empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários

Empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários produzem mais

O estresse financeiro pode ser tão prejudicial para o rendimento dos colaboradores da sua organização quanto qualquer outra adversidade pessoal. Isso, porque essas preocupações podem gerar problemas de disposição física e mental e comprometer a qualidade do seu trabalho. Empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários aumentam suas chances de prosperar e manter seus talentos ativos.

Saúde financeira é muito mais do que a possibilidade de esbanjar riquezas materiais; é um status que qualifica a prática inteligente de gestão monetária, que visa a conquista de metas a curto, médio e longo prazo.

Os empregadores devem oferecer benefícios, cada vez mais, diferenciados como esse, para manter o bem-estar no local empresarial e assegurar a produtividade da força de trabalho. Outro diferencial de educação financeira que merece a sua atenção é o pagamento sob demanda. Se quiser saber mais, recomendamos a leitura de “Como Xerpay melhora a motivação dos funcionários

Agora, para que a sua empresa possa oferecer esse cuidado, preservar a qualidade operacional e garantir resultados positivos, preparamos este post com informações essenciais. Acompanhe e entenda porque empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários rendem muito mais. Boa leitura!

Por que investir na saúde financeira dos colaboradores?

Em uma sociedade voltada para o consumo como é o Brasil, as chances de endividamento são consideráveis. Por essa razão, a educação financeira pessoal é tão importante.

Muitas dessas situações de dívidas podem fugir do controle, causar estresse excessivo e preocupações severas; consequentemente, podem gerar distrações que comprometem a produtividade de qualquer indivíduo no ambiente de trabalho.

Questões financeiras mal administradas podem desviar o foco, provocar faltas inesperadas, gerar instabilidade emocional, e até motivar problemas mais sérios como a ansiedade e depressão. Por isso, é um assunto que as lideranças organizacionais devem se atentar.

Empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários rendem mais por uma lógica simples: trabalhador despreocupado e satisfeito com a sua situação financeira produz mais e melhor. A educação financeira pessoal é um benefício que as maiores organizações do mundo já vêm oferecendo como diferencial.

Como a educação financeira pode ser um diferencial?

Muitos dos benefícios tradicionais do trabalhador registrado em carteira no país estão se transformando, tal como está a aposentadoria. Por isso, vantagens financeiras que  costumavam ser garantias com o emprego deixam de ser critério decisivo para se manter ou não em uma organização.

A responsabilidade de financiar a própria aposentadoria ou gerenciar uma poupança para situações emergenciais como o desemprego passam a ser do funcionário, trazendo às empresas a oportunidade de oferecer conhecimento financeiro como fator diferencial para atrair e reter talentos.

Por meio de práticas diversas, que vamos abordar mais adiante, as empresas estendem soluções mutuamente benéficas, já que a empresa ganha com o rendimento da sua força de trabalho e o funcionário ganha com o know-how em saúde financeira.

Além disso, empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários ganham vantagem competitiva no mercado pela preferência dos candidatos e pela qualidade operacional.

Quais medidas podem ser adotadas para melhorar a saúde financeira?

Confira a seguir as principais medidas oferecidas por empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários.

 

Palestras

Uma das prática mais populares é a realização de palestras. Assim como outros diversos assuntos de importância universal, a questão da saúde financeira pode ser introduzida por meio de uma apresentação oficial. 

Muitas pessoas ainda desconhecem o assunto, por isso a palestra pode ser uma medida interessante. Ainda mais em empresas de porte maior, já que o volume de colaboradores é superior e uma apresentação coletiva otimizaria o tempo de explicação. 

 

Coaching

Outra medida oferecida por empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários é o coaching. Ter um mentor especialista em educação financeira disponível é uma forma da empresa conduzir uma melhora nos problemas individuais de cada colaborador, de forma ativa e prática.

A figura de um incentivador serve como um estímulo para que os colaboradores aprendam a solucionar suas pendências financeiras e dificuldades administrativas como uma meta pessoal.

 

Workshops

Os workshops são opções para uma educação mais prática. Por meio de atividades coletivas, em que uma situação genérica tenha que ser sanada, os colaboradores são estimulados a pensar em uma solução real, rápida e permanente.

Desta forma, futuramente, as próprias questões pessoais podem ser projetadas como essa atividade, incitando o funcionário a solucioná-las.

 

Programa de atendimento confidencial por telefone

Esta é uma das medidas mais populares entre as empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários. A confidencialidade oferece segurança a intimidade do colaborador, por isso é um fator atrativo. E a facilidade do diálogo via telefone o estimula a buscar ajuda.

Empresas como a HP Brasil já adotam essa medida desde 2010. O programa oferece orientação financeira para situações de dívidas, planejamentos para o futuro, visitas presenciais, consultas para investimentos e aplicações, dentre outros. Os funcionários ganham todo suporte financeiro com segurança, privacidade e qualidade.

 

Aplicativos de controle financeiro

Com a tecnologia a favor do crescimento organizacional, muitas empresas já adotam aplicativos de controle financeiro. Tais ferramentas trazem diversas funcionalidades que educam o usuário a desenvolver um planejamento para o uso do seu capital, economia de recursos, análises de mercado, dentre outros.

Indicar aplicativos ou desenvolver opções próprias é uma forma de estimular esse conhecimento e afirmar seu posicionamento como uma empresa que cuida da saúde financeira dos funcionários.

 

Aplicativos de salário sob demanda

Outra empresa que adota uma medida diferencial no país é a Xerpa. A empresa disponibiliza para todos os colaboradores um aplicativo de salário sob demanda, o Xerpay.

Essa ferramenta permite que o usuário saque parte do salário conforme trabalhado ou demanda individual. Além de facilitar a administração das contas do dia a dia, ensina o colaborador a controlar o seu capital em um intervalo de tempo determinado.

 

Programas de educação

Outra medida de empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários é a adoção de programas de educação. Empresas como a Siemens do Brasil já oferecem programas especiais de educação. No caso, eles possuem um programa voltado para a preparação do pós-carreira, por isso atendem colaboradores com mais de 53 anos. 

Assim, a empresa educa esses profissionais sobre a importância de um planejamento financeiro e os ajudam a criar essa bagagem para o futuro.

Diversas são as medidas adotadas por empresas que cuidam da saúde financeira dos funcionários. A expectativa é que os colaboradores fiquem mais ativos, felizes e, consequentemente, produtivos. 

 

Por isso, as organizações devem ficar de olho e adotar a opção mais eficiente para a realidade da sua força de trabalho, e assim, oferecer condições para melhorar as demandas financeiras pessoais e profissionais.  

Gostou? Quer saber mais sobre o assunto? Então, confira essa matéria especial sobre educação financeira.

 

 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.