Diferenças entre Empregado, Funcionário e Colaborador

empregado funcionário colaborador

As empresas têm deixado o nome “funcionário” ou “empregado” de lado para aderir ao termo colaborador. Essa nova denominação chegou na década de noventa, junto às multinacionais, e logo se espalhou o modismo de muitas empresas chamarem os seus funcionários de “colaborador”.

A grande maioria das empresas e dos gestores acredita que os termos são designados de acordo com a atitude de cada um. De certa forma, o pensamento pode ser justificado, mas é comum existir confusão entre os termos: empregado, funcionário e colaborador. Qual é o mais apropriado a ser usado? Para tirar essa dúvida de vez, vamos explicar a definição correta de cada um deles, de acordo com os leis e com a visão de comportamento dos mesmos.

Entretanto, esse processo não depende apenas do empregado, mas também da organização.

Começamos pelo que hoje em dia é considerado o mais “feio” da turma: o termo “empregado”, palavra pouco usada no dia a dia, que quase nem se ouve mais.

 

1. Empregado

O termo empregado segundo o Dicionário Aurélio: Aquele que exerce emprego ou função; funcionário; Criado ou serviçal.

Empregado é o nome que a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) dá a quem presta um serviço mediante salário, como mencionado em seu artigo 3:

  • Art. 3º – Considera-se empregado toda pessoa física que presta serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário.

Portanto, sempre que você tiver que se referir à pessoas que trabalham na sua empresa em documentos oficiais, use a palavra empregado mesmo que soe meio estranho.

A estranheza à essa palavra começou a partir dos anos 90, com a flexibilização e a aproximação entre a empresa e o empregado, então, a  palavra “colaborador” passou a ser mais utilizada, a fim de amenizar o impacto que a palavra “empregado” causava. Mais abaixo, vamos explicar sobre o conceito de colaborador.

Agora que você já sabe a definição de empregado,  fica a pergunta: e Funcionário, qual a diferença entre eles?

 

2. Funcionário

Segundo o dicionário Aurélio, Funcionário é aquele que tem ocupação permanente e retribuída.

Funcionário é o nome dado para quem trabalha para órgãos públicos. Se prestou concurso e trabalha para o governo, então é um funcionário.

Funcionário é a expressão mais formal usada para designar a pessoa em uma relação de trabalho. O termo é visto inclusive nos processos trabalhistas, documentos ou notações oficiais sobre empresas e funcionários. Também é uso pela grande mídia, o que sugere sua formalidade.

Muitas pessoas usam o termo “funcionário” ao falar informalmente sobre qualquer tipo de pessoa que trabalhe na sua empresa. Este termo acaba por ser mais usado que o termo “empregado” por soar mais usual. Porém, em documentos oficiais, ele deve ser usado apenas se estiver se referindo a funcionários públicos.

Por último, temos o Colaborador.

 

3. Colaborador

O termo colaborador segundo o dicionário Aurélio : Aquele que colabora; aquele que ajuda, coopera que se dá por uma causa.

Colaborador é aquele que colabora. É uma palavra que não é usada em leis ou documentos oficiais. Com a evolução das relações de trabalho e com os trabalhadores tendo uma atuação cada vez mais diversificada e estratégica, muitas empresas têm preferido o termo “colaborador” para se referir aos trabalhadores de uma maneira que considera mais construtiva.

Assim, fica a impressão de que todos estamos colaborando uns com os outros rumo a um objetivo em comum, num sentido mais dinâmico do que ser apenas alguém que troca serviços por salários.

Ao pé da letra, a palavra colaborar significa cooperar (ajuda mútua) para que algo fique pronto ou seja realizado; contribuir, auxiliar. Levando em conta este conceito genérico,  todas as atividades realizadas em conjunto necessitam de predisposição, boa-vontade, colaboração e esse é um dos elementos naturalmente presentes na relação de emprego.

 

Diferença entre empregado e colaborador

Mesmo que perante a lei, literalmente, todos sejam empregados, o colaborador possui um diferencial. Enquanto o empregado, em dias atuais, chega na empresa, faz o seu trabalho e vai embora, o colaborador tem a consciência da sua importância na organização, possui uma visão sistêmica do seu setor ou da empresa como um todo, incluindo suas metas, objetivos e não mede esforços para “colaborar” com isso.

Quem se sente colaborador é exigente, principalmente com a chegada das novas gerações X e Y, que estão sempre em busca da satisfação pessoal que é tão importante quanto o próprio emprego em si.

Ao nos referirmos às empresas e aos profissionais de Recursos Humanos, bem como a própria diretoria se quiser manter esse “sentimento de dono” nos colaboradores, é necessário mostrar, e flexibilizar meios para que os colaboradores possam opinar, participar e auxiliar nas decisões da empresa efetivamente de forma colaborativa.

 

A influência da Cultura organizacional

A forma que você identifica um integrante do seu time deve estar aliada a cultura organizacional da empresa que você trabalha. Cada uma corporação possui suas particularidades. Mas, que as empresas comecem a intitular a equipe vale o questionamento: Como você deseja identificá-los e inseri-los no meio dos negócios? Que tipo de relacionamento você quer desenvolver com ele?

A natureza do trabalho está mudando. Cada vez mais, temos outras categorias como autônomos, terceirizados (pessoa jurídica), estagiários, etc. Nada mais natural que a linguagem em volta deste trabalho também se transforme.

Quer entender mais sobre a cultura organizacional? Leia o artigo Por que adotar uma cultura organizacional inovadora?. Tem dúvidas? Deixe-as no comentário 😉

1 thought on “Diferenças entre Empregado, Funcionário e Colaborador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *