Equipe Multidisciplinar: como estimular a inovação no time

equipe multidisciplinar

Composta por pessoas que acumulam conhecimentos e habilidades em áreas diversas, a equipe multidisciplinar é uma formação capaz de superar as barreiras comuns na organização por departamentos, onde uma disciplina unifica o trabalho de todos os envolvidos.

Os squads são um modelo de referência na construção de equipes multidisciplinares. Times formados com um objetivo claro em mente, squads unem profissionais de várias formações e enfrentam desafios onde uma área de conhecimento sozinha teria dificuldade para agir.

Seu modo de atuação permite descentralizar as decisões na empresa, estimulando uma inovação consistente e capaz de se espalhar pelas diversas áreas de um empreendimento.

Quais são as vantagens de trabalhar com uma equipe multidisciplinar?

O grande ponto forte de uma equipe multidisciplinar é a agilidade na tomada e execução de decisões. Essa velocidade permite um ganho considerável em diversas frentes para as organizações que adotam o modelo:

Maior produtividade e eficiência

A equipe multidisciplinar não precisa esperar que uma informação atravesse a empresa para agir, e pode adaptar-se quase imediatamente a um novo problema ou oportunidade. Isso impede que o time perca horas, ou até mesmo dias, enquanto aguarda que processos se desdobrarem.

Pense em uma equipe de tecnologia responsável por consertar os bugs de um software. No meio do dia a plataforma dá um problema que precisa ser solucionado imediatamente. Dentro do squad, o líder vai designar um responsável para completar tal ação, sem a necessidade de verificar a possibilidade de realocação de um membro do time com o gerente do setor. O squad possui essa autonomia, o que o difere das equipes tradicionais. 

Melhoria Contínua

O trabalho da equipe multidisciplinar não costuma ser pautado por um planejamento de anos, mas por ajustes quase diários em sua atuação, dinâmica que favorece a implementação de métodos como o Kaizen – melhoria contínua de ferramentas, produtos, habilidades e assim por diante.

Inovação

Uma equipe multidisciplinar pode ser o alicerce de uma startup interna, time responsável por gerenciar projetos de inovação e trazer para grandes empresas os benefícios de atuar como uma startup.

Uma startup interna nada mais é do que um squad que atua dentro de uma startup, desenvolvendo de forma independente um produto secundário, que pode vir a se tornar ou não um spin off no futuro. Normalmente eles possuem processos e até orçamentos diferentes para atuar na criação de um produto.

Desenvolvimento dos colaboradores

A proximidade com outras áreas de atuação permite que os colaboradores envolvidos numa equipe multidisciplinar desenvolvam novas habilidades e se tornem profissionais de maior valor para a organização.

Motivação extra

Além de ganhar novos conhecimentos, é comum que os colaboradores sintam-se motivados pelas ideias de autonomia, propósito e desafio constante que uma equipe multidisciplinar oferece.

Como montar e gerenciar uma equipe multidisciplinar?

A construção de equipes multidisciplinares é uma atividade fácil de implementar, mas difícil de exercer com maestria: não basta juntar uma pessoa de cada departamento na mesma sala e esperar que elas façam mágica.

1. Definir um objetivo claro

Desde o primeiro dia, a equipe multidisciplinar deve saber o que se espera dela – desenvolver um produto, melhorar determinado processo, implementar um programa de inovação, e assim por diante.

Esse objetivo deve ser traçado antes mesmo de reunir profissionais para o time, pois ele é quem vai determinar quais habilidades serão necessárias e direcionar a motivação dos envolvidos.

Também é importante haver clareza sobre como o sucesso da equipe multidisciplinar será medido, e a quem o grupo deve responder.

2. Gerenciar habilidades, recursos e profissionais

Com base no objetivo traçado, é o momento de analisar quais habilidades serão necessárias para alcançar o sucesso com a iniciativa. É fundamental levar em consideração tanto as capacidades técnicas quanto sociais – um time de estrelas pode fracassar se não superar conflitos internos ou encontrar falhas na comunicação.

A definição das habilidades e recursos será como a imagem final de um quebra-cabeça, e a partir daí os profissionais selecionados devem ser as peças que irão formá-lo.

Pode ser que a organização não tenha as peças corretas. Nesse caso, as soluções mais comuns são o investimento em treinamentos e a contratação de ajuda externa (consultores, freelancers, agências, etc.) para preencher as lacunas.

Defina também os recursos aos quais a equipe terá acesso – espaço, ferramentas, capital, mentoria e assim por diante. É importante que, ao ser formado, o time saiba com quais cartas poderá jogar.

3. Equilibrar regras e autonomia

Toda equipe multidisciplinar deve ser pautada por um objetivo e prestar relatórios num período de tempo pré-definido (a cada semana ou mês, por exemplo), mas não deve ser micro gerenciada em suas atividades cotidianas.

A premissa por trás de times com essa configuração é permitir que eles tenham autonomia para encontrar os melhores caminhos e lidar com os próprios desafios – se alguém estiver dando ordens sobre cada passo, estará limitando o potencial inovador da equipe.

O mesmo vale para cada profissional que integrar o time – suas responsabilidades dentro do projeto devem ser definidas com clareza no início, e a partir daí é possível oferecer alguma liberdade na tomada de decisões.

4. Estimular a liderança situacional

Conforme o projeto avança, determinado profissional terá maior conhecimento sobre o que precisa ser feito, e é interessante que ele ou ela gerencie a execução dessa etapa.

Tomando o desenvolvimento de um software como exemplo, a liderança pode começar por alguém com habilidades de planejamento, que irá coordenar o início do trabalho.

Em seguida, ela vai para as mãos de um profissional capacitado em programação durante o desenvolvimento, e pode ser assumida por uma especialista em marketing nas etapas em que o público fará testes com o produto.

Leia também: Admissão: o que é e como fazer a ideal para a empresa?

Como as equipes multidisciplinares estimulam a inovação na empresa?

Toda companhia inovadora precisa contar com uma estrutura adequada para atender às demandas impostas pela mudança constante.

Encarar o assunto com uma abordagem estratégica, e não apenas um conjunto de transformações pontuais, é a base da inovação organizacional – quando a empresa disponibiliza a capacitação, tecnologia e cultura necessárias para instigar o intraempreendedorismo em seus colaboradores.

A equipe multidisciplinar é uma peça central nessa reestruturação.

Ela permite que novas hipóteses sejam testadas com rapidez e segurança – as vantagens de cada sucesso podem ser distribuídas por toda a empresa, e quando há uma barreira é possível redirecionar o time sem que a organização sofra um grande impacto.

Além disso, as equipes multidisciplinares são inovadoras por natureza. Cada área envolvida trará uma visão diferente, e o debate entre elas pode gerar novas ideias que talvez não surgissem num ambiente de maior estabilidade.

Sua autonomia também permite que o potencial inovador se espalhe pela organização – ao invés de estar sujeita a um conjunto de executivos, a implementação de novas ideias ocorre de forma rápida em todos os pontos da empresa.

Conclusão

Adotar o modelo de equipe multidisciplinar traz novos desafios e oportunidades. Empresas e times que vencerem as barreiras de comunicação e gerenciamento certamente alcançarão níveis de inovação que não seriam possíveis em grupos tradicionais

A chave para o sucesso está na definição de metas bem definidas e capazes de motivar os envolvidos, fazendo com que cada peça no time dê o seu melhor e possa contribuir para o avanço de toda a equipe.

 

Esse artigo foi escrito em parceria com a AEVO – A maior Plataforma de Gestão da Inovação da América Latina. Gostou do tema? Compartilhe conosco a sua opinião!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar