estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa

10 estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa e atrair os melhores talentos

Atualmente, um dos maiores desafios dos profissionais de recursos humanos é atrair para a empresa profissionais adequados para as vagas disponíveis. Para isso, são necessárias estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa.

Este cenário que exige estratégias de marketing para divulgar a cultura da fez com que o setor tivesse que se reinventar a fim de recrutar talentos.

Um dos motivos dessa dificuldade é que os candidatos estão mais exigentes quanto aos requisitos que buscam em uma oportunidade. O salário e os benefícios comuns já não são suficientes para conquistar esses profissionais.

Por isso, aqueles anúncios de vagas tradicionais, que parecem copiar o formato de uma receita de bolo, já não são suficientes para conquistar o profissional desejado. É preciso ir além do básico se quer ser competitivo na batalha por talentos.

Diante desta nova realidade e perfil de candidatos, foi necessário o desenvolvimento de estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. O objetivo principal é criar a reputação da companhia para conquistar a atenção dos potenciais talentos.

Por isso, neste texto, vamos abordar alguns aspectos das novas características do candidato e sua jornada ao procurar uma nova oportunidade, além de como aplicar o marketing de recrutamento. O conteúdo abordará os seguintes questionamentos:

  • Qual é o perfil atual dos candidatos?;
  • O que é employer branding?;
  • O que é cultura organizacional?;
  • Qual a importância de utilizar o marketing de recrutamento?;
  • Principais benefícios do employer branding para o recrutamento;
  • 10 estratégias para atrair mais talentos para a empresa;

Ficou curioso? Continue sua leitura…

 Qual é o perfil atual dos candidatos?

Com o advento da internet, a busca pela empresa ideal para se trabalhar mudou completamente a jornada do candidato, que podemos comparar, inclusive, com a jornada do cliente. Hoje, não é apenas um bom salário que atrairá o profissional.

Assim como o consumidor procura mais que um bom preço no produto, analisando a marca como um todo, o candidato quer se identificar com os valores e propósitos da companhia. Para isso, ele faz uma extensa pesquisa, em especial, sobre a reputação da marca.

Existem até aplicativos ou site nos quais os atuais colaboradores ou ex-funcionários fazem avaliação da empresa, para que os candidatos avaliem se vale a pena ou não se candidatar a vagas. 

Isso impactou diretamente na criação de estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. 

O que é employer branding?

Employer branding é uma das estratégias desenvolvidas pelos profissionais de recursos humanos para atrair os candidatos ideais. Consiste em construir a reputação da marca como recrutadora, mesclando técnicas de marketing e recursos humanos.

Em outras palavras, pode ser descrito também como um conjunto de estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa no mercado. 

Além de buscar o profissional ideal para as vagas disponíveis naquele momento, é uma técnica que permite tornar a empresa um local desejado para se trabalhar. Desta forma, organicamente, os candidatos vão se cadastrar no banco de talentos.

Apesar de ser o primeiro passo para ser uma marca na qual os profissionais querem trabalhar, o employer branding não é a única estratégia do marketing de recrutamento ou inbound recruiting. Para isso, são somadas outras técnicas como conceitos de marketing e a aquisição de talentos.

 O que é cultura organizacional?

A cultura organizacional, também conhecida como empresarial ou corporativa, é o que define a maneira como a companhia é vista pelos seus colaboradores e também pelo público externo. 

Essa cultura reúne os valores, hábitos e, especialmente, as atitudes dos integrantes da empresa.

Por exemplo, algumas empresas são conhecidas no mercado por serem liberais, flexíveis quanto a horário, permitindo uma maior interação entre liderança e liderados. Atualmente, este é o formato mais desejado pelos profissionais, que buscam mais autonomia para trabalhar.

Já outras companhias são mais conservadoras, com hierarquia bem definida e horários fixos, por exemplo.  Logo sua cultura organizacional vai atrair, especialmente, candidatos que preferem este tipo de gestão.

Por isso, é essencial que a liderança tenha bem definida suas estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. 

É necessário definir bem qual é a imagem que a empresa pretende passar para os colaboradores e para os potenciais candidatos. Garantindo, assim, que receberá currículos de profissionais que combinem com a cultura organizacional da organização.

Este artigo fala sobre alguns indicadores para mensurar a cultura organizacional da sua companhia, por meio do engajamento dos colaboradores.

Qual a importância de utilizar o marketing de recrutamento?

O marketing de recrutamento tem por objetivo principal atrair a atenção de profissionais desejados, para transformá-los em candidatos. Com estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa é possível ser mais assertivo nas contratações.

Assim, a equipe de recurso humanos conseguirá ter mais sucesso quando precisar de novos profissionais, pois o perfil adequado já está engajado com a marca. 

Muitas vezes, nem será necessário anunciar a nova vaga, pois o banco de talento estará repleto de opções competentes.

Principais benefícios do employer branding no recrutamento

Ao investir no employer branding e outras estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa, os profissionais de recursos humanos e a companhia terão muitas vantagens. Entre elas:

 Aumento da reputação da marca

Assim como no marketing convencional, ao focar no employer branding e no marketing de recrutamento, há um aumento na percepção da marca. 

Pelas estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa, a organização passa as mensagens com as quais deseja impactar o profissional.

Desta maneira, a marca passa a ser percebida no mercado como um bom lugar para se trabalhar. Este ideal hoje é tão comum, que contamos com prêmios como o Great Place to Work, que elenca os melhores lugares para atuar.

Basicamente, pelo employer branding, é possível tornar sua empresa o sonho de consumo dos profissionais de determinado setor. Assim, a companhia sai na frente das concorrências na hora de atrair talentos.

Otimização do tempo

É certo que se você já tem uma estratégia robusta de marketing de recrutamento, a energia gasta para contratar um novo profissional será muito menor. Primeiramente, porque muitos já irão se cadastrar no banco de talentos, mesmo sem saber de vaga existente.

Com isso, é possível, às vezes, pular a etapa do processo seletivo que consiste na divulgação da vaga e a espera pelo envio dos currículos. Um banco de talentos robusto permite que o recrutador já faça uma peneira inicial e selecione os perfis desejados.

Neste processo mais curto, o profissional de recursos humanos pode dedicar suas horas para desenvolver outras atividades, até pensando em ações para os atuais colaboradores.

Redução de custos

O processo seletivo costuma ter custos para a empresa, principalmente, quando é necessário fazer anúncios em diversas plataformas para atrair candidatos. 

Com o employer branding, ao tornar sua marca desejada, aliada a estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa, reduz-se a necessidade de divulgar as vagas.

Assim como no benefício anterior de otimização do tempo, se os candidatos já desejam trabalhar na sua empresa, o recrutador não precisará fazer grandes divulgações. Os interessados acabam demonstrando sua vontade antes mesmo de ser impactado pela vaga.

Hoje, com plataformas como o LinkedIn, potenciais candidatos interagem com a marca, demonstram interesse em fazer parte do time, sendo percebido, de alguma forma, pelos recrutadores. Com isso, os gastos com anúncios de vagas caem significativamente. 

Maior assertividade no perfil desejado

Quando a cultura organizacional da sua empresa é bem clara para o público interno e, por meio do employer branding, para o externo, você alcança o perfil desejado mais facilmente. 

Isso porque um candidato só vai disputar uma vaga se acreditar nos valores e propósitos da marca. 

Ao apostar nas estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa, a consequência é chegar naqueles profissionais que buscam a mesma coisa e que possuem os mesmos ideais. Assim, existe menor risco de contratar um novo colaborador que não tenha o perfil da marca.

Menor taxa de turnover

Não é necessário dizer que se você contrata o profissional certo para as vagas da sua empresa, as chances de perdê-lo para a concorrência ou ainda dele não se adequar são baixas. 

Esse talvez seja o principal benefício de investir em employer branding e nas estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. 

Um dos requisitos que os candidatos atuais pesquisam antes de pleitear uma nova posição no mercado é a taxa de turnover da empresa. Taxas muito altas traduzem insatisfação dos colaboradores com a companhia, fazendo com que os profissionais percam o interesse.

Quais as 10 estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa?

Confira abaixo as 10 melhores estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. 

Defina com clareza sua cultura organizacional

Como falado anteriormente, a imagem que a empresa passa para o público externo é construída especialmente pelos atuais colaboradores da empresa. Essa mensagem, normalmente, passa-se de liderança para o liderado.

Por isso, defina internamente quais comportamentos corporativos a companhia precisa e quer ter, pensando nos profissionais que desejam atrair para fazer parte do quadro de colaboradores. 

Não adianta pensar em um profissional ideal, se a cultura corporativa da empresa e estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa não refletem suas ambições.

Engaje seus colaboradores

O principal propagandista da empresa é o seu colaborador, ou seja, mantê-los motivados e satisfeitos trará uma divulgação “boca a boca” positiva para a marca. Por isso, crie estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa capaz de engajá-los.

Aposte no marketing interno, que consiste em melhorar o ambiente da companhia, gerando conexão entre colaboradores e marca. O endomarketing tem como objetivo final a satisfação do público interno.

Ao melhorar a comunicação interna, ressaltando a cultura organizacional da empresa, que deve ser atrativa para o perfil dos seus colaboradores, o profissional ficará mais satisfeito. A consequência é que o profissional expressará sua satisfação com seus conhecidos.

Em tempos nos quais as redes sociais fazem parte do dia a dia de todos, contar com essa divulgação positiva gratuita, é essencial para a construção do employer branding da companhia.

Utilize definição de persona nas contratações

Antes de iniciar um processo seletivo, utilize a estratégia de definir a persona ideal para determinada vaga. Traduzindo, entenda as motivações e as dores do candidato que pretende alcançar.

Inclusive, cada vaga pode ter uma persona diferente, apesar da cultura organizacional ser a mesma. Isso porque cada setor pode ter particularidades que precisam ser respeitadas, dentro de um comportamento macro de toda a empresa.

Construa uma descrição detalhada de vagas

Com o perfil desejado bem definido, é a hora de criar a descrição da vaga e a principal estratégia neste passo é escrever tudo o que procura em um candidato com detalhes.

Inicialmente, foque em um bom título, que expresse exatamente o que necessita, por exemplo, “Engenheiro Civil”.

Além disso, é prática de mercado trabalhar com níveis de profissionais, destacados como “Júnior”, “Pleno” e “Sênior”. Não deixe de identificar logo no título qual o perfil que está procurando.

Também construa um excelente job description (descrição do trabalho), apontando exatamente o que o profissional precisará fazer em sua nova função. 

É importante ser transparente nesse quesito, pois, se for surpreendido após a contratação, a chance de não reter este talento é grande.

Sabe aquelas vagas que parecem uma receita de bolo? Fuja! Elas são impessoais e passam a impressão de que a marca busca qualquer profissional para preenchê-la. Foque em textos atrativos.

Forneça informações sobre a empresa

Na maioria dos casos, ao se inscrever em um processo seletivo, o candidato já fez sua pesquisa sobre a empresa. Porém, no marketing de recrutamento, é essencial que as informações sobre a marca constem também na descrição da vaga.

Informações sobre o perfil da empresa (como valores e propósitos), quais produtos e serviços a companhia oferece, qual o perfil do cliente são alguns dos itens que podem constar na vaga e que fazem para estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. 

Desta forma, o candidato pode ter a certeza de que está alinhado à cultura organizacional.

Mantenha um site informativo e atraente

Como já falamos por aqui, os profissionais estão cada vez mais antenados e se preocupam em gastar um tempinho pesquisando sobre as possíveis empresas nas quais gostariam de trabalhar. 

Por isso, contar com um site atrativo, com boas informações, pode ser um diferencial dentro das estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. 

Para criar um bom banco de talentos, conte com uma aba no portal sobre “Trabalhe Conosco” ou “Carreiras”. Conte um pouco sobre como funciona os processos seletivos e utilize esse canal para divulgar as vagas abertas.  

Desta forma, o potencial candidato ficará bem informado sobre como buscar uma oportunidade na sua empresa. Essa facilidade permite ainda que o currículo do profissional chegue até o setor de recursos humanos, com o mínimo esforço da equipe recrutadora.

Aposte em benefícios

Cada vez menos os benefícios comuns (bom salário, vale-refeição e vale-transporte) são atrativos para os profissionais. Quanto maior sua capacitação, maior será a exigência quanto às vantagens desejadas.

Em dias nos quais a qualidade de vida tem sido exaltada, benefícios que foquem no bem-estar do colaborador fazem toda a diferença. Aposte em flexibilidade de horário, vale-academia, licença-maternidade e paternidade prolongada, auxílio-creche, por exemplo.

Certifique-se ainda de que estes benefícios diferenciados estejam elencados na descrição da vaga, pois será mais um atrativo para conquistar este talento. Vale lembrar que não é para de desfazer dos benefícios comuns, mas sim agregar alguns novos. 

Campanhas para reforço de imagem

Desenvolver campanhas para reforçar a imagem da companhia é uma das principais estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa e recrutar profissionais. 

Invista em campanhas segmentadas, pensadas e construídas exatamente para o público que deseja atingir. Nos dias atuais, com o advento das redes sociais, é possível inclusive selecionar o perfil de quem irá ser impactado pelos anúncios. 

Essas estratégias de marketing, também chamadas de inbound marketing, precisam entender as motivações dos candidatos na hora de criar as campanhas.

É necessário enxergar a oportunidade com os olhos dos profissionais que podem se interessar por ela. É preciso ter empatia e se colocar no lugar do candidato. 

Criar campanhas pensando apenas no que a empresa necessita nem sempre terá o resultado esperado.

Utilize ferramentas adequadas

Certifique-se de estar utilizando todas as ferramentas que possui à disposição e, melhor ainda, de que está usando corretamente. Alguns exemplos são o e-mail marketing e o social recruiting, que é o recrutamento de profissionais por meio das redes sociais.

Ainda falando desses canais, ter uma boa reputação nas redes sociais faz toda a diferença para atrair a atenção de talentos. 

Mantenha páginas movimentadas, com bom conteúdo, dependendo do seu ramo, um blog também pode ser um diferencial dentro das estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa. .

Invista em estar bem posicionado nas ferramentas de pesquisa, como o Google, por meio do search engine optimization (SEO). Outro caminho é utilizar ferramentas como CRM (para gestão de relacionamento com cliente, no caso, o candidato).

Elaboração de KPIs

Não adianta fazer investimento nas estratégias acima, se você não tiver como mensurar se os resultados estão sendo positivos. Por isso, determine KPIs – Key Performance Indicator – (em português, indicador-chave de desempenho).

É possível criar esses indicadores para questões como: satisfação do colaborador, taxa de turnover, custo por contratação, tempo para recrutamento, entre outros. Certifique-se de revisar estas métricas constantemente e reestruturar as estratégias, se necessário.

Como podemos perceber, as estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa, são muito importantes para atrair, reter talentos e para construir uma equipe competente. Mais que isso, é essencial para que a satisfação dos colaboradores seja alta.

Além de economia de tempo e, muitas vezes, de dinheiro, investir em employer branding e, em estratégias de marketing para divulgar a cultura da empresa, traz um benefício de construção de reputação e valorização da marca imensurável no mercado.

 

Gostou deste conteúdo? Não deixe de seguir nossas páginas nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e receba mais textos como esse.