O que é eSocial? Saiba detalhes e prazos

esocial

eSocial é o sistema criado pelo Governo Federal para ser o registro centralizado das informações de colaboradores de uma empresa. Neste sistema, os empregadores entram com informações e podem gerar uma guia única para recolhimento de tributos e contribuições baseado nas informações prestadas.

A boa notícia é que ele busca substituir os diversos cadastros como CAGED, DIRF, RAIS entre outros e concentrar tudo num só, reduzindo a chance de confusão e facilitando a emissão dessas guias.

Como todo sistema novo sempre traz suas doses de mudanças, este não será diferente: para viabilizar esta centralização, as empresas e seus contadores serão obrigados a reportar dados sobre seus colaboradores numa frequência bem mais alta e de forma mais estruturada. Enquanto microempresas poderão enviar os dados manualmente no site do eSocial, empresas maiores precisarão fazê-lo através de sistemas de gestão de RH compatíveis com este envio.

Veja as três categorias de dados que precisarão ser enviados:

  1. Dados pessoais, trabalhistas e contratuais: nomes, documentos, cargo, funções, horários e outros itens que fazem parte do cadastro principal do colaborador
  2. Eventos trabalhistas: avisos de férias, atestados de saúde, desligamentos e outros eventos relacionados ao decorrer do contrato de trabalho
  3. Folha de pagamento: tudo que foi pago ao colaborador

Você pode ver mais detalhes sobre o eSocial no site oficial, os dados enviados e as vantagens e desvantagens neste link.

Isso forçará muitas empresas a reverem processos internos e organizarem seus dados para que possam se adequar ao novo sistema.

Saiba quando o eSocial será obrigatório na sua empresa, segundo comunicado divulgado esta semana:

  • Para empregadores e contribuintes com faturamento acima de R$ 78 milhões no ano de 2016: a partir de 1º de janeiro de 2018 para a maioria dos dados, 1º de Julho de 2018 para dados referentes à segurança e saúde do trabalhador como atestados e afastamentos
  • Demais empregadores e contribuintes: a partir de 1º de julho de 2018 para a maioria dos dados, 1º de Janeiro de 2019 para dados referentes à segurança e saúde do trabalhador

Você pode começar a implementar desde já, pois em breve o eSocial será obrigatório para todas as empresas e portanto é importante discutir internamente suas implicações em todas as etapas de gestão do seu Departamento Pessoal. Veja aqui os 7 passos para adaptar a sua empresa ao eSocial.

Melhor não deixar para a última hora!

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *