias entendem que manter bons funcionários é essencial para o seu crescimento e lucro. Portanto, trabalham de modo a deixar os trabalhadores satisfeitos e sem pensamentos de evasão.

Neste post, vamos entender quais são as melhores estratégias de retenção de funcionários e como uma companhia que investe no desenvolvimento e no conforto de seus colaboradores têm muito mais sucesso. Acompanhe com a gente!

O que é a estratégia de retenção de funcionários?

A estratégia de retenção de funcionários é o conjunto de práticas e políticas que uma empresa exerce ativamente para manter os seus colaboradores em progresso em suas atividades dentro da companhia por mais tempo.

Em outras palavras, se trata de um cuidado com a manutenção da qualidade de vida dos funcionários, objetivando que eles se sintam satisfeitos com a empresa e não pensem em deixá-la.

Nesse cenário, são adotadas as mais diversas táticas, variando desde treinamentos até oferecer as melhores condições de trabalho. 

Para que a estratégia de retenção de funcionários funcione, ela precisa ser exercida em conjunto com todos os setores, da área de Recursos Humanos até os líderes e gestores.

Esses, por sinal, são essenciais para o bom andamento dessa prática, já que possuem contato direto com os funcionários e têm atitudes que influenciam no bem-estar, autoestima e motivação dos colaboradores.

A importância da estratégia de retenção de funcionários

Ter uma boa estratégia de retenção de funcionários evita o que o mercado chama de alta taxa de turnover. O turnover nada mais é do que o fluxo da rotatividade de pessoal. Ter este número claro e controlado é muito importante para medir o sucesso da sua empresa.

Um alto número na taxa de turnover é preocupante, pois significa que os gestores não estão conseguindo manter os profissionais em suas funções por tempo suficiente para que bons resultados sejam alcançados. Isso causa uma perda na produtividade e também gastos com demissões e contratações.

Por isso, é preciso trabalhar ativamente em práticas e políticas que incentivem a participação ativa dos colaboradores nos mais diversos processos da empresa, de ponta a ponta. Fazer com que os colaboradores se sintam parte de algo maior de forma genuína é um diferencial importantíssimo e que impacta diretamente nos resultados.

Dessa forma, é fundamental que o colaborador queira estar onde está. E para que ele queira estar em sua empresa, incentivar o seu desenvolvimento pessoal e profissional é um diferencial importante para ter sempre os talentos de mais alta performance do mercado em seus times.

Contudo, para a empresa se manter competitiva no mercado, ela também precisa estar atenta a possíveis talentos disponíveis que tragam novas ideias para a companhia.

Por isso, uma taxa baixa de turnover pode significar que a empresa não está acompanhando o dinamismo de conhecimento e aptidões apresentado pelos profissionais dentro do mercado de trabalho. Assim, é necessário ter um equilíbrio nessa dinâmica.

Empresas em transformação

É perceptível o quanto a cultura organizacional das empresas tem se transformado em paralelo ao novo cenário digital que vem se formando. 

Assim, empresas engessadas, com gestão hierárquica rígida e processos muito antiquados estão fora de cogitação para os bons – principalmente para os melhores – profissionais do mercado.

Além disso, com tudo mudando tão abruptamente, colabores atualizados, especialistas e com aptidões cada vez mais específicas são muito competidos pelas companhias. Atraí-los e mantê-los entregando o melhor é um grande e justo desafio. Para isso, planejar as melhores estratégias de retenção de funcionários é vital!

>> Você sabia que a fusão de empresas é uma boa maneira de formar companhias ainda mais sólidas e poderosas? Entenda mais em nosso post Fusão de empresas: o que é e como funciona esse processo? <<

Salário é importante, mas não é tudo

Uma coisa é certa: o bom profissional não está buscando apenas o melhor salário, afinal de contas, se ele é mesmo qualificado, conseguirá boas propostas de qualquer maneira. 

Muito além disso, o colaborador dos sonhos também almeja as melhores condições para atuar e para desenvolver as suas habilidades e competências diariamente, além de um bom plano de carreira.

É claro que o incentivo financeiro é muito importante. Porém, com a alta concorrência e a com a dificuldade em encontrar profissionais capacitados, é importante ser uma empresa diferenciada em mais aspectos. 

São estes pontos que vamos analisar a partir de agora. Portanto, para entender como a sua empresa pode oferecer esse suporte e ter os melhores profissionais do mercado atuando a seu favor, continue conosco!

Dez maneiras de garantir os melhores em sua equipe

Para que a melhor estratégia de retenção de funcionários seja aplicada em sua empresa, de forma equilibrada e bem sucedida, vamos entender quais são as 10 melhores maneiras de garantir os melhores profissionais em sua equipe.

1. Recrutamento

Tudo começa pelo recrutamento. Ter a descrição precisa dos cargos e das atividades para cada área da empresa é o primeiro passo. Isso porque, entendendo exatamente qual é o cargo e quais serão as tarefas que deverão ser exercidas, é muito mais ágil a busca pelo profissional adequado e com o perfil procurado pela companhia.

Saber também os melhores meios pelos quais buscar estes profissionais também é importante, já que atualmente contamos com diversas plataformas que se propõem a realizar o match entre as empresas e os profissionais. 

Fugir dos testes genéricos e aplicar avaliações específicas para cada perfil também é essencial. O nível de diferencial da busca determinará o nível de diferencial de profissionais que você terá como opções para contratar.

2. Onboarding 

Entrar na empresa e encontrar um mecanismo pelo qual o novo colaborador já começa a se sentir parte daquele novo ambiente é um grande diferencial. 

O onboarding nada mais é que o processo de boas-vindas bem feito, no qual os conhecimentos, habilidades e comportamentos que estruturam a empresa são passados para os novos colaboradores logo nos primeiros dias.

3. Seja líder, não chefe

Seus funcionários têm chefes ou líderes? Essa resposta determina um diferencial das empresas que querem deter em seus times os melhores profissionais do mercado. 

O chefe é autoritário, o líder é inspirador. Para os novos modelos de trabalho, ser chefe não leva boas equipes a bons resultados. Isso porque inspirar o medo e a cobrança desmedida, prejudica a performance em níveis elevados. 

Ser líder, pelo contrário, inspira confiança e pertencimento. Ser para os colaboradores a imagem do profissional referência, que dá o exemplo e põe a mão na massa com a sua equipe, não só garante a melhor entrega de todos da equipe, mas também desperta o anseio em melhorar cada vez mais.

4. Ambiente

Aqueles espaços frios e separados que conhecemos até então como os escritórios corporativos devem estar fora de cogitação se você quer manter os melhores profissionais em sua empresa. 

Um ambiente aberto, leve e democrático também é um diferencial muito importante e motiva os colaboradores a trocarem conhecimentos e trabalharem por objetivos em comum. 

Estar cercado de colegas de trabalho dos mais diversos cargos e com os mais diversos tipos de comportamentos e habilidades faz com que a sensação de bem-estar e de pertencimento sejam genuínas e, consequentemente, que os resultados sejam diferenciados.

Comumente, atitudes simples e práticas já produzem grandes resultados no bem-estar e acolhimento dos funcionários.

Luz solar, locais claros, presença de plantas e mesas não muito separadas são ótimas dicas. Além disso, ter sempre por perto aquele cafezinho também é bem bacana, influenciando positivamente até na produtividade dos colaboradores.

5. Cursos e treinamentos

Este é um ótimo diferencial e é muito levado em conta pelos profissionais na hora de escolherem para quais empresas vão prestar seus serviços nos próximos anos: o suporte para crescimento profissional. 

Instituições de ensino de nível superior estão, cada vez mais, oferecendo planos promocionais e customizados para as empresas disponibilizarem cursos e treinamentos aos seus colaboradores. 

É essencial ter consciência de que quanto mais suporte você oferece ao seu colaborador, mais vontade ele tem de prestar o seu melhor à sua empresa.

Além disso, vale dizer também que ter um plano de carreira estruturado faz com que os colaboradores trabalhem com mais força de vontade. A perspectiva de crescimento futuro é motivadora e permite um automático aumento no esforço com as atividades diárias.

6. Comunicação interna e feedback

A comunicação interna sempre foi e continua sendo um grande desafio dentro das empresas. É essencial que ela exista e que a persona dos clientes internos (colaboradores) seja definida de forma clara. 

Assim, fica muito mais fácil definir o tom o qual sua empresa estabelecerá um diálogo para passar comunicados importantes aos colaboradores diariamente. 

O feedback, assim como a comunicação interna, também ainda é um desafio enorme para os gestores. 

Porém, para que exista um acompanhamento de evolução de trabalho bem feito, é importantíssimo criar uma cultura na qual o feedback dado aos colaboradores venha tanto de seus líderes, quanto de seus companheiros de trabalho. E com uma frequência bem definida. 

Entender detalhadamente como está sendo sua performance em relação às as entregas e sobre seu relacionamento com o time é essencial para todo profissional se desenvolver e entregar o seu melhor dentro de uma empresa.

7. Plano de carreira

Para cada área da sua empresa tenha estabelecidos quais são os planos de carreira. Mostrar de forma clara e objetiva para o seu colaborador quais são os caminhos que ele percorrerá dentro da sua empresa o motiva e faz toda a diferença para o desenvolvimento da sua empresa. 

É essencial especificar quais são as competências necessárias para alcançar cada evolução dentro do plano de carreira. Desta forma, o colaborador conseguirá enxergar muito bem todo o processo de evolução que a empresa está propondo para ele. 

8. Benefícios atrativos

Assim como o salário, os benefícios também devem ser repensados pela equipe de RH para que os melhores colaboradores permaneçam em sua empresa. 

Para oferecer benefícios atrativos aos seus colaboradores, vai uma dica de ouro: entenda quais experiências eles valorizam. Comer, se exercitar, passear, cuidar dos filhos? Atualmente existem benefícios para tudo isso e muito mais! 

Da mesma forma que o entendimento do seu cliente externo é essencial para os bons resultados da sua empresa, a percepção do seu cliente interno garante sucesso em dobro. 

Por isso, não deixe de oferecer os benefícios mais atrativos e de possibilitar a escolha que faça mais sentido para cada um.

Para isso, nada melhor que pesquisas com os próprios funcionários, de modo a entender seus maiores desejos e vontades. 

Com esse processo, o sentimento de valorização cresce ainda mais, dado ao entendimento de que a companhia está trabalhando para melhorar a satisfação geral de seus contratados.

9. Flexibilidade

A flexibilidade com horários e atividades, assim como a possibilidade de home office algumas vezes por semana fazem toda a diferença. 

É comprovado cientificamente que muitas pessoas têm seus picos de produtividade em horários totalmente fora do que conhecemos hoje como “horário comercial”. Então, por que não deixar seu colaborador trabalhar à noite ou até mesmo muito cedo, sendo que desta forma entregará o melhor? 

O home office também é um costume já incorporado pelas empresas internacionais mais bem sucedidas, como Google e Apple. Evitar tempo em trânsito e ter a possibilidade trabalhar em um ambiente literalmente familiar também é um fator que resulta em entregas muito positivas pelos colaboradores. 

10. Reconhecimento

Por fim, o reconhecimento é uma das atitudes mais valiosas de uma empresa em relação ao seu colaborador. 

Reconhecer que os resultados foram atingidos e o sucesso foi garantido devido ao foco e ao esforço do seu time é essencial para que o mesmo continue motivado e com o sentimento de pertencimento ativo para enfrentar novos desafios.

É importante lembrar que ser reconhecido é diferente de ser valorizado. Reconhecer é deixar claro o entendimento da importância do trabalho do colaborador para a empresa. Valorizar é oferecer benefícios em troca das boas entregas. 

Ambos são essenciais para estimular o interesse dos seus colaboradores em te auxiliarem no crescimento da sua empresa. 

Por isso, dar suporte para o progresso do seu colaborador significa um passo fundamental para o sucesso da sua empresa. Assim, criar boas estratégias de retenção de funcionários é fundamental para qualquer companhia que queira se estabelecer no mercado.

 

Gostou do post? Então, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais para que os seus amigos conheçam 10 maneiras de garantir os melhores profissionais em seus times! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.