Inscreva-se

Educação corporativa: o que é e como aplicar na empresa?
Cultura da Empresa

Educação corporativa: o que é e como aplicar na empresa?

A educação corporativa é o conjunto de estratégias que tem como objetivo desenvolver as habilidades dos colaboradores para que eles possam produzir mais resultados.

Neste artigo falaremos sobre a importância da educação corporativa na capacitação e formação dos profissionais. Daremos dicas sobre como implantar esse processo e apresentaremos algumas ferramentas que podem contribuir para preparar cursos, treinamentos e capacitações.

A importância da Educação Corporativa nas empresas

A educação corporativa é o conjunto de estratégias para desenvolver as competências individuais dos colaboradores e consequentemente alcançar melhores resultados.

Para aumentar a competitividade no mercado, as empresas buscam capacitar seus colaboradores com formações e treinamentos. Essas ações buscam otimizar o tempo de execução de tarefas e, consequentemente, trazem mais chance de de atingir as metas.

Com isso, as empresas atualmente, diante da educação corporativa, vem adotando uma nova realidade de mercado. Elas passaram a reconhecer que não são detentoras de 100% do conhecimento e estão valorizando mais seus colaboradores.

Afinal, elas dependem completamente da atuação de cada profissional para atingir suas metas. Quando um colaborador evolui e prospera profissionalmente, a empresa tende a crescer com ele, devido as suas tarefas serem mais bem executadas.

Uma boa gestão de educação corporativa, quando aplicada a realidade da empresa, pode  oferecer maiores possibilidades em execução de tarefas e entendimento das equipes. Profissionais capacitados funcionam melhor e se veem mais dispostos diante dos desafios.

Mas como alcançar isso se eles não estiverem bem preparados para enfrentar os desafios? Abaixo selecionamos algumas dicas para você implementar da forma correta a educação corporativa na sua empresa.

Escolha o melhor caminho

Definir um plano estratégico é o melhor caminho para escolher as ferramentas certas na aplicação da educação corporativa. Conseguir identificar as necessidades da sua empresa é o primeiro passo.

A partir daí, é possível definir o quanto a empresa tem para investir, em que áreas, qual ferramenta utilizar e etc.

Em um mercado que oferece inúmeras possibilidades em formações, é possível optar não só por capacitações presenciais, mas também por educação a distância.

Esses cursos a distância dão maior flexibilidade de horários, além de um excelente custo-benefício para a empresa.     

Defina o tempo de formação

Na educação corporativa o tempo das capacitações é muito importante. Quando sua estratégia está bem construída, o tempo tende a ser mais assertivo para não desgastar o colaborador ao longo do curso.

O dinamismo pode ajudar a engajar mais os profissionais a absorverem todo o conteúdo que lhes será passado.

Quando possível inclua também um coaching nesse processo. Ele poderá ajudar seu colaborador a alinhar suas metas profissionais com as capacitações oferecidas.

Aproveite a tecnologia à disposição

Colocar a tecnologia como uma das prioridades é um grande passo para montar uma educação corporativa de sucesso.

Quando a sua empresa está aberta para experimentar todos os meios eletrônicos a chance de crescimento no mercado é maior.

Inúmeras ferramentas oferecem maior facilidade para o colaborador, e consequentemente sua empresa cria uma cultura digital dentro de um mercado que se atualiza diariamente.

Uma cultura digital bem implantada pode facilitar a educação corporativa, oferecendo mais oportunidades e ferramentas para capacitar seus colaboradores. O fluxo de trabalho se torna mais ágil e é possível oferecer mais oportunidades aos seus profissionais.

Motive e retenha os talentos

A educação corporativa também possui o poder de motivar colaboradores e reter talentos.

Quando o RH e os gestores se alinham para criar um planejamento de carreira para seus profissionais, conseguem demonstrar a importância deles para a empresa.

Assim, os colaboradores se sentem valorizados e importantes nas metas e objetivos da empresa. Quando um profissional se sente como peça fundamental ele trabalha mais motivado e disposto.

Para você se aprofundar e entender mais sobre a Retenção de Talentos, recomendamos que você baixe esse eBook gratuito. É só você responder o formulário e irá recebê-lo 😉


Aplicando a educação corporativa

Entender as reais necessidades da equipe e quais os profissionais que mais podem crescer e precisam de qualificação, exige um trabalho em conjunto. Portanto, o RH precisa sempre estar muito bem alinhado aos gestores para atender as necessidades da empresa.

Mapear o trabalho da sua equipe pode contribuir de forma efetiva para construir uma educação corporativa mais assertiva e decisiva.

Qual modelo escolher

A educação corporativa se encaixa em três sistemas que podem que podem funcionar sozinhos ou em conjunto. São eles abaixo:

    • Cursos à distância (EaD);
    • Cursos presenciais;
  • Misto (EaD e cursos presenciais).

Cursos a distância

Esse tipo de modelo se tornou comum nas empresas e passou a ganhar peso na educação corporativa por capacitar muitos profissionais de forma rápida e eficaz.

O EaD corporativo trouxe inúmeros benefícios como flexibilidade de tempo e personalização de conteúdos.

Nesse sistema de estudo a distância a empresa não precisa abrir mão dos colaboradores e pode conciliar datas e horários para que não precise liberar toda a equipe ao mesmo tempo.

Além disso, pode formar no mesmo curso vários colaboradores sem gastar com deslocamentos, se sua empresa tiver funcionários espalhados pelo país.

Cursos presenciais

Esse modelo é o mais tradicional e ainda é bastante utilizado. Com a evolução diária da tecnologia, as capacitações de EaD vêm tomando espaço como uma opção mais vantajosa, devido aos seus inúmeros opcionais.

Mas ainda existem algumas vantagens para quem adota os cursos presenciais dentro do seu sistema de educação corporativa. Abaixo listamos alguns desses benefícios:

    • Oportunidade de criar novas experiências (amizades, oportunidades de negócios) que podem oferecer benefícios pessoais e profissionais;
    • A facilidade do contato direto com o ministrante do curso pode contribuir com seu aprendizado, já que fica mais fácil tirar dúvidas e fazer questionamentos;
    • Grupos de estudos e o debate entre os alunos pode enriquecer o seu conhecimento e ajudá-lo a se desenvolver profissionalmente;
    • O ensino presencial é uma excelente opção para quem não consegue se organizar sozinho ou sofre com a disciplina. O resultado para essas pessoas é mais satisfatório quando se está frente a frente com o professor e ao lado de outros alunos;
  • A adaptação ao curso presencial tende a ser mais fácil, já que passamos boa parte da nossa vida dentro de uma sala de aula, cursando ensino fundamental, médio e faculdade.

O maior ponto fraco para quem adota as capacitações presenciais na educação corporativa é a falta de flexibilidade. Esses cursos normalmente não possuem horários ajustáveis para cada perfil e todos precisam se adaptar aos horários.

O ritmo das aulas segue o mesmo padrão, nem sempre se importando com o tempo de aprendizado de cada um. Além disso, as mensalidades tendem a ser mais caras.

Misto (EaD e cursos presenciais)

Uma educação corporativa híbrida, essa é realidade adotada dentro das empresas que optam pelo modelo misto com EaD e cursos presenciais. Esse sistema funciona com treinamentos mesclados com aulas que não são nem 100% presenciais, nem 100% Ead.

Esse modelo tem como objetivo aliar a flexibilidade com maior preparo dos alunos nos momentos em que estarão diante dos professores.

Com o período de EaD o colaborador tem mais tempo para se dedicar aos estudos. Assim eles pode chegar mais preparados para as aulas presenciais, inclusive tendo mais tempo para tirar dúvidas específicas.

Esse sistema tenta aliar as vantagens do ensino a distância com o tradicionalismo das “salas de aula” para trocar experiências.

Ferramentas disponíveis no mercado

Com a evolução das tecnologias a educação corporativa passou a se tornar cada vez mais inovadora. Quando um gestor constrói um plano para a evolução profissional de seu colaborador ele se vê diante de inúmeras opções que podem contribuir com esse caminho.

Selecionamos algumas ferramentas que vem sendo bastante utilizadas dentro dos modelos de educação corporativa e nas capacitações que englobam esse processo.

    • Mobile Learning;
    • Vídeos;
    • Big data;
  • Realidade virtual.

Mobile Learning

O mobile learning é uma excelente opção para quem busca oferecer maior flexibilidade ao aplicar o sistema de educação corporativa na empresa.

Essa ferramenta permite que a empresa disponibilize os treinamentos online para que os colaboradores acessem via celular ou tablet. Assim eles têm mais liberdade para reverem o conteúdo quando puderem e de onde quiserem, sejam vídeos, apresentações ou textos.

Vídeos

Em um cenário onde o EaD se tornou uma opção para capacitar seus colaboradores, o uso de vídeos se tornou uma prática muito comum. Essa tecnologia se encaixa bem à educação corporativa, pois oferece um dinamismo maior nas formações.

Além de ter um custo mais baixo do que outras tecnologias, os vídeos podem ser assistidos por inúmeros profissionais e quantas vezes eles acharem necessário. Além disso, possibilita ao colaborador a oportunidade de assistir no melhor horário para ele.

Big Data

Um conjunto de dados que pode contribuir com eficiência operacional, redução de custos e de riscos. Esse é o chamado big data. Na educação corporativa ter em mãos uma análise completa dos seus colaboradores é ser assertivo no momento de definir um treinamento.

Nas soluções de big data é possível avaliar “um grande volume de dados não-estruturados”. Ou seja, não há uma relação entre eles. Ele pode avaliar e cruzar dados de comportamento, posts em redes sociais, vídeos e etc.

Realidade virtual

Muito além da teoria, a realidade virtual entrou na educação corporativa como uma maneira de colocar o colaborador diante de situações “reais” para executar seu aprendizado.

Com um ambiente virtual a disposição, a empresa pode colocar o colaborador em uma realidade que pode simular algumas situações do seu dia a dia de trabalho. Com essa ferramenta a empresa pode explorar a criatividade e disposição do colaborador a inovação.

Investindo em educação corporativa

Investir em educação corporativa vai muito além do que simplesmente gastar dinheiro com seus colaboradores. O maior bem da sua empresa é seu funcionário, se você ainda não pensa dessa forma, é melhor reavaliar seus planos e metas.

O objetivo principal da educação corporativa é capacitar e desenvolver as habilidades dos seus profissionais para que eles estejam preparados para os desafios do mercado.

Sendo assim, quando você está investimento em uma capacitação de um colaborador, você está investindo não só nele, mas está pensando no futuro da sua empresa. Profissionais que se sentem valorizados rendem mais para alcançar os resultados.

As empresas vêm se apoiando em inúmeras ferramentas para sempre se colocar um passo à frente das outras no mercado. Aquelas que adotam a educação corporativa como ponto essencial de evolução, sempre apostando em inovação, vem se destacando.

Quer saber mais sobre capacitação dos colaboradores? Leia nosso artigo “Como colocar em prática um treinamento corporativo eficiente?

Related posts

Deixe uma resposta

Required fields are marked *