Dá para economizar sem perder a qualidade de vida?

economizar sem perder qualidade de vida

67% dos brasileiros não consegue economizar dinheiro, segundo pesquisa da CNDL/SPC Brasil. Muitas dessas pessoas acreditam que não é possível economizar sem perder a qualidade de vida e que para isso é necessário mudar drasticamente seu estilo de vida. 

Porém, é possível fazer algumas modificações simples na rotina, cortando gastos não-essenciais, e ter um grande impacto na saúde financeira. Isso quer dizer que é possível sim economizar sem perder a qualidade de vida. 

Afinal, qualidade de vida não tem nada a ver com gastar rios de dinheiro todos os meses. O segredo é conseguir equilibrar as finanças, evitar dívidas e definir as prioridades e o que te faz feliz de verdade. 

Fugir do estresse financeiro é o que de fato pode fazer com que a qualidade de vida seja priorizada. Mas você deve estar pensando: se isso é verdade mesmo, de que forma eu posso economizar sem perder a qualidade de vida? 

Neste artigo vamos mostrar como você pode fazer escolhas mais inteligentes para manter sua saúde financeira em dia sem ter que abrir mão da sua qualidade de vida. 

Quer saber como? Siga em frente neste artigo e boa leitura. 

Como está a saúde financeira do brasileiro?

49% dos brasileiros afirmaram no início do ano que desejavam guardar dinheiro em 2020 mostrou um estudo da CNDL/SPC Brasil. Contudo, mais da metade deles (65%) acreditava ser inviável melhorar sua saúde financeira.  

Uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio (CNC) revelou que 67% das famílias no país possuem algum tipo de dívida, seja com crediários, cartões de crédito, bancos e etc. A inadimplência ultrapassou os 25%.  

Neste cenário a qualidade de vida é completamente afetada, e 8 em cada 10 pessoas tiveram impactos negativos na sua vida emocional, indicou uma outra pesquisa da CNDL/SPC Brasil

A grande questão nesse caso é que muitos dos brasileiros, que possuem algum tipo de renda, acreditam não ser possível economizar sem perder a qualidade de vida. 

No entanto, o segredo dos bons poupadores não está num sacrifício que vai lhe deixar triste, mas sim num planejamento e organização capaz de fazer escolhas financeiras mais inteligentes. 

Realizar essas escolhas, de forma pensada, e fazer substituições estratégicas podem mudar sua vida financeira

Como economizar?

Economizar sem perder a qualidade de vida é possível e depende muito do autoconhecimento. É essencial para quem deseja manter as economias em dia sem ter que mudar drasticamente sua rotina: 

  • Se autoconhecer;
  • Estabelecer prioridades;
  • Manter o equilíbrio de acordo com o padrão de vida que se tem;
  • Evitar dívidas e gastos excessivos;
  • Identificar o próprio estilo de vida para conseguir cortar gastos
  • Reconhecer o que de fato te faz feliz.

Dicas para economizar sem perder a qualidade de vida

Um ponto importante para quem deseja economizar sem perder a qualidade de vida é fazer escolhas financeiras mais inteligentes. Isso requer ter um controle maior sobre o dinheiro. 

É aquela velha história de que você deve dominar o dinheiro e não ele dominar você. Para que assim, você consiga economizar sem perder a qualidade de vida. Abaixo separamos algumas dicas para você seguir. 

Acompanhe os gastos 

No Brasil, segundo o SPC Brasil e CNDL, a cada dez pessoas oito dizem não ter controle sobre o gastos. Essa falta de conhecimento das despesas, de forma recorrente, influencia diretamente na qualidade de vida. 

Isso porque quando se mantém um descontrole financeiro se torna impossível poupar corretamente e manter uma qualidade de vida. Sem controle do dinheiro as decisões financeiras passam a ser equivocadas e é normal que falte dinheiro no final do mês. 

Por isso, para economizar sem perder a qualidade de vida é primordial ter controle sobre os gastos. Montar uma planilha mensal com despesas fixas e variáveis pode ajudar a visualizar sua realidade. 

Corte gastos 

Cortar despesas é um dos primeiros passos para quem deseja economizar sem perder a qualidade de vida. E quando se fala de cortar despesas não estamos focando em coisas que realmente você utiliza, mas naquilo que não te faria falta caso você cortasse. 

Por exemplo, você tem um plano de celular de 100gb e paga R$ 300,00 sendo que utiliza apenas 50gb por mês. Não seria melhor pagar pelos 50gb num valor de R$ 150,00? 

Nesse exemplo podemos ver que em apenas uma despesas já cortamos o gasto pela metade e com certeza existem outros custos do seu mês que podem sofrer o corte como esse do plano de celular. Como assinaturas de TV, streaming, internet e outros. 

É necessário, num plano de  economizar sem perder a qualidade de vida, considerar todo tipo de gasto, por menor que ele seja. Pois só assim, você conseguirá eliminar despesas menores para colher frutos no fim do mês. 

Até porque com pequenos cortes a economia final pode ser grande. 

Se prepare para as compras 

Uma pesquisa da Neon Pagamentos mostrou que o supermercado ficou em primeiro lugar no quesito gastos dos consumidores. Supermercado por ser um gasto recorrente na vida das pessoas é um Deus nos acuda se não houver planejamento. 

É impossível não comprar algo a mais caso você não saiba exatamente o que precisa nas suas idas ao supermercado. Até por isso se preparar para as compras está intimamente ligado a economizar sem perder a qualidade de vida. 

Faça uma listinha para evitar gastos extras, pois, isso evita compras por impulso. E tem outra dica, sabe aquela bolachinha ou aquele produto de limpeza que você compra? Tente encontrar uma marca mais em conta. 

Qualquer economia vai te ajudar a poupar dinheiro e no caso planejar-se para a compra com antecedência e optar por produtos de marcas mais baratas não vai fazer com que você mude drasticamente seu estilo de vida. 

Planeje seus gastos com alimentação 

Do total dos gastos com alimentação dos brasileiros 32,8% deles são feitos da rua, de acordo com o IBGE. Isso corresponde a R$ 215,96 mensais. Abrir mão desse tipo de hábito, que é o de comer fora, não é fácil, mas é possível fazê-lo com responsabilidade. 

Por que não mudar sua rotina e ao invés de comer fora todos os dias, levar marmita quando possível? Ou quem sabe trocar aquela saída para um restaurante por uma noite em casa com uma pizza com amigos e valor dividido? 

Uma possibilidade também é planejar suas finanças e reservar parte do seu orçamento para gastar ao longo do mês com essa alimentação extra. sem se exceder. Viu só como é possível, no caso da alimentação,  economizar sem perder a qualidade de vida? 

Você não precisa desistir desse gasto, basta apenas controlá-lo e mudar sua rotina fazendo escolha mais inteligentes, como a noite da pizza que citamos. 

Mude seu estilo de vida

Mudar o estilo de vida, mas não só isso, conhecer sua condição econômica faz parte do processo de economizar sem perder a qualidade de vida. 

Ninguém que gaste acima dos limites do que ganha vai manter a qualidade de vida. Vamos supor que você ganhe 2 mil reais, mas gaste R$ 4 mil todo mês, com certeza vai viver o tempo todo preocupado e estressado para pagar as contas. 

Isso quer dizer que a realidade que você quer viver não condiz com sua situação econômica. Para poupar dinheiro com qualidade é necessário avaliar seu nível de vida atual e tentar encaixá-lo dentro das suas possibilidades. 

Qualidade de vida não significa ter muito ou pouco dinheiro, ou viver um estilo de vida mais rico ou comedido, mas sim conseguir planejar seus gastos para viver bem sem ultrapassar seu orçamento. 

Reveja seu estilo de vida, avalie se ele condiz com sua realidade financeira, para então conseguir economizar sem perder a qualidade de vida. 

Organize suas férias 

Os brasileiros gastam em média R$ 2.005 numa viagem. 37% não compra passagens com antecedência e 51% não realizam a reserva de estadia previamente, indicou um levantamento da Ferratum, empresa líder em serviços financeiros. 

Viajar sem dúvida pode ser um grande componente para quem deseja esfriar a cabeça e manter a qualidade de vida em dia. No entanto, quem não se planeja acaba gastando mais e transforma a viagem num problema futuro dentro do orçamento. 

Se você deseja viajar nas suas próximas férias comece a se planejar antes. Até mesmo numa viagem é possível economizar sem perder a qualidade de vida. 

Se o seu orçamento não cabe num hotel cinco estrelas isso não quer dizer que você não vai se divertir se pegar um de duas estrelas. 

Caso você queira economizar sem perder a qualidade de vida numa viagem procure o período mais barato, aquela passagem em promoção ou uma estadia mais em conta, fazendo assim uma escolha financeira ou substituição mais inteligente para economizar. 

Para poupar não necessariamente você precisa desistir de viajar, mas deve organizar-se de forma correta. Uma vez que, viajar é como poupar e requer planejamento. 

Pesquise antes de comprar

Pesquise antes de comprar, essa deveria ser uma regra para quem quer economizar sem perder a qualidade de vida. 

Atualmente existem diversos sites e aplicativos que oferecem cupons e fazem comparativos de preços de produtos que podem ajudar numa avaliação prévia. 

Comprar sem pesquisar é um erro que pode lhe custar um bom dinheiro. Sabe aquele produto que custa R$ 2 mil na loja que você costuma comprar, então, ele pode estar custando R$ 1.500,00 em outra loja, que é tão confiável quanto a sua preferida. 

Não à toa, 49% dos brasileiros apontam o menor preço como o principal fator para escolher uma compra, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). E quem faz isso de fato está no caminho certo para conseguir poupar sem perder a qualidade de vida. 

Esse tipo de pesquisa prévia vale tanto para comprar itens de alto valor, como para pagar menos em um jantar, um almoço, uma atividade de lazer, entre outros.  

Economize e mantenha a qualidade de vida

Ao longo deste artigo tentamos bater na tecla de que é possível economizar sem perder a qualidade de vida. Mostramos que pequenas atitudes podem ter um grande impacto na saúde financeira.  

Mudanças simples na rotina, como corte de gastos, definição do estilo de vida, economia com alimentação e planejamento das férias podem ajudar neste sentido. 

Cada escolha estratégica financeira pode pesar lá na frente, para que você evite dívidas e mantenha a qualidade de vida. Já que dificuldades financeiras podem causar inúmeros problemas de saúde e comprometer a sua saúde. 

Pesquisadores da Universidades do Arizona (University of Arizona) e Virginia (Virginia Tech University) revelaram que mais 82% das pessoas que tinham uma situação financeira ruim sofriam de algum problema de saúde, como estresse, ansiedade, depressão e outros. 

Já falamos sobre o tema no artigo “Saúde financeira x saúde física: quais os impactos dessa relação?”, leia esse artigo clicando aqui.

Mostramos também que é possível viver bem, levando uma vida de qualidade sem precisar abdicar de coisas que fazem você feliz. 

O segredo é se planejar, fazer escolhas estratégicas, mudar os hábitos e ser feliz sem gastar rios de dinheiro de forma irresponsável. E você, gostou do nosso artigo? Aprendeu como economizar sem perder a qualidade de vida? 

 

Siga a Xerpa nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e LinkedIn e fique por dentro de mais conteúdos como esse. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira outros artigos que você pode se interessar