Diversidade nas empresas: confira algumas dicas para inseri-la no seu ambiente de trabalho

A diversidade, certamente, é um dos temas mais discutidos nos últimos tempos, seja nas redes sociais, no mercado publicitário e até mesmo na política nacional e internacional. É claro que, no ambiente de trabalho, essa realidade não seria diferente.

Mas tratar da diversidade nas empresas ainda é algo que causa dúvidas e inseguranças não só nos gestores de RH, mas no time como um todo. Apesar de já haver no Brasil há mais de 25 anos uma lei que determina a inclusão de pessoas com necessidades especiais nas organizações, pouco se discute sobre o assunto.

Além disso, há outros perfis de pessoas com grande potencial para agregar valor às empresas que perdem oportunidades de trabalho por não se adequarem a um determinado padrão.

Mas quais são esses perfis e como a sua empresa pode ajudar abrir as portas do mercado para a diversidade? É sobre isso que vamos falar no post de hoje. Acompanhe:

 

Afinal, o que é essa tal diversidade?

A diversidade é uma qualidade universal: está na natureza e suas variedades de espécies e elementos, nas sociedades e sua multiplicidade de valores, culturas etc. São essas diferenças que fazem do mundo em que vivemos um lugar tão rico.

No contexto do mercado de trabalho, isso não é diferente: são as particularidades, vivências e experiências diferentes que fazem com que cada colaborador dê o seu melhor e contribua para o sucesso de um negócio.

A Lei Nº 8.213, de 24 de julho de 1991, conhecida como a Lei de Cotas, determina que as empresas com mais de 100 funcionários tenham em seu quadro de profissionais um determinado percentual de pessoas com deficiência física ou mental, que varia de 2 a 5% de acordo com o total de colaboradores.

Mas há diversos outros perfis de profissionais que se encaixam no contexto da diversidade, como idosos, negros, mulheres, refugiados, pessoas em situação de fragilidade social, ex-presidiários, homossexuais e transexuais, por exemplo.

Nesses casos, não há obrigatoriedade legal para a contratação, mas é papel das empresas que se comprometem com a igualdade social garantir o espaço dessas pessoas no mercado de trabalho.

Como trazer a diversidade para a realidade da minha empresa?

 

Dentro do contexto atual, trabalhar a inclusão nas empresas já não é mais uma opção, mas uma necessidade real. Para que você comece a implementá-la agora mesmo, separamos algumas dicas essenciais. Veja:

 

1. Construa uma cultura baseada na diversidade

O primeiro passo para implementar medidas que favoreçam a diversidade em sua equipe é criar valores condizentes com a nova cultura. O respeito ao próximo e a colaboração, além do tratamento igualitário e inclusivo, devem estar explícitos no código de conduta e precisam ser reforçados constantemente.

Grandes empresas mundiais já selaram seu compromisso com a diversidade. É o caso da Microsoft, por exemplo, que fomenta a inclusão em sua cultura há mais de 20 anos por meio de programas de incentivo à contratação e desenvolvimento pessoal e profissional de seus colaboradores.

 

2. Analise o perfil da sua equipe

Outra medida importante para o bom andamento do projeto é fazer uma análise realista e detalhada de todo o time atual, especialmente sob o ponto de vista comportamental. Verifique se há ou já houve comportamentos discriminatórios ou colaboradores que possam apresentar resistência às novas condutas da empresa.

Faça um levantamento de dados e um diagnóstico de quão diversificada é a equipe. Você pode até mesmo conversar diretamente com os colaboradores que se encaixam nesse perfil para descobrir como eles se sentem no ambiente de trabalho e o que acham que poderia ser feito para melhorá-lo sob o ponto de vista da inclusão e integração da equipe.

 

3. Prepare seu time para a nova etapa

Toda a equipe deve ser bem preparada para lidar com a diversidade, isso inclui desde treinamentos específicos até campanhas educativas e de conscientização, palestras e dinâmicas que fomentem a inclusão.

No entanto, como dissemos, pode haver colaboradores que se mostrem resistentes à nova cultura da empresa. Nesses casos, será necessária uma orientação mais próxima para tentar entender os motivos pelos quais eles se comportam dessa maneira e tentar modificar essa conduta.

 

4. Conheça os desafios e aprenda a vencê-los

Lidar com os colaboradores mais resistentes é apenas um dos muitos desafios que podem surgir ao longo do processo. O período de adaptação dos novos colaboradores e dos antigos pode ser longo e exigir muito trabalho do time de RH.

Além disso, pode ser necessário fazer adaptações no espaço físico da empresa, adquirir equipamentos especiais e desenvolver treinamentos específicos no caso de colaboradores portadores de necessidades especiais, por exemplo.

 

5. Prepare o time de RH

Segundo pesquisa realizada pelo portal i.Social, a maior parte dos profissionais de Recursos Humanos não se sente preparada para a contratação de pessoas com deficiência — de forma geral, as escolhas são feitas de forma quase arbitrária, apenas para garantir o cumprimento da Lei.

Muitas vezes, essa realidade também se aplica a outros perfis de profissionais, e a falta de preparo do time de RH pode ser um grande empecilho não apenas no momento do recrutamento, mas também nos treinamentos e no dia a dia.

Por essa razão, é importante que o gestor de RH saiba orientar o time, indicando materiais para estudo sobre o assunto e esclarecendo dúvidas.

Conhecer bem as leis, não apenas trabalhistas, mas também aquelas que abordam questões relacionadas às minorias, é essencial para garantir a inclusão e o bem-estar dos colaboradores.

Todas os passos anteriores exigem planejamento e o time de Recursos Humanos precisa estar bem preparado para essa nova etapa. Caso você queira saber mais sobre as vantagens de implementar a diversidade nas empresas, recomendamos que você acesse a Cartilha da Diversidade, uma iniciativa da Câmara Americana de Comércio para fomentar a inclusão nas organizações.

Valores de inclusão e diversidade trazem um novo olhar para a empresa, resultando em ganhos em criatividade. Além disso, contribui para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária para todos.

Sua empresa já aposta na cultura da diversidade? Como você tem trabalhado esse tema com sua equipe? Conte para nós aqui nos comentários!

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *